Residência na Sardenha / Stera Architectures

Residência na Sardenha / Stera Architectures

© Tiziano Canu© Nicolas Borel© Tiziano Canu© Tiziano Canu+ 45

  • Área Área deste projeto de arquitetura Área:  1100
  • Ano Ano de conclusão deste projeto de arquitetura Ano:  2019
  • Fotógrafo Fotografias:  Nicolas Borel, Tiziano Canu
  • Fabricantes Marcas com produtos usados neste projeto de arquitetura
    Fabricantes: Artigianato Pasella, OTTOSTUMM, Prolaques, Vitroxa
  • Diretor De Projeto:Stera Architectures
  • Arquiteta Local:Sophia Los
  • Perfil Ambienal:Environmental Profile HQE
  • Demolição, Terraplenagem:Filigheddu Costruzioni
  • Revestimentos:Domus Soluzioni
  • Encanamento, Aquecimento, Eletricidade:Aire
  • Mármore:Intermarmi
  • Marcenaria Exterior, Suprimentos, Criação:MOGS
  • Marcenaria Exterior, Fabricação, Instalação:Terranova
  • Decoração, Tapeçaria, Marcenaria, Móveis:Les Ateliers Lebon
  • Trabalho Em Metal:Ellebi Di Bottan Roberto, Pierre Supeljak
  • Iluminação :Davide Groppi
  • Terraços De Madeira:Maître d’Hache Dario Bravi
  • Espaços Verdes:Plantations et arrosage
  • País:Itália
Mais informaçõesMenos informações
© Tiziano Canu
© Tiziano Canu

É nos elementos mais característicos da paisagem da Sardenha que o terreno revela suas melhores qualidades, tantos desafios a serem superados: a topografia acidentada, as inúmeras rochas, a enseada selvagem... Esse potencial não foi totalmente explorado pela casa antiga que ocupava o local. Ela tinha apenas uma orientação, para o sul, não aproveitando a luz e o frescor da vegetação arborizada ao longo da estrada para o norte, na parte superior do terreno. Também não conseguiu revelar nenhuma das belezas do mar, nem a poesia das rochas com suas formas surpreendentes. Apesar da extensão do terreno, com vista para a costa, o acesso ao mar também não foi aproveitado.

© Tiziano Canu
© Tiziano Canu
Planta - térreo
Planta - térreo
© Tiziano Canu
© Tiziano Canu

Uma área gramada se estende obliquamente em direção ao mar. Por causa da encosta, essa parte do jardim era bastante inexpressiva e nada acolhedora. Com base nessas observações, a arquiteta Stefania Stera estabeleceu como objetivo a criação de uma casa cujos volumes não alterariam o terreno, mas serviriam para ampliá-lo, na melhor tradição de Porto Cervo.

© Tiziano Canu
© Tiziano Canu
© Tiziano Canu
© Tiziano Canu

A operação está alinhada ao projeto inicial de Porto Cervo, que começou nos anos sessenta pelo Aga Khan com o consórcio Costa Smeralda. Para projetar e construir essa casa, a arquiteta queria que ela fosse incorporada ao terreno, explorando todos os seus recursos. Ela foi projetada para se inscrever em todo o cenário, com um coração central que pode ser habitado em qualquer estação do ano. O conjunto constitui um passeio arquitetônico em harmonia e continuidade com a natureza, onde diferentes mundos se encontram e se cruzam, um complementando o outro.

© Tiziano Canu
© Tiziano Canu
Cortes
Cortes
© Nicolas Borel
© Nicolas Borel

Assim, o local e o habitat se nutrem. Os materiais e as habilidades artesanais se reúnem e conferem ao todo uma dimensão de durabilidade e humanidade. O gesto fundador do projeto, que determina sua localização, é o posicionamento de dois eixos: um projetado em direção ao mar, o outro subindo em direção às falésias rochosas. Sua travessia permite a articulação de importantes locais do terreno e o layout em dois níveis, ambos vistos como térreo.

© Tiziano Canu
© Tiziano Canu

Um dos níveis foi posicionado e escavado fora do terreno. Dessa forma, cria-se uma relação mais próxima com o mar e melhor aproveitamento do jardim. Um terraço verde, "o tapete voador", terá vista para o mar e um caminho na borda, que corre paralelo ao oceano, revela e aprimora a orla do local. Por meio desse caminho são acessados vários lugares do terreno, verdadeiros eventos singulares com diferentes funções.

© Nicolas Borel
© Nicolas Borel
© Nicolas Borel
© Nicolas Borel

O layout da casa não é convencional. A entrada real é o pátio, enquanto, por exemplo, o hall em si é pequeno e forma um espaço de transição, ampliando-se gradualmente até chegar à próxima sala. Os dormitórios estão dispostos em torno do pátio principal. Este último, cercado por vários volumes articulados no terreno e nos espaços da casa, é banhado pelo sol poente no final da tarde. Essa luz é refletida nas fachadas criando um núcleo brilhante.

© Nicolas Borel
© Nicolas Borel
© Tiziano Canu
© Tiziano Canu

Do ponto de vista funcional, foram inseridos três acessos a partir da rua: a entrada principal, servindo o pátio com o estacionamento concebido como uma “avenida” onde os veículos podem estacionar livremente. Para esse efeito, um portão de correr é colocado no limite com a rua determinando o acesso à casa do zelador por um pátio, que pode funcionar também como garagem. O acesso ao nível do subsolo é fornecido a partir de três pontos diferentes: do pátio principal, do ambiente dedicado aos serviços e de um pátio menor localizado a leste, próximo à garagem. O principal acesso à casa é no pátio maior. Uma porta que leva a um hall bastante discreto serve dois dormitórios no térreo. Já no pavimento superior estão a sala de estar, sala de jantar, escritório e suíte master.

© Tiziano Canu
© Tiziano Canu

A suíte master, que ocupa o restante do pavimento, é um conjunto espaçoso de ambientes fechados e abertos em uma rica sequência de eventos e atmosferas emoldurando vistas do cenário natural: pequenos pátios, terraços, dormitórios, closets e banheiros. Em particular, possui um lounge em forma de "U", aberto em direção ao mar e ao pequeno pátio no coração do terreno. A sala de estar se desenvolve em comprimento, paralela ao mar, enquanto a sala de jantar é orientada para oeste.

© Nicolas Borel
© Nicolas Borel
© Tiziano Canu
© Tiziano Canu

Um grande pátio localizado no lado norte forma uma varanda com acesso a partir da rua. Uma escada dá acesso à cobertura, parte da qual é definida como um terraço e o restante é coberto de vegetação, como a relação entre a casa e seu terreno. O pequeno pátio dá acesso ao "canyon", visto como a espinha dorsal que oferece fascinantes recantos. Uma inclinação desce desde a sala de estar para o leste, conectando-o ao nível mais baixo, completando um ciclo por meio de um passeio arquitetônico no local.

© Tiziano Canu
© Tiziano Canu

Galeria do Projeto

Ver tudoMostrar menos
Sobre este escritório
Cita: "Residência na Sardenha / Stera Architectures" [A House in Sardinia / Stera Architectures] 22 Mai 2020. ArchDaily Brasil. Acessado . <https://www.archdaily.com.br/br/939861/residencia-na-sardenha-stera-architectures> ISSN 0719-8906

¡Você seguiu sua primeira conta!

Você sabia?

Agora você receberá atualizações das contas que você segue! Siga seus autores, escritórios, usuários favoritos e personalize seu stream.