Edifício Swahili Dreams / Urko Sanchez Architects

Edifício Swahili Dreams / Urko Sanchez Architects

© Javier Callejas© Javier Callejas© Javier Callejas© Javier Callejas+ 29

  • Área Área deste projeto de arquitetura Área:  1600
  • Ano Ano de conclusão deste projeto de arquitetura Ano:  2014
  • Fotógrafo Fotografias:  Javier Callejas
  • Fabricantes Marcas com produtos usados neste projeto de arquitetura
    Fabricantes: Hussein Safina, Kuresh
  • Arquiteto Responsável:Urko Sanchez
  • Equipe De Projeto:Blanca Sánchez-Balgoma, Verónica García Iguaz
  • Cliente:Swahili Dreams Ltd.
  • Construtora:Continental Homes
  • Cidade:Lamu
  • País:Quênia
Mais informaçõesMenos informações
© Javier Callejas
© Javier Callejas

Descrição enviada pela equipe de projeto. O Swahili Dreams é um edifício luxuoso e ecológico que combina arquitetura contemporânea, estilo de vida e tradição swahili. Seguindo o padrão dos condomínios, o projeto está localizado no coração da cidade de Lamu e consiste em nove unidades habitacionais, cada uma com um ou dois dormitórios. O projeto adota o sabor antigo da ilha, enquanto é inovador em suas instalações modernas e design ambiental.

© Javier Callejas
© Javier Callejas
Planta - térreo
Planta - térreo
© Javier Callejas
© Javier Callejas

Lamu, Quênia, é a mais antiga cidade sobrevivente da suaíli na África Oriental, com uma cultura nascida da herança africana, árabe e asiática e uma arquitetura ainda, em grande parte, intacta. Na costa do oceano Índico, é designada como Patrimônio Mundial pela UNESCO.

© Javier Callejas
© Javier Callejas

A cidade antiga, onde está o Swahili Dreams, é um labirinto de ruas estreitas, tranquilas, sombreadas e frescas. As casas são distintas pela configuração do pátio, cercadas por espessas paredes de pedra coral e acessíveis através de portas de madeira elaboradamente esculpidas. O Swahili Dreams participa do desenvolvimento contínuo do corredor Lamu e inicia uma oferta de estilo de vida moderno, seguro e ecológico.

© Javier Callejas
© Javier Callejas
© Javier Callejas
© Javier Callejas

Articulando o projeto, criamos um conjunto nascido da morfologia da paisagem urbana e perfeitamente integrado à ela. Por meio de compensações e contratempos, os volumes são simples e abrigam uma geometria branca e limpa. A distinção de materiais, entre o acabamento de gesso e as paredes de pedra coral, amplifica a variação do projeto enquanto utiliza materiais e conhecimentos locais.

© Javier Callejas
© Javier Callejas

O objetivo, em geral, era criar um edifício com uma geometria fragmentada na escala de Lamu. As casas são orientadas para vistas ideais: janelas estrategicamente posicionadas e terraços amplos, porém privados, incluindo os do último pavimento, o edifício oferece vistas da cidade de Lamu, do oceano Índico e da vizinha ilha de Manda.

© Javier Callejas
© Javier Callejas

Evocando os palácios dos antigos sultões, o Swahili Dreams combina design com artesanato. Os artesãos locais projetaram à mão todos os acabamentos, exteriores e interiores, a partir do trabalho de gesso no estilo Lamu durante todo o projeto. As principais áreas de estar são aprimoradas com intrincados padrões no teto em suaíli, com vigas e pisos polidos.

© Javier Callejas
© Javier Callejas
Fachadas
Fachadas
© Javier Callejas
© Javier Callejas

As marcenarias completam os espaços com treliças e padrões desenhados à mão: de persianas de madeira em fachadas ensolaradas, treliças fixas, também de madeira, nas janelas, até trilhos em aberturas de altura total. Dessa forma, abraçam a tradição e participam do controle climático passivo para filtrar o sol e deixar o vento passar.

© Javier Callejas
© Javier Callejas

Queríamos criar apartamentos em perfeita harmonia com seu contexto e que adotassem estilos de vida sustentáveis. Uma piscina e spa de inspiração romana ocupam o térreo, dividido com paredes e divisórias que lhe conferem intimidade, sombra e frescor. Dois dutos de ventilação atravessam o prédio desde o terraço. Essas torres de vento “capturam” o vento do alto e permitem que ele entre na profundidade do edifício; Dessa forma, todos os apartamentos têm ventilação cruzada, com todos os lados abertos. Como um pátio reduzido, eles também permitem a entrada de luz.

© Javier Callejas
© Javier Callejas

Paredes de suporte de carga, feitas de blocos de origem local e lajes de concreto armado, foram projetadas para reduzir o calor no interior, sendo uma massa grande o suficiente para absorção térmica. O acabamento externo é de gesso Lamu com tratamento antifúngico, permitindo proteger o edifício e durar ao longo do tempo; sua cor branca reflete o sol e reduz ainda mais a absorção de calor.

© Javier Callejas
© Javier Callejas

A água é gerenciada por meio de um coletor de água da chuva subterrâneo de 30.000 litros que permite quase a suficiência e o bom uso dos recursos naturais. O aquecimento da água com energia solar é instalado para enfatizar o uso de energia limpa. O projeto ganhou o prêmio de Melhor Projeto de Construção Residencial nos AAK Awards of Excellence in Architecture 2016.

© Javier Callejas
© Javier Callejas

Galeria do Projeto

Ver tudoMostrar menos

Localização do Projeto

Endereço:Lamu, Quênia

Clique para abrir o mapa
Localização aproximada, pode indicar cidade/país e não necessariamente o endereço exato.
Sobre este escritório
Cita: "Edifício Swahili Dreams / Urko Sanchez Architects" [Swahili Dreams Apartments / Urko Sanchez Architects] 04 Mar 2020. ArchDaily Brasil. Acessado . <https://www.archdaily.com.br/br/934551/edificio-swahili-dreams-urko-sanchez-architects> ISSN 0719-8906

¡Você seguiu sua primeira conta!

Você sabia?

Agora você receberá atualizações das contas que você segue! Siga seus autores, escritórios, usuários favoritos e personalize seu stream.