Residência Dilido / SAOTA

Residência Dilido / SAOTA

© Adam Letch© Adam Letch© Adam Letch© Adam Letch+ 20

  • Arquitetos: SAOTA
  • Área Área deste projeto de arquitetura Área:  1
  • Ano Ano de conclusão deste projeto de arquitetura Ano:  2017
  • Fotógrafo Fotografias:  Adam Letch
  • Fabricantes Marcas com produtos usados neste projeto de arquitetura
    Fabricantes: Lutron, Brown, Dornbracht, Fleetwood, GGD Industries, Marretti, Modular Arts, Montigo, Poggenpohl, Soli stone, Terrazzo & Marble, esthec
  • Arquitetos Responsáveis:Philip Olmesdahl, Mark Bullivant, Stefan Antoni, Dominik George, Meghan Ho-Tong, Dirk Olivier
  • Projeto Legal / Executivo:KKAID
  • Área Do Terreno:1982 m²
Mais informaçõesMenos informações
© Adam Letch
© Adam Letch

Descrição enviada pela equipe de projeto. O cenário para esta casa em Miami é um lote de formato cônico, no extremo sul da Ilha Dilido, com vistas para as lhas, para o centro e South Beach. A casa projetada pelo escritório SAOTA se estende até margem da baía, e se baseia no estilo de vida de alto padrão da Biscayne Bay, evocando a experiência de estar no convés de um super iate. O terraço versátil abriga inúmeros eventos, e sua principal característica é a fusão harmoniosa dos espaços internos e externos, presente por toda a casa.

© Adam Letch
© Adam Letch

O acesso pela rua, através da ponte Venetian Causeway, é mais restrito, com um exuberante jardim que contorna a entrada de automóveis e uma série de planos e volumes combinados por uma tela inclinada de vidro jateado, que indica o grande hall de entrada com pé direito duplo. No interior, a natureza se torna aparente à medida que os volumes do programa se separam, formando passagens estreitas que enquadram a vista da baía. No vazio central, elementos e obras de arte esculturais são dispostos, incluindo uma escada em espiral e uma série de painéis de bronze pendurados no teto. Os painéis delimitam a sala de jantar com pé direito duplo, e separam a cozinha e o espaço familiar das áreas de entretenimento, mais formais, a leste.

© Adam Letch
© Adam Letch
Planta - Térreo
Planta - Térreo
© Adam Letch
© Adam Letch

As áreas comuns, desde os espaços mais íntimos, que abrigam a cozinha, a cozinha dos funcionários e a área social da família, até os ambientes mais abertos e amplos, como a grande sala de estar e de estudos, são dispostos em uma sequência de espaços externos semi-cobertos cercados pela baía em formato cônico. Refletindo o cenário exuberante do mar e ilhas próximas, a água percorre toda a casa a partir de um espelho d'água no acesso e ao redor do escritório, unificando o espaço externo e criando patamares que fazem a ligação do interior da casa para piscina e o mar. As áreas de estar externas fluem para um deck espaçoso que oferece zonas de descanso cobertas e descobertas com espreguiçadeiras para banhos de sol, assentos para drinks em um deck molhado, um bar funcional e uma mesa articulável na beira da piscina para uma experiência gastronômica. Com duas docas para iates, o fluxo entre à terra e o mar é contínuo e fluido, atendendo a todos os requisitos da cota de inundação da região.

© Adam Letch
© Adam Letch

Dado o amplo espaço exigido pelo cliente, o equilíbrio entre a escala e a intimidade do projeto foi alcançada com a segmentação do programa em duas alas sobre o núcleo central. O primeiro pavimento abriga a suíte master de frente para o mar, com uma banheira de hidromassagem e uma piscina, já na lateral oposta são dispostas três suítes para às filhas do proprietário. Esse pavimento flutua entre o volume do térreo e a cobertura de cobre pré-oxidado, uma releitura consciente da arquitetura italiana vernacular do início do século 20, delineando uma silhueta inconfundível, com uma borda fina e nítida até a superfície inclinada. Na cobertura, acessível por um elevador, foram dispostos o terraço, um segundo bar, uma lareira e uma banheira de hidromassagem com vistas deslumbrantes para o centro de Miami, especialmente a noite.

© Adam Letch
© Adam Letch

Os materiais são sutis, porém ricos na composição, com uma tensão quase semelhante a um iate, o que permite que a casa atenda a todos os requisitos do código de furacões, e, ao mesmo tempo, se mantenha graciosa, aberta e expansiva. As paredes brancas, o calcário cinza, e os detalhes em cobre e bronze são combinados sugerindo uma sofisticação discreta e um jogo de texturas. A paleta residencial é contrastada com as piscinas em azul-cobalto e as paisagens verdes e vivas, resultando em uma estética sofisticada e descontraída, que é simultaneamente, inovadora e inconfundível no cenário de Biscayne Bay.

© Adam Letch
© Adam Letch

A equipe de projeto da residência Dilido, em Miami, foi montada pelo proprietário e pelo representante Rick Peña, da Prime Group Management, uma colaboração entre especialistas de alto nível. A SAOTA foi responsável pelo projeto arquitetônico e de interiores, em parceria com a KKAID, encarregada do projeto legal e executivo, e a Brodson, uma empresa de construção civil especializada em casas de alto padrão na Flórida. O projeto luminotécnico foi de autoria de Lux Populi, do México, enquanto o paisagismo foi concebido por Raymond Jungles, de Miami. Já a designer de interiores Lynda Murray foi responsável pela definição da paleta de cores e texturas utilizadas na decoração da casa.

© Adam Letch
© Adam Letch

Galeria do Projeto

Ver tudoMostrar menos
Sobre este escritório
Escritório
Cita: "Residência Dilido / SAOTA" [Dilido House / SAOTA] 29 Jan 2020. ArchDaily Brasil. Acessado . <https://www.archdaily.com.br/br/932592/residencia-dilido-saota> ISSN 0719-8906

¡Você seguiu sua primeira conta!

Você sabia?

Agora você receberá atualizações das contas que você segue! Siga seus autores, escritórios, usuários favoritos e personalize seu stream.