Casa Pátio em Aclive / Robert Hutchison Architecture + Tom Maul Architecture & Design

Casa Pátio em Aclive / Robert Hutchison Architecture + Tom Maul Architecture & Design

© Rafael Soldi© Rafael Soldi© Rafael Soldi© Rafael Soldi+ 32

Mercer Island, Estados Unidos
  • Área Área deste projeto de arquitetura Área:  1980
  • Ano Ano de conclusão deste projeto de arquitetura Ano:  2007
  • Fotógrafo Fotografias:  Rafael Soldi, Alex Hayden
  • Fabricantes Marcas com produtos usados neste projeto de arquitetura
    Fabricantes: AEP Span, AutoDesk, Fleetwood, InForm Seattle, Küppersbusch, Louis Poulsen, Madrona Digital, Miele, Poliform, Quantum Windows & Doors, Subzero
  • Equipe De Projeto:Robert Hutchison (Principal-In-Charge), Tom Maul, Joyce Puri
  • Engenharia Estrutural:Jeff Albert
  • Paisagismo:Bruce Hinckley, Alchemie
  • Construtora:EH Construction
  • Cidade:Mercer Island
Mais informaçõesMenos informações
© Rafael Soldi
© Rafael Soldi

Descrição enviada pela equipe de projeto. A Casa Pátio encontra-se localizada na costa oeste da Ilha Mercer, em meio ao Lago Washington na zona metropolitana de Seattle, Estados Unidos. O terreno, de inclinação acentuada, é uma porção de terra de 15 por 120 metros de comprimento. Embora tenha sido projetada para um casal e dois filhos, o proprietário solicitou que a casa fosse flexível o bastante para poder ser adaptada facilmente segundo as diferentes necessidades que possam surgir com o tempo, e  principalmente caso eles desejassem vender a propriedade no futuro. As limitações impostas pelo código de obras local, exigiram que boa grande parte do edifício tivesse que ser enterrada abaixo do nível natural do terreno. Uma situação que ao longo dos últimos anos, provocou uma série de deslizamentos de terra causando a destruição de muitos dos edifícios adjacentes.

© Rafael Soldi
© Rafael Soldi
© Rafael Soldi
© Rafael Soldi

Pensando nisso, o projeto da Casa Pátio foi desenvolvido segundo três critérios objetivos: 1) restabelecer uma conexão sensível entre arquitetura e paisagem ; 2) favorecer a iluminação natural dentro e fora do edifício em todos os níveis; e 3) integrar os espaços interiores e exteriores aproveitando as vistas para o lago Washington sem prejudicar a privacidade dos usuários em relação aos edifícios contíguos.

Para solucionar a complexa implantação do edifício no terreno, o território foi sendo esculpido de forma a melhor acomodar os diferentes volumes que dão forma ao projeto, resultando na criação de uma série de platôs e pátios que permitem uma ampla iluminação e ventilação dos espaços interiores, além de criar uma sequência de espaços que diluem o programa e os recortes no terreno. A partir do portão de acesso à propriedade, os visitantes são convidados a explorar as relações entre arquitetura e paisagem através de um percurso que se desenvolve ao longo de uma sequência de diferentes níveis e jardins, passando por passarelas e contornando espelhos d'água até chegarem à porta de entrada da casa.

© Rafael Soldi
© Rafael Soldi
© Rafael Soldi
© Rafael Soldi

Uma vez no interior do edifício, os espaços de apoio e áreas técnicas ocupam os níveis inferiores, junto aos muros de arrimo que constroem a geografia do projeto. A parte superior do edifício, definida por estruturas leves de madeira que parecem flutuar acima do solo, acolhem os espaços privativos da casa. As áreas de uso comum, por sua vez, encontram-se posicionadas entre estes dois elementos arquitetônicos opostos, desfrutando das melhores localizações e intimamente conectadas com os espaços exteriores através de amplas aberturas de vidro do piso ao teto. Neste contexto, o pátio principal se torna o espaço central da casa, o elemento gerador que organiza e distribui o programa do edifício, proporcionando de quebra, impressionantes vistas para a paisagem do lago Washington.

© Alex Hayden
© Alex Hayden
© Alex Hayden
© Alex Hayden

A paleta de materiais é definida principalmente pelo uso de concreto aparente e madeira, aquele utilizado como solução para os arrimos e espaços abaixo do nível natural do terreno, e este como recurso para os volumes aéreos que se sobressaem acima da paisagem natural e construída. Interiormente, as paredes e forros foram executados com um acabamento em gesso e pintura branca. As aberturas possuem caixilhos de madeira embora também tenham sido pintados de branco para ampliar as condições de iluminação natural no interior da casa. Alguns elementos de marcenaria foram embutidos nas paredes para combinar com o restante dos espaços da casa. As principais superfícies horizontais, como o piso e o forro, foram executados em tábuas largas de madeira de carvalho branco. Excepcionalmente, nas salas de estar e de jantar, os armários receberam um acabamento escuro, contrapondo-se e destacando o volume da cozinha dos demais espaços da casa.

Galeria do Projeto

Ver tudoMostrar menos
Sobre este escritório
Cita: "Casa Pátio em Aclive / Robert Hutchison Architecture + Tom Maul Architecture & Design" [Courtyard House on a Steep Site / Robert Hutchison Architecture + Tom Maul Architecture & Design] 13 Mar 2020. ArchDaily Brasil. Acessado . <https://www.archdaily.com.br/br/934828/casa-patio-em-aclive-robert-hutchison-architecture-plus-tom-maul-architecture-and-design> ISSN 0719-8906

¡Você seguiu sua primeira conta!

Você sabia?

Agora você receberá atualizações das contas que você segue! Siga seus autores, escritórios, usuários favoritos e personalize seu stream.