Residencial N4 / PJV Arquitetura

Residencial N4 / PJV Arquitetura

© Alexandre Zelinski© Alexandre Zelinski© Alexandre Zelinski© Alexandre Zelinski+ 29

  • Arquitetos: PJV Arquitetura
  • Área Área deste projeto de arquitetura Área:  360
  • Ano Ano de conclusão deste projeto de arquitetura Ano:  2019
  • Fotógrafo Fotografias:  Alexandre Zelinski
  • Fabricantes Marcas com produtos usados neste projeto de arquitetura
    Fabricantes: BR Portas, Calhas Ranguett, Cerâmicas Elizabeth, Esquadrias Nova Geração, Feuser Solçuões em Alumínio, Lu Arte Pedras Decorativas, Olaria do pinho, Pedro´s Pedras, Premix Concreto, Vibron Artefatos de Concreto
  • Colaboradores:Vinícius Schewe, Marcos V. da Costa
  • Projeto Estrutural:Eng. Gabriel Hass
  • Projeto Elétrico:PJV Arquitetura
  • Projeto Hidráulico:PJV Arquitetura
  • Execução Da Obra:Arq. Pablo J. Vailatti
  • Construção:PJV Arquitetura
  • Cidade:Piçarras
  • País:Brasil
Mais informaçõesMenos informações
© Alexandre Zelinski
© Alexandre Zelinski

Descrição enviada pela equipe de projeto. O projeto para o Residencial N4 busca evidenciar a tecnologia construtiva do concreto armado, sendo assim a proposta expõe quase que a totalidade da estrutura portante do edifício. Seus pilares, suas vigas e suas lajes maciças são deixadas em concreto aparente, utilizando-se deste acabamento para expressar um dos pontos do partido arquitetônico. O projeto resolve a inserção de 4 sobrados com 90 m2 cada, em um terreno com duas frentes e 260 m2, localizado na 1ª quadra próxima a praia, no litoral norte de Santa Catarina.

© Alexandre Zelinski
© Alexandre Zelinski
Planta - Pavimento Térreo
Planta - Pavimento Térreo
© Alexandre Zelinski
© Alexandre Zelinski

A implantação é extremamente racional, propondo a divisão do lote em 4 partes iguais. Como espaços abertos, cada unidade possui um pátio frontal, que complementa a área de convívio do pavimento térreo e uma ampla varanda no pavimento superior, a qual serve a suíte principal com uma bela vista do lugar, explorando o visual da paisagem natural local, em especial a praia e o mar. Internamente, uma escada em linha em concreto aparente conecta os dois pavimentos de cada unidade. Formalmente, o conjunto residencial busca apresentar materiais em seu estado natural. Além da utilização do concreto aparente e deck em madeira, tijolos maciços aparentes são utilizados em algumas partes, como na parede que faz o fechamento do banheiro da suíte com a varanda superior, nos volumes circulares localizados na cobertura, que abrigam os reservatórios de água e nas churrasqueiras no pavimento térreo.

© Alexandre Zelinski
© Alexandre Zelinski

Tubos metálicos pretos circulares resolvem as 4 chaminés enquanto os guarda corpos das varandas e os portões de acesso são executados em gradis metálicos na cor preta, com perfis retos, dispostos na vertical. As lajes impermeabilizadas das garagens e o recuo frontal de cada unidade possuem como acabamento pedras seixo de rio. Um deck em madeira estende a área social da casa para o espaço exterior e painéis em vidro de correr integram a área social da casa com o deck frontal e com a garagem ao lado. Tetos de vidro sobre os boxes dos banheiros que não estão junto a fachada, trazem ventilação e iluminação natural para estes ambientes.

© Alexandre Zelinski
© Alexandre Zelinski

Duas lajes maciças em balanço configuram as sacadas das suítes e suas próprias coberturas. Estas lajes possuem balanço de 2 metros e espessura de 15 cm, representam duas linhas horizontais, leves, que flutuam e demarcam o desenho das fachadas. Para tal, se faz importante que a parede divisória das sacadas possua altura inferior ao seu pé-direito afim de não encostar na laje superior. Para a execução da estrutura foram utilizados madeirites plastificados, deixando o concreto com uma aparência lisa, destacando a materialidade da obra e as características do material utilizado.

© Alexandre Zelinski
© Alexandre Zelinski

Como fechamento desta estrutura em concreto, utilizou-se paredes em alvenaria pintadas de branco e outras em tijolo maciço. As esquadrias são em vidro temperado transparente e alumínio na cor preta. Alguns princípios que nortearam o projeto foram: exploração estética da técnica construtiva do concreto armado, relação com a paisagem local, desenho com linhas simples, utilização de materiais em seu aspecto natural e aproveitamento da iluminação natural com grandes aberturas.

© Alexandre Zelinski
© Alexandre Zelinski

Galeria do Projeto

Ver tudoMostrar menos
Sobre este escritório
Cita: "Residencial N4 / PJV Arquitetura" 29 Abr 2020. ArchDaily Brasil. Acessado . <https://www.archdaily.com.br/br/938552/residencial-n4-pjv-arquitetura> ISSN 0719-8906

¡Você seguiu sua primeira conta!

Você sabia?

Agora você receberá atualizações das contas que você segue! Siga seus autores, escritórios, usuários favoritos e personalize seu stream.