Casa P / PLY+

Casa P / PLY+

© Jeffrey Kilmer© Jeffrey Kilmer© Jeffrey Kilmer© Jeffrey Kilmer+ 25

Ann Arbor, Estados Unidos
  • Arquitetos: PLY+
  • Área Área deste projeto de arquitetura Área:  475
  • Ano Ano de conclusão deste projeto de arquitetura Ano:  2019
  • Fotógrafo Fotografias:  Jeffrey Kilmer
  • Fabricantes Marcas com produtos usados neste projeto de arquitetura
    Fabricantes: Eastern Architectural Products, Insulspan, Marvin, STO Stucco, Superior Walls, VELUX Commercial
  • Equipe :Annabelle Guan, Yibo Jiao, Jiashi Yu, Yusi Zha
  • Arquitetura De Interiores:Mary Jane Williamson
  • Engenharia Estrutural:Paul Dannels (SDI Structures)
  • Paisagismo:Rick Meader
  • Cidade:Ann Arbor
Mais informaçõesMenos informações
© Jeffrey Kilmer
© Jeffrey Kilmer

"Desta vez é simplesmente o meu quarto. Olhar para a foto deveria descansar o cérebro ou, melhor, a imaginação. As paredes são violeta pálidas. O chão é de azulejos vermelhos. A madeira da cama e das cadeiras é o amarelo da manteiga fresca, o lençol e os travesseiros muito verde-limão. A colcha escarlate. A janela verde. O assento da privada laranja, a bacia azul. As portas lilás. E isso é tudo..." - 
Vincent Van Gogh, de uma carta para o irmão.

Descrição enviada pela equipe de projeto. Duas diretrizes foram formuladas a partir da demanda dos clientes: primeiramente se faz necessário abrigar uma coleção de obras de arte do final do século XX e projetar objetos em espaços que complementam, mas não prejudicam sua presença. Em seguida, é necessário também fazer isso em uma planta única de piso contínuo que permita um envelhecimento elegante no local, apesar da desconfiança do cliente por plantas livres. 

© Jeffrey Kilmer
© Jeffrey Kilmer
Planta - Pavimento Térreo
Planta - Pavimento Térreo
© Jeffrey Kilmer
© Jeffrey Kilmer

Implantado em um terreno plano e estreito, com uma série de restrições e, buscando integrar o espaço de viver e de expôr, sempre mantendo o desejo de separação espacial, este projeto cria salas definidas por figuras geométricas incompletas. Cada quarto é responsável pelo seu vizinho na definição dos limites. A continuidade espacial emerge implicitamente através de figuras abertas, à medida que são concluídas através de arestas sobrepostas, permanecendo divididas programaticamente. Dada a continuidade do piso plano e a discrição desejada das salas individuais, este projeto tenta resolver a complicada relação figura-fundo por meio de uma tensão espacial entre a contenção programática e a sobreposição geométrica.

A geometria primária da planta é derivada de dois arcos ancorados no limite norte, o que cria um layout linear de salas a leste e uma parede contínua de pinturas a oeste. A implantação do arco como um registro espacial orienta a matriz de salas em diferentes ângulos, agrupando-as em seis zonas de coordenadas relacionais. Cada um deles é interrompido pelo adjacente, mas juntos definem o limite de quartos individuais. A curvatura do perímetro e as formas retangulares das salas, paredes e aberturas são cortadas e traduzidas com base nas referências geométricas dos elementos adjacentes, e não na lógica interna de cada sala.

© Jeffrey Kilmer
© Jeffrey Kilmer

Em Red Blue Green, 1963, de Ellsworth Kelly (um dos artistas representados na coleção do proprietário), a borda brilhante de cores diferentes representa a tensão de sua relação figura-fundo. Na casa, o arranjo das salas figuradas possui a qualidade dessa vibração espacial entre figura e chão. No entanto, diferentemente do registro de uma linha na pintura, a opacidade das paredes permite uma transição espacial de um lado para o outro, o que também cria uma inversão figura-fundo através do movimento e da mudança de pontos de vista. Dentro de cada zona, a composição dos quartos revela a sobreposição de condições de contorno e coordena os territórios através da sobreposição e justaposição de pinturas modernas. Isso inverte a tradução mais comum da arquitetura inspirada na pintura para a arquitetura que pode potencialmente gerar um reexame pictórico da complexidade espacial. O quarto de Van Gogh ficou inquieto e permeou os espaços além.

© Jeffrey Kilmer
© Jeffrey Kilmer

Galeria do Projeto

Ver tudoMostrar menos
Sobre este escritório
Escritório
Cita: "Casa P / PLY+" [House P / PLY+] 30 Abr 2020. ArchDaily Brasil. Acessado . <https://www.archdaily.com.br/br/938403/casa-p-ply-plus> ISSN 0719-8906

¡Você seguiu sua primeira conta!

Você sabia?

Agora você receberá atualizações das contas que você segue! Siga seus autores, escritórios, usuários favoritos e personalize seu stream.