Residência Vista / Miró Rivera Architects

Residência Vista / Miró Rivera Architects

© Paul Finkel; Ibai Rigby; Bud Franck, AIA © Paul Finkel; Ibai Rigby; Bud Franck, AIA © Paul Finkel; Ibai Rigby; Bud Franck, AIA © Paul Finkel; Ibai Rigby; Bud Franck, AIA + 30

  • Área Área deste projeto de arquitetura Área:  8660
  • Ano Ano de conclusão deste projeto de arquitetura Ano:  2018
  • Fotógrafo Fotografias:  Paul Finkel; Ibai Rigby; Bud Franck, AIA
  • Fabricantes Marcas com produtos usados neste projeto de arquitetura
    Fabricantes: Cosentino, Lutron, Hansgrohe, Herman Miller, Accurate, Acor, Ann Sacks, Artemide, Axis 71, B-K Lighting, Belfer, Benjamin Moore, Berridge, Birchwood Lighting, Blu Bathworks, Bosch, Case Window and Door, Cassina, De La Espada, Decoustics by Saint Gobain , +42
  • Parceiros De Projeto: Juan Miró, FAIA LEED AP / Miguel Rivera, FAIA LEED AP
  • Arquiteto De Projeto: Matthew Sturich, RA
  • Equipe: Diana Su
  • Empreiteira: J. Pinnelli Company
  • Engenharia Civil: Perales Engineering
  • Geotécnico: Terracon
  • Engenharia Estrutural: Architectural Engineers Collaborative
  • Iluminação: ArcLight Design
  • A/V: Macauley Technologies
  • Paisagismo: Sitio Design
Mais informações Menos informações
© Paul Finkel; Ibai Rigby; Bud Franck, AIA
© Paul Finkel; Ibai Rigby; Bud Franck, AIA

Descrição enviada pela equipe de projeto. Escondida em um terreno íngreme em West Austin, a Residência Vista se organiza ao redor de uma escada de aço escultórica de três pavimentos, que atua como o ponto de articulação da casa, com ambientes e corredores que se desdobram a partir dela a cada andar. Montada em chapa de aço de 5/8" de espessura com degraus de carvalho branco, a escadaria levou oito meses para ser fabricada, montada e pintada. Durante a construção, uma grande abertura na estrutura do teto foi mantida para que as divisórias pré-fabricadas pudessem ser instaladas. As peças foram então aparafusadas e soldadas no local, e integradas na estrutura principal de aço da casa. A escada é composta por mais de 200 peças individuais de aço unidas por mais de 160 parafusos ocultos, além de soldas. A maior peça individual de aço tem 5 metros de comprimento e 3 metros de altura.

© Paul Finkel; Ibai Rigby; Bud Franck, AIA
© Paul Finkel; Ibai Rigby; Bud Franck, AIA

A partir dos espaços à sua volta, a escada central proporciona um ponto focal dramático, revelando-se de formas curiosas e contraditórias. Dependendo do ponto de vista, ora pode parecer maciça e estrutural, ora suficientemente leve para flutuar. Um poço de luz em um lado contraria a sensação de que o nível mais baixo está enterrado na encosta, proporcionando ampla entrada de luz natural.

Corte
Corte
Axonométrica Escada
Axonométrica Escada

A escada é parte de uma sucessão que começa com uma fachada baixa com frente para a rua. Uma série de paredes maciças de concreto estende-se pela paisagem, criando uma série de espaços externos e atraindo os visitantes para dentro. As janelas de piso a teto permitem visualizar a escada central e as vistas do entorno, enquanto a cobertura metálica desliza sobre o nível mais baixo. As formas externas desta elevação frontal são indicativas do desenho geral da casa. Os revestimentos predominantes são concreto aparente, metal e painéis de concreto, escolhidos por sua facilidade de manutenção. Os diferentes perfis de teto inclinados indicam direções, essencialmente "sinalizando" as vistas externas. O sistema inovador de revestimento com painéis de concreto se desdobra como um beiral para a chuva, protegendo a estrutura e proporcionando maior eficiência térmica.

© Paul Finkel; Ibai Rigby; Bud Franck, AIA
© Paul Finkel; Ibai Rigby; Bud Franck, AIA

O hall dilui a linha divisória entre exterior e interior, já que a paisagem parece fluir até a casa através das delicadas janelas de aço. Paredes brancas e um piso de carvalho branco introduzem a paleta de materiais quentes da casa, enquanto uma porta pivotante de quase três metros de altura feita de carvalho branco e alumínio pintado cumprimenta os visitantes. Do hall, um corredor em forma de ponte preenchido com estantes e peças de arte leva à suíte principal. O hall abre-se para um pátio de dois andares ao ar livre, que separa a suíte principal privada das áreas de estar principais, trazendo luz natural e vistas para o interior da casa.

© Paul Finkel; Ibai Rigby; Bud Franck, AIA
© Paul Finkel; Ibai Rigby; Bud Franck, AIA

O quarto principal é fechado em três lados, enfatizando a vista para fora, enquanto o telhado baixo e o beiral profundo criam uma sensação de horizontalidade. A cama, as mesinhas de cabeceira e a leve prateleira foram feitas de carvalho branco para combinar com os pisos; todas foram projetadas pelos arquitetos. O objetivo de levar o ar livre para dentro do projeto continua no banheiro principal, que se abre a um jardim privado rodeado de paredes de concreto sob um dossel de carvalhos; até o chuveiro tem acesso direto ao exterior. A paleta de cinzas frios e mármore branco ecoa os acabamentos externos.

© Paul Finkel; Ibai Rigby; Bud Franck, AIA
© Paul Finkel; Ibai Rigby; Bud Franck, AIA

Na sala de estar afundada, a altura do teto aumenta de 2,70 a 3,30 metros. Os espaços abertos de cozinha, salas de jantar e estar foram projetados para grandes reuniões familiares, assim como para arrecadamento de fundos e eventos públicos. Detalhes como o bar de bebidas, as estantes e os bancos integrados reduzem a escala do espaço. A cozinha luminosa e espaçosa combina com o trabalho em madeira de carvalho branco com detalhes na superfície sólida em branco vivo. A pia é ressaltada por um protetor contra respingos de vidro com uma janela operável, enquanto o bar encoraja os convidados a reunir-se no coração da casa.

© Paul Finkel; Ibai Rigby; Bud Franck, AIA
© Paul Finkel; Ibai Rigby; Bud Franck, AIA

O calor da cozinha transborda para a área de estar, onde um canto aconchegante, iluminado pelo dia oferece vistas para as copas de carvalho do entorno. Um banco profundo sob as janelas estende o comprimento do espaço, proporcionando assentos adicionais. Para além das grandes festas, a sala de estar é também palco de recitais de música. Painéis acústicos de madeira no teto melhoram a qualidade do som e proporcionam calor visual. Bancadas e degraus embutidos permitem aos hóspedes encontrar um canto confortável.

© Paul Finkel; Ibai Rigby; Bud Franck, AIA
© Paul Finkel; Ibai Rigby; Bud Franck, AIA

Parcialmente enterrado na encosta, o piso inferior abriga dois dormitórios, um banheiro compartilhado e uma sala de mídia/jogos - todos iluminados por grandes janelas - além de espaços mecânicos e de armazenamento. Acabamentos como concreto aparente e acentos lúdicos denotam o ambiente mais descontraído e íntimo.

© Paul Finkel; Ibai Rigby; Bud Franck, AIA
© Paul Finkel; Ibai Rigby; Bud Franck, AIA

No pavimento superior, um escritório privado e uma sala de estar aproveitam as vistas panorâmicas do campo montanhoso e do centro de Austin. Empoleirado entre os ramos mais altos, este espaço isolado se parece com uma casa na árvore. Uma varanda espaçosa está parcialmente entalhada no telhado do nível principal. Aqui, acima das copas das árvores, a localização espetacular da casa é vivida de forma mais viva, uma vez que a viagem culmina com uma vista arrebatadora.

© Paul Finkel; Ibai Rigby; Bud Franck, AIA
© Paul Finkel; Ibai Rigby; Bud Franck, AIA

Sustentabilidade

Um sistema fotovoltaico de 15,4-quiloWatt no telhado cobre 90% das necessidades energéticas anuais da casa, compensando 18,5 toneladas de emissões de CO2 por ano (igual ao consumo anual de energia de 1,8 casas em média). Com um período de retorno antecipado de apenas oito anos, espera-se que os proprietários economizem mais de $94.000 ao longo dos próximos 30 anos. As grandes janelas e a luz central reduzem a demanda de iluminação artificial. Um sistema mecânico de fluxo variável de refrigeração (VRF) otimiza o consumo de energia, permitindo um controle térmico preciso em toda a casa e eliminando o desperdício com aquecimento e resfriamento. O sistema de revestimento de tela de chuva utiliza um isolamento de lã mineral de alto desempenho. O paisagismo foi concebido para um baixo consumo de água.

© Paul Finkel; Ibai Rigby; Bud Franck, AIA
© Paul Finkel; Ibai Rigby; Bud Franck, AIA

Galeria do Projeto

Ver tudo Mostrar menos
Sobre este escritório
Cita: "Residência Vista / Miró Rivera Architects" [Vista Residence / Miró Rivera Architects] 21 Jan 2020. ArchDaily Brasil. Acessado . <https://www.archdaily.com.br/br/932135/residencia-vista-miro-rivera-architects> ISSN 0719-8906

¡Você seguiu sua primeira conta!

Você sabia?

Agora você receberá atualizações das contas que você segue! Siga seus autores, escritórios, usuários favoritos e personalize seu stream.