Residência Levadiça / AToT - Arquitectos Todo Terreno

Residência Levadiça / AToT - Arquitectos Todo Terreno
© Joaquin Portela
© Joaquin Portela

© Joaquin Portela© Joaquin Portela© Joaquin Portela© Joaquin Portela+ 30

Tigre, Argentina
  • Área Área deste projeto de arquitetura Área:  88
  • Ano Ano de conclusão deste projeto de arquitetura Ano:  2018
  • Fotógrafo Fotografias:  Joaquin Portela
  • Fabricantes Marcas com produtos usados neste projeto de arquitetura
    Fabricantes: Acier, Aluar, NEWTON MADERAS
  • Equipe De Projeto:Lucia Hollman, Agustin Moscato, Joaquin Portela
  • Engenharia:Alfredo Campos Servicios
  • Consultores :Fabrica de Cosas (automatizações) @fdcc.di
  • Cidade:Tigre
  • País:Argentina
Mais informaçõesMenos informações
© Joaquin Portela
© Joaquin Portela

Descrição enviada pela equipe de projeto. Perto do delta do Tigre, a casa tem a particularidade de estar localizada em uma área de inundação, com canais internos e uma floresta que invade o todo, mas está do lado continental.

© Joaquin Portela
© Joaquin Portela
© Joaquin Portela
© Joaquin Portela

A paisagem circundante, enquanto inspira uma ilha imaginária, está longe dessa característica peculiar; a orla nessa área é caracterizada por fatores como os mencionados no início, onde a vegetação exuberante é cercada por canais que desembocam no Rio da Prata e, com uma rota provincial que passa a um quilômetro de distância.

Plantas
Plantas

Propomos a busca de como ela é percebida e como o espaço é racionalizado em uma moradia mínima. Preferimos falar sobre espaços abertos e não sobre módulos, sobre sequencias espaciais e não sobre hierarquias. Nesse sentido, definimos duas possíveis instâncias de ação, que articulam toda a lógica projetiva da casa elevatória: espaço aberto do módulo / sequencias espaciais-hierarquia do espaço.

© Joaquin Portela
© Joaquin Portela

Nesse sentido, trabalhamos nas maneiras de articular esse espaço porque, embora pareça um assunto que todos aprendemos academicamente, poucos fazem dele uma diferenciação e substância; acreditamos que o espaço é articulado não de uma maneira única e sua lógica depende sempre de um conceito a priori, de sua própria linguagem; depois, tomamos como padrão projetivo a multiplicidade que é transcrita no sequenciamento de espaços articulados através de seus programas e suas variantes espaciais que, por sua vez, são determinadas por expansões, visuais e programas flexíveis. Neste caso, não pensando a partir da lógica espacial interna, porque o programa não exige isso, mas na relação de suas seções (no caso de chamá-lo) entre o chão e a casa. O espaço é completamente fenomenal, porque tem um sujeito que faz parte dele, a casa só pode ser o que é porque existe um sujeito que vive e a articula da maneira que parece melhor, dependendo do uso que requer em um determinado período de tempo.

© Joaquin Portela
© Joaquin Portela

As sequencias espaciais são vivas em alguns casos: a relação do piso que atravessa a casa no térreo gerando espaços para maior recreação e aproveitando a altura do volume para gerar sombras próprias; a relação de expansões mecânicas com a altura das árvores onde o sujeito já está mais envolvido nessa natureza abstrata e não a contempla através de uma janela e, finalmente, a relação intrínseca de toda a casa com a paisagem em geral, isto é, com o que a habitação gerou nessa abstração.

Corte A-A / Corte B-B
Corte A-A / Corte B-B

Diferentemente de outros modelos, estudamos aqui se a ideia de hierarquia espacial toma forma a partir da configuração do todo em sequencias e da definição de um caráter formal.

© Joaquin Portela
© Joaquin Portela

O trabalho é materializado por meio da posição precisa dos elementos e logística ideais, embora a área de trabalho não esteja no delta, que só pode ser alcançado de barco, aqui não é uma área de fácil acesso; então, a casa foi modulada e racionalizada em relação aos seus materiais, com uma força de trabalho capaz de realizar todo o trabalho. Trabalhamos com painéis de poliuretano injetados em todo o envoltório externo e madeira no interior. A estrutura é metálica com perfis totalmente modulados para a colocação de aberturas e equipamentos mecânicos laterais (varanda e acesso) que abrem e fecham conforme necessário.

© Joaquin Portela
© Joaquin Portela

Galeria do Projeto

Ver tudoMostrar menos
Sobre este escritório
Cita: "Residência Levadiça / AToT - Arquitectos Todo Terreno" [Casa levadiza / AToT - Arquitectos Todo Terreno] 11 Fev 2020. ArchDaily Brasil. Acessado . <https://www.archdaily.com.br/br/933276/residencia-levadica-atot-arquitectos-todo-terreno> ISSN 0719-8906

¡Você seguiu sua primeira conta!

Você sabia?

Agora você receberá atualizações das contas que você segue! Siga seus autores, escritórios, usuários favoritos e personalize seu stream.