Centro de Artes Visuais da Boise State University / HGA + Lombard Conrad

Centro de Artes Visuais da Boise State University / HGA + Lombard Conrad
© Paul Crosby
© Paul Crosby

© Paul Crosby © Paul Crosby © Paul Crosby © Paul Crosby + 32

  • Arquitetos: HGA, Lombard Conrad
  • Área Área deste projeto de arquitetura Área:  9070
  • Ano Ano de conclusão deste projeto de arquitetura Ano:  2019
  • Fotógrafo Fotografias:  Paul Crosby
  • Fabricantes Marcas com produtos usados neste projeto de arquitetura
    Fabricantes: Interface, Adobe, AutoDesk, Chaos Group, Draper, Enscape, Millennium Forms, Mohawk Flooring, NanaWall, Robert McNeel & Associates, Schweiss Designer Doors, Shaw, TerraCORE, US Ceramics, Wausau Window and Wall Systems
  • Arquitetos Responsáveis: Steven Dwyer, Rebecca Krull Kraling, Scott Henson e Casey Huse
  • Equipe De Design: Rebecca Krull Kraling (PIC-HGA); Steven Dwyer (PD–HGA); Scott Henson (PIC-L/C); Casey Huse (PA); Bob Kustra (BSU President); Kevin Satterlee (BSU/VP); Ann Wozniak (BSU/Dir.); Doug Suddreth (BSU/PM); Gary Reetz; David Wilson; William Herd; Elizabeth Henson; Paul Neuhaus; Jamie Milne-Rojek; Molly Eagan; Aaron Mullins; Dan Yudchitz; Alex Terzich; Jenna Johansson; Robert Johnson-Miller
  • Clientes: Departamento de Administração do Estado de Idaho, Secretaria de Obras Públicas
  • Engenharia Estrutural: KPFF Consulting Engineers, Inc.
  • Engenharia Mecânica: Musgrove Engineering, P.A.
  • Engenharia Elétrica: Eidam & Associates Consulting Engineers
  • Paisagismo: The Land Group, Inc.
  • Colaboradores: ESI Construction
Mais informações Menos informações
© Paul Crosby
© Paul Crosby

Descrição enviada pela equipe de projeto. As novas e modernas instalações do centro de artes visuais da Boise State University, ocupam mais de 9.000 m² e exemplificam o comprometimento da universidade com a arte. Localizado na extremidade oeste do campus, o centro foi idealizado pela universidade para criar um portal de acesso central e estabelecer um elo cultural entre o campus e a comunidade. O planejamento inclui disciplinas 2D e 3D, espaços reservados para crítica, galerias públicas para exposições, além de escritórios dedicados para a administração e o corpo docente. Três elementos programáticos principais compõem a volumetria do centro: os estúdios de arte estão situados em uma ala alta revestida de calcário com vidraças na parte norte que proporcionam uma vista ampla do Rio Boise e do centro da cidade; uma ala de dois andares revestida de aço inoxidável azul abriga a galeria de exposições; e um saguão altamente transparente e repleto de luz une as duas alas.

© Paul Crosby
© Paul Crosby
Implantação
Implantação
© Paul Crosby
© Paul Crosby

O foco da abordagem conceitual do local, da volumetria e da orientação do edifício é criar um portal de entrada para o campus, com a temática de “expor da arte” e sustentabilidade. O edifício foi planejado para que cada lateral do saguão enquadre um cenário artístico distinto, com o pátio das artes oeste prestando o importante papel de primeiro plano para o saguão e uma extensão programática da galeria de arte adjacente. O pátio das artes leste incorpora uma trama de diversas plantas, áreas sociais e locais para escultura. Iniciando na entrada do saguão, calçadas estendem-se a diversos locais do campus. Além de otimizar a luz setentrional nos estúdios, o plano do centro de artes visuais oferece acesso externo e áreas de atividades para cerâmica e escultura no primeiro piso.

© Paul Crosby
© Paul Crosby
Elevações Noroeste e Sudoeste
Elevações Noroeste e Sudoeste
© Paul Crosby
© Paul Crosby
© Paul Crosby
© Paul Crosby

Os quatro andares de estúdio reservados para aulas apresentam um espaço de crítica na ponta angular do edifício e, na extremidade oposta de cada andar, um espaço comunitário. No quinto andar, um parapeito elevado discretamente oculta os sistemas mecânicos e exaustores, adjacente a um ambiente fechado e acessível por elevador para os componentes mecânicos. Os cinco andares da ala angular que abrigam os estúdios apresentam revestimento de calcário com espessura de 0,6 mm (0,25”) sobre painéis colmeia, permitindo que a fachada acompanhe a curvatura do edifício. As vidraças estendem-se do teto ao chão para difundir uniformemente a luz boreal nos estúdios de arte e oferecer uma vista esplêndida do cenário montanhoso que cerca o centro. A galeria de exposição tem dois andares e traz um revestimento de aço inoxidável com aspecto visual dinâmico. A superfície variegada dos ladrilhos reflete a luz do sol e as suas variações de acordo com o horário e a estação do ano.

© Paul Crosby
© Paul Crosby

Na área comunitária do saguão, as vidraças amplas estendem-se do teto ao chão para reforçar a conexão transparente do campus com a comunidade—um farol acolhedor iluminado à noite. Desde a concepção do Center for the Visual Arts, a universidade idealizou um centro que ajudasse a elevar seu perfil regional e nacional. O projeto serve como um portal de entrada ao campus, acolhendo os alunos rumo às aulas e os membros da comunidade que percorrem a Capitol Boulevard. Com uma identidade nova e inspiradora, o edifício eleva as artes visuais da Boise State ao mesmo nível das instalações em instituições de liderança, criando um portal de acesso inconfundível ao campus e abrindo suas portas para o mundo.

© Paul Crosby
© Paul Crosby

Galeria do Projeto

Ver tudo Mostrar menos

Localização do Projeto

Endereço: 1910 W University Dr, Boise, ID 83725, Estados Unidos

Localização aproximada, pode indicar cidade/país e não necessariamente o endereço exato.
Sobre este escritório
HGA
Escritório
Cita: "Centro de Artes Visuais da Boise State University / HGA + Lombard Conrad" [Boise State University Center for the Visual Arts / HGA + Lombard Conrad] 18 Abr 2020. ArchDaily Brasil. Acessado . <https://www.archdaily.com.br/br/932102/centro-de-artes-visuais-da-boise-state-university-hga-plus-lombard-conrad> ISSN 0719-8906

¡Você seguiu sua primeira conta!

Você sabia?

Agora você receberá atualizações das contas que você segue! Siga seus autores, escritórios, usuários favoritos e personalize seu stream.