Sede de operações portuárias em Motril / Fresneda & Zamora Arquitectura

Sede de operações portuárias em Motril / Fresneda & Zamora Arquitectura

© Javier Callejas© Javier Callejas© Javier Callejas© Javier Callejas+ 29

  • Área Área deste projeto de arquitetura Área:  456
  • Ano Ano de conclusão deste projeto de arquitetura Ano:  2019
  • Fotógrafo Fotografias:  Javier Callejas
  • Fabricantes Marcas com produtos usados neste projeto de arquitetura
    Fabricantes: Knauf, AutoDesk, Isover, Laminex, SGG CLIMALIT, Signify
  • Arquitetos Responsáveis:Antonio Luís García-Fresneda Hdez, Juan Manuel Zamora Malagón, Antonio Jesús Jiménez Quesada
  • Equipe:Palma Pajarón, Néstor Cruz, María Martínez
  • Clientes:Autoridad Portuaria de Motril
  • Engenharia:Juan Fernández Cañedo
  • Colaboradores:Francisco Campos Fernández, Director de Obra
  • Cidade:El Varadero
  • País:Espanha
Mais informaçõesMenos informações
© Javier Callejas
© Javier Callejas

Descrição enviada pela equipe de projeto. Em 2017, a Autoridade Portuária de Motril anunciou um concurso para a nova Sede de Operações Portuárias da Polícia Nacional, a fim de controlar as atividades realizadas no Porto. A localização proposta, entre navios de pesca e a poucos metros do Mediterrâneo, é estratégica como ponto de controle. Essa posição, juntamente com a proximidade das águas subterrâneas, faz com que o projeto seja concebido como uma soma de decisões arquitetônicas e energéticas para alcançar um edifício com consumo zero de energia. O partido do projeto parte da estratégia de preencher o canto e esvaziar o interior, com um sistema de pátios que atuam como reguladores térmicos e contribuem para a qualidade da luz do interior e sua permeabilidade ao exterior.

© Javier Callejas
© Javier Callejas
Plantas
Plantas

A imagem exterior e interior do edifício é fortemente caracterizada pela nudez de seus materiais, que têm a razão de ser em sua capacidade construtiva e energética. Do lado de fora, panos vitrificados grandes com persianas são configurados entre volumes limpos de pedra. No interior, as paredes de tijolos brancos, tetos e pisos de concreto são materiais de grande inércia, elementos ativos do clima do edifício e que transmitem energia progressivamente para o interior.

© Javier Callejas
© Javier Callejas

Todas essas decisões construtivas do edifício estão intimamente relacionadas ao seu conceito de energia NZB (Near Zero Building), a meta do consumo zero de energia. A abordagem de energia projetada para o edifício é baseada na premissa de máxima eficiência em sistemas de produção e recuperação de energia com insumos de energia renovável. Um sistema geotérmico tira proveito da existência de água subterrânea acessível no subsolo, garantindo um sistema de alta eficiência de ar condicionado e produção de água quente sanitária através de uma bomba geotérmica. Em relação a energia solar fotovoltaica, é avaliada a superfície projetada do telhado para estacionamentos cobertos, com a instalação de um campo solar fotovoltaico integrado no projeto arquitetônico.

© Javier Callejas
© Javier Callejas

Tudo isso suportado por um processo geral de envelope ativo. Um sistema de inércia projetado a partir de uma arquitetura na qual a troca de energia entre o ambiente interior do edifício e o subsolo é facilitada, enquanto é isolada do ambiente externo. Um sistema de construção de envelope duplo é projetado, tanto em elementos verticais quanto horizontais, capaz de armazenar a energia do ar condicionado e criar um circuito que a transmite progressivamente para o ambiente interior, aproveitando a inércia térmica dos materiais.

© Javier Callejas
© Javier Callejas

A troca é produzida por inércia, para que o salto térmico entre o ambiente com ar condicionado e o fluido do ar condicionado (ar no compartimento duplo) seja atenuado, atingindo um desempenho muito alto da instalação. Precisamos de muito pouca energia para temperar esse ar de recirculação. Com este sistema de envelope ativo, ocorre a desconexão do ambiente interior com o exterior no nível de energia, e é alcançado um "edifício caverna".

© Javier Callejas
© Javier Callejas
Diagramas: Circulação e Construção
Diagramas: Circulação e Construção
© Javier Callejas
© Javier Callejas

Galeria do Projeto

Ver tudoMostrar menos

Localização do Projeto

Endereço:Agregado Puerto, 41, 18613 El Varadero, Granada, Espanha

Clique para abrir o mapa
Localização aproximada, pode indicar cidade/país e não necessariamente o endereço exato.
Sobre este escritório
Cita: "Sede de operações portuárias em Motril / Fresneda & Zamora Arquitectura" [Sede de operaciones portuarias en Motril / Fresneda & Zamora Arquitectura] 14 Nov 2019. ArchDaily Brasil. Acessado . <https://www.archdaily.com.br/br/928154/sede-de-operacoes-portuarias-em-motril-fresneda-and-zamora-arquitectura> ISSN 0719-8906

¡Você seguiu sua primeira conta!

Você sabia?

Agora você receberá atualizações das contas que você segue! Siga seus autores, escritórios, usuários favoritos e personalize seu stream.