Edifício de Uso Misto Wellington St / Matt Gibson Architecture + Design

Edifício de Uso Misto Wellington St / Matt Gibson Architecture + Design
© Shannon McGrath
© Shannon McGrath

© Shannon McGrath© Shannon McGrath© Shannon McGrath© Shannon McGrath+ 21

  • Área Área deste projeto de arquitetura Área:  440
  • Ano Ano de conclusão deste projeto de arquitetura Ano:  2018
  • Fotógrafo Fotografias:  Shannon McGrath
  • Fabricantes Marcas com produtos usados neste projeto de arquitetura
    Fabricantes: Agape, Creation & Baumann, Dulux, Ecoflor, Elitis, FRANKE, Flandre, Flos, Foscarini, HAY, Helio Screen, Jieldé, Lightyears, Oluce, Parisi, Skyrange, Smeg, Subzero, Tom Dixon, Viridian, +2
  • Arquitetos Responsáveis:Matt Gibson, Martyn Weaver, Phil Burns, Erica Tsuda
  • Engenharia:Clive Steele Partners, Ross Greer Consultants
  • Consultoria:Floyd Energy
  • Design Interiores:Matt Gibson Architecture + Design with DDB Design

  • Construtora:DDB Design and Development

  • Cidade:St Kilda
Mais informaçõesMenos informações
© Shannon McGrath
© Shannon McGrath

Descrição enviada pela equipe de projeto. Um cliente de mente aberta nos abordou com a oportunidade de renovar um terreno estreito e subutilizado no interior de Melbourne. Localizado em uma faixa destinada ao comércio, em frente a uma rodovia em uma das extremidades e com um tecido residencial de baixo crescimento na outra, o cliente pedia um modelo de construção adaptável que abrigasse acomodações domésticas, juntamente com o requisito municipal de comércio em um ou mais níveis. Os clientes - um profissional do setor imobiliário e designer de interiores que moram aqui com seus dois filhos adultos, seus companheiros e uma filha pequena - viram isso como uma oportunidade para abraçar a vida no centro da cidade e desafiar a tipologia habitacional tradicional na Austrália fornecendo uma plataforma flexível para abrigar um uso doméstico e comercial.

© Shannon McGrath
© Shannon McGrath

O compartilhamento de casas entre as várias gerações se tornou mais prevalente na Austrália impulsionado, em partes, pela crise da acessibilidade das moradias, mas também porque oferece comodidade e mantém os custos baixos por meio de recursos compartilhados e apoio familiar. No caso deste cliente, havia uma conotação muito positiva em torno disso, que dizia respeito a localização, comodidade e uma configuração vertical que poderia permitir a conexão e o recuo. O crescimento da população em Melbourne está aumentando rapidamente. Até 2050, Melbourne terá 8 milhões de habitantes, dobrando sua população em apenas 40 anos. É fato que Melbourne possui um excesso de oferta de estúdios menores (impulsionados pelo mercado internacional de investimentos) e, por outro lado, uma escassez de moradias familiares de qualidade.

© Shannon McGrath
© Shannon McGrath

Enquanto a vida no apartamento é uma resposta ao boom da população, outro lado analisa um uso mais flexível que densifica as zonas e incorpora opções de estar em configurações verticais por meio da utilização de formatos onde os recursos podem ser compartilhados para permitir uma construção de maior qualidade com ambientes mais acessíveis. As condições contrastantes do local nas extremidades sul e norte definem a forma construída. A fachada sul, de frente para a Wellington Street, é dividida em dez caixas de metal que respondem às condições da luz solar, uso interno e à natureza da paisagem urbana em frente.

© Shannon McGrath
© Shannon McGrath

Uma parede de tijolos vermelhos existentes é mantida e oculta a escada de entrada externa no nível do primeiro andar, enquanto o estúdio comercial do térreo, com acesso separado, ativa a interface da rua. No lado oposto, a fachada recebe exposição solar ao norte, atendendo aos requisitos acústicos de uma movimentada avenida. A parede de vidro articulada ecoa os detalhes na frente do edifício, refletindo a folhagem circundante e as condições urbanas. O acesso direto desde o nível do solo até um parque comum compartilhado na parte posterior fornece comodidade adicional.

© Shannon McGrath
© Shannon McGrath
Corte B - Elevação Posterior
Corte B - Elevação Posterior
© Shannon McGrath
© Shannon McGrath

Internamente, um grande átrio central organiza o layout sobre a luz natural, permitindo que ela penetre profundamente no centro do edifício. Sombreamentos externos mecânicos ocupam o espaço vazio, protegendo o sol do verão, enquanto as zonas sociais intersticiais, que cercam o átrio, facilitam a comunicação informal entre os níveis. O térreo é de uso comercial. Acima disso, internamente, o programa é configurado em torno de três zonas claras - Comum (nível de estar), Pessoal (nível dos dormitórios) e Retiro (acesso a vistas e espaço aberto privado).

Diagrama
Diagrama

Os espaços de estar e dormir nas extremidades norte e sul ocupam toda a largura do edifício. Cada quarto possui seu próprio banheiro e, de muitas maneiras, parece um estúdio individual. Os banheiros estão empilhados, adotando uma abordagem multi-residencial para um possível uso futuro. Os ambientes são definidos por aberturas que apresentam uma visão em constante mudança da cidade e da paisagem urbana cinética circundante da rodovia. A luz solar é filtrada pelas grandes árvores de eucalipto ao norte, enquanto os prédios patrimoniais e as coberturas vizinhas estão emoldurados ao sul.

© Shannon McGrath
© Shannon McGrath

O uso misto da Wellington St está fora das classificações tradicionais. Localizado dentro de uma zona de uso misto e deliberadamente ambígua em sua tipologia, apresenta-se como um modelo híbrido, talvez mais facilmente encontrado em algum lugar como o Japão, onde usos e zonas são comumente misturados e estratificados. Semelhante às área das casas do outro lado da rua, mas utilizando apenas uma fração da massa do terreno, este edifício adota um modelo de vida vertical com um programa pré-determinado para mudanças futuras - oferecendo flexibilidade para converter 2 ou 3 residências em um espaço comercial para escritórios, comércio ou qualquer combinação dos itens acima.

© Shannon McGrath
© Shannon McGrath

Essa tipologia e o surgimento de várias gerações refletem no padrão mais amplo das famílias australianas que se adaptam ao crescimento da população, acessibilidade de moradias e mudança de estilo de vida. Enquanto a onipresente casa familiar frequentemente ocupa uma grande parcela do terreno, é introspectiva e às vezes fortificada. Este projeto apresenta, portanto, um argumento de que modelos de vida flexíveis e alternativos estão em ascensão e terão um papel cada vez mais importante a desempenhar no preenchimento do tecido das cidades australianas.

© Shannon McGrath
© Shannon McGrath

Galeria do Projeto

Ver tudoMostrar menos

Localização do Projeto

Endereço:St Kilda VIC 3182, Austrália

Clique para abrir o mapa
Localização aproximada, pode indicar cidade/país e não necessariamente o endereço exato.
Sobre este escritório
Cita: "Edifício de Uso Misto Wellington St / Matt Gibson Architecture + Design" [Wellington St Mixed Use / Matt Gibson Architecture + Design] 05 Fev 2020. ArchDaily Brasil. Acessado . <https://www.archdaily.com.br/br/932894/edificio-de-uso-misto-wellington-st-matt-gibson-architecture-plus-design> ISSN 0719-8906

¡Você seguiu sua primeira conta!

Você sabia?

Agora você receberá atualizações das contas que você segue! Siga seus autores, escritórios, usuários favoritos e personalize seu stream.