Car Park One / Elliott + Associates Architects

Car Park One / Elliott + Associates Architects

© Scott McDonald© Scott McDonald© Scott McDonald© Scott McDonald+ 12

  • Área Área deste projeto de arquitetura Área:  27770
  • Ano Ano de conclusão deste projeto de arquitetura Ano:  2008
  • Fotógrafo Fotografias:  Scott McDonald
  • Fabricantes Marcas com produtos usados neste projeto de arquitetura
    Fabricantes: Armstrong Ceilings, Corian® Design, DuPont, Acor, Acuity Brands, Bitec, Celotex, Contemporary Cabinets, Curries Company, Daltile, Formica, HAVER & BOECKER, Hager, Kawneer, LCN, Lithonia Lighting, Neotek, Schlage, Securitron, Sherwin-Williams, +3
  • Equipe De Projeto:Rand Elliott, Bill Yen, Miho Kolliopoulos, John Creach
  • Engenharia Civil:Johnson & Associates
  • Engenharia Estrutural:Walker Parking Consultants
  • Instalações:PSA Consulting Engineers
  • Iluminação:Smith Lighting Sales
  • Construtora:Smith & Pickel Construction
  • Cidade:Oklahoma City
Mais informaçõesMenos informações

Descrição enviada pela equipe de projeto. Geralmente, edifícios garagens servem apenas para cumprir um objetivo prático. O requisito é bastante simples. Muitas pessoas - ainda hoje - precisam de carro para ir trabalhar, e durante a jornada de trabalho, estes veículos precisam ficar estacionados em algum lugar que não a garagem de casa. Parece simples assim, mas não é exatamente isso que os arquitetos do Elliott + Associates Architects pensaram ao conceber o projeto do Car Park One em Oklahoma City, Estados Unidos.

A maioria de nós já entrou em um edifício garagem pelo menos uma vez na vida e, devemos concordar que, estes espaços não são nem um pouco interessantes, quem dera, atraentes. Para muitos de seus usuários, eles não passam de um mal necessário.

Pensando nisso, a Elliott + Associates decidiu reinventar o conceito de edifício garagem. Felizmente, o encargo deste projeto surgiu de um cliente pra lá de excepcional: Aubrey McClendon, CEO da Chesapeake Energy.

© Scott McDonald
© Scott McDonald

As mudanças já começam pelo nome: “Carpark”. A ideia proposta pela equipe de arquitetos, e que rapidamente foi aceita pelo cliente, procura transformar um simples edifício garagem em um “depósito de veículos”. Entretanto, este armazém, por assim dizer, foi concebido para ser algo completamente diferente da imagem que nos vem a mente quando pensamos no espaço interior de um edifício garagem. Os usuários destes tipos de edifícios geralmente os descrevem como escuros, sujos, baixos, confusos e cheirando a óleo diesel. Um lugar que definitivamente, não é nem um pouco atrativo.

Cientes disso, e focados em desenvolver um projeto funcional, seguro e acima de tudo, integrado ao campus da Chesapeake, os arquitetos conceberam o Car Park One, um modelo de edifício garagem que não apenas serve a um objetivo prático, mas que reflete os principais valores da empresa, agregando valor à qualidade ambiental do campus. Para a Chesapeake, cada edifício deve ser uma declaração positiva da imagem corporativa da empresa, tanto para seus funcionários quanto para as pessoas que visitam o novo campus em Oklahoma.

© Scott McDonald
© Scott McDonald

Ocupando toda uma quadra urbana, o Car Park One tem uma capacidade para armazenar até 791 veículos simultaneamente. Devido a sua escala monumental uma fachada predominantemente opaca, os arquitetos decidiram cobrir todas as fachada do edifício com uma malha de aço inoxidável extrudada. Com isso o edifício passou a ter um grau de abertura de até 25%, permitindo atender os índices de iluminação e ventilação natural exigidos pelo código de obras da cidade de Oklahoma. A qualidade reflexiva da estrutura da fachada proporciona ao edifício uma atmosfera etérea que parece se "dissolver" com o brilho do sol que aparece por aqui durante pelo menos 300 dias por ano. Os contornos do edifício parecem desaparecer a medida que a sua fachada reflete a luz do sol ao mesmo tempo que proporciona ótimas condições de iluminação dos espaços interiores. Durante o pôr do sol, desde a fachada oeste é possível observar por entre a trama de aço o momento mágico em que a luz amarela do sol adquire uma tonalidade laranja, passando pelo violeta até o preto profundo no cair da noite. 

Uma característica única do inovador sistema de fachada do Car Park One são os montantes de fixação da pele de aço, elementos que ultrapassam a superfície dos painéis de aço nas fachadas leste e sul. Essas extensões de 1,20 metros criam sombras lineares que variam de acordo com o movimento do sol durante o dia.

Em um esforço para “dialogar” com os outros edifícios do campus, paredes de alvenaria foram incorporadas no projeto de forma a complementar as amplas aberturas criadas para atender os critérios de iluminação definidos pelo código de obras local. Para a construção destas paredes foram utilizados tijolos de 20 x 20 x 20 cm a base de argila e de cor similar aos tijolos utilizados nos outros edifícios do campus. Além de preservar a integridade visual do conjunto de edifícios, o projeto do Car Park One proporciona um contraste bem vindo para a arquitetura do campus. 

É comum ouvir histórias de pessoas que se perdem em edifícios garagens desconhecidos procurando o carro alugado que mal sabem como se parece. O projeto de sinalização e orientação visual são fundamentais para que as pessoas possam se deslocar com facilidade por espaços como este. Propositadamente decidimos colocar o elevador de frente para o campus, inserindo aberturas para que os visitantes possam se localizar dentro do conjunto de edifícios de Chesapeake. Estes janelas panorâmicas também adicionam um pouco de movimento à experiência. Para aqueles que preferem ir de escadas, elas se encontram justo ao lado da caixa de elevadores.

© Scott McDonald
© Scott McDonald

Desta maneira, as escadas foram concebidas para cumprir mais do que apenas uma função prática, proporcionando que os visitantes memorizem a posição do edifício no interior do campus. As cores fluorescentes que definem os andares do edifício garagem também foram incorporados nas escadas, enfatizando a conexão cor-nível que facilita a localização do percurso e destino dos usuários.

Pensando em reinventar o conceito de edifício garagem, ou pelo menos a maneira como ele é visto desde fora, procuramos ocultar os veículos dos eixos visuais no nível da rua - ainda que seja um edifício altamente transparente. Incorporando uma série de muretas de concreto com 1,20 metros de altura na borda externa de cada pavimento, logramos bloquear a visão dos carros no nível da rua. Nosso principal objetivo foi transformar a imagem preconcebida de um edifício garagem, criando uma arquitetura singela que suaviza a presença desta monumental estrutura no interior do campus. Podemos dizer que estamos felizes com o resultado alcançado.

O paisagismo é outro elemento fundamental neste projeto. A escala monumental do edifício exigia a inserção de uma segunda camada de amortecimento, um espaço de transição capaz de humanizar e integrar o volume ao ambiente do campus. Com um novo edifício garagem centralizado, as pessoas agora caminham mais pelo campus, observando como as folhagens das árvores mudam de cor ao longo das estações.

© Scott McDonald
© Scott McDonald

Como o Chesapeake é um campus corporativo, as pessoas que o frequentam vem aqui todos os dias. Queríamos fazer deste local uma experiência que valha a pena ser lembrada. Recebidos com dizeres como “Bem-vindo de volta” ou “Tenha um ótimo dia”, esta ideia é levada aos quatro cantos do campus. Todas as superfícies interiores são pintadas de branco e a altura do pé direito livre no interior da garagem é de quase três metros. A sinalização dos pavimentos é colorida e ousada, assim como a iluminação fluorescente que guia os visitantes ao longo do percurso.

Finalmente, quando as pessoas estão prestes a sair do edifício, mais uma grata surpresa: um átrio iluminado que além de contribuir com uma melhor ventilação natural dos espaços interiores, cria um gradiente colorido a medida que atravessa tosa a altura do edifício refletindo as suas cores características de cada pavimento. É difícil esquecer em que cor, ou melhor, em que pavimento você estacionou o seu carro. E com certeza você vai querer voltar aqui mais de uma vez.

Missão cumprida.

Quem foi que disse que um edifício garagem não pode ser agradável?

Galeria do Projeto

Ver tudoMostrar menos

Localização do Projeto

Endereço:Oklahoma City, OK, Estados Unidos

Clique para abrir o mapa
Localização aproximada, pode indicar cidade/país e não necessariamente o endereço exato.
Sobre este escritório
Cita: "Car Park One / Elliott + Associates Architects" [Car Park One / Elliott + Associates Architects] 20 Dez 2019. ArchDaily Brasil. Acessado . <https://www.archdaily.com.br/br/930164/car-park-one-elliott-plus-associates-architects> ISSN 0719-8906

¡Você seguiu sua primeira conta!

Você sabia?

Agora você receberá atualizações das contas que você segue! Siga seus autores, escritórios, usuários favoritos e personalize seu stream.