Residência Westridge / Miró Rivera Architects

Residência Westridge / Miró Rivera Architects

Cortesia de Miró Rivera ArchitectsCortesia de Miró Rivera ArchitectsCortesia de Miró Rivera ArchitectsCortesia de Miró Rivera Architects+ 14

  • Área Área deste projeto de arquitetura Área:  660
  • Fabricantes Marcas com produtos usados neste projeto de arquitetura
    Fabricantes: Lutron, AutoDesk, Belfer, Benjamin Moore, Berridge, Caesarstone, Concept Surfaces, Dasal, Dayolite, Delta Light, Duravit, Eureka Lighting, Fleetwood, Grohe, Ikea, Interceramic, KitchenAid, Kohler, Kolbe, Lightolier, +17
  • Arquitetos Responsáveis:Juan Miró, FAIA; Miguel Rivera, FAIA
  • Equipe De Projeto:Ken Jones, AIA; Lilliana Fields; Matthew Helveston
  • Empreiteira:Miró Rivera Architects (MR+)
  • Engenharia:JM Structural Engineering
  • Paisagismo:Environmental Survey Consulting
  • Iluminação:ArcLight Design
  • Cidade:Austin
Mais informaçõesMenos informações
Cortesia de Miró Rivera Architects
Cortesia de Miró Rivera Architects

Descrição enviada pela equipe de projeto. A Residência Westridge representa a intersecção entre um projeto inspirador e uma sustentabilidade excepcional. Construída para uma família de quatro pessoas, o projeto foca em duas estruturas compactas - uma casa principal e um anexo individual com um apartamento de hóspedes - ligadas por uma treliça de vergalhões suspensos em uma curva natural catenária. A casa foi pensada para promover uma vida harmoniosa, com a intenção de criar um espaço onde a interação com o ambiente externo é central na vida cotidiana. Situada na parte mais plana de um terreno inclinado e arborizado, a residência desfruta de luz natural e de uma grande sensação de abertura. Cada espaço foi projetado para ter uma conexão única com a parte de fora: grandes janelas em todos os ambientes, um deck protegido no pavimento superior e um amplo deck externo ladeado pela piscina e pelo gramado.

Cortesia de Miró Rivera Architects
Cortesia de Miró Rivera Architects

A casa principal contém uma área de estar / jantar / cozinha aberta e uma suíte master no térreo. Portas de correr de altura total na sala de estar aberta e uma lareira suspensa e rotativa permitem que a lateral da casa de frente para o deque seja completamente aberta para o exterior. Uma escada de madeira canária leva ao andar superior, que abriga dois quartos, uma sala de jogos com cozinha compacta, uma pequena sala de mídia, espaço para exercícios / meditação (conversível em outro quarto) e um deque ao ar livre com vista para a paisagem inclinada. Os tetos altos criados pela linha curva do telhado permitiram a adição de um pequeno espaço de loft acessado por uma escada em um dos quartos das crianças.

Corte
Corte

A casa de hóspedes anexa representa um modelo para incorporar perfeitamente as unidades de suítes secundárias (ADUs na sigla em inglês para "accessory dwelling units") no planejamento e projeto arquitetônico. O pavimento inferior possui uma garagem ao ar livre, oficina e um espaço de armazenamento. Uma escada de aço com degraus de Ipei leva a um escritório dentro da casa e um apartamento com banheiro e cozinha compacta. O sistema mecânico da unidade é separado da casa principal, permitindo o uso mínimo de energia quando está desocupada. Os dois volumes estão ligados por um deck de Ipei paralelo a uma piscina de 10 metros de comprimento. O "dog trot" resultante que separa as duas estruturas permite vistas que atravessam a casa para a encosta íngrime e arborizada, além de permitir que a família aprecie a vista para a piscina, deck e um pequeno gramado de espécie nativa.

Cortesia de Miró Rivera Architects
Cortesia de Miró Rivera Architects

As dependências gerais da casa abrangem o recurso mais diferenciado desse projeto: uma cobertura de vergalhão de 1/2 ", espaçados de perto, que dão sombra aos espaços ao ar livre, enquanto visualmente completam as linhas curvas dos telhados das casas principal e de hóspedes. O aço reaparece na churrasqueira embutida e na borda de uma série de estruturas para vegetação que descem até a entrada da garagem e o portão de entrada. A casa está localizada em South Austin, em um terreno de grande declive e densa cobertura arbórea. O longo eixo do projeto acompanha os contornos do lote, permitindo ter uma mínima intervenção na paisagem existente e se valendo de uma fundação profunda para criar um embasamento funcional que é utilizado para armazenamento e como lavanderia. Tomando vantagem de um grande lote, uma trilha de 400 metros desce da casa, passando por uma fonte e piscina de calcário e serpenteando por uma floresta de olmos, pradarias remanescentes e cânions.

Planta - Primeiro Pavimento
Planta - Primeiro Pavimento

Sustentabilidade

Comparada ao padrão energético apresentado por um estudo de caso, a residência utiliza 22% energia anualmente. Um sistema fotovoltaico na cobertura com 6.8 quilowatts gera quase 40% do total de consumo anual energético da casa. A casa faz uso extensivo de iluminação LED de baixa tensão no interior, enquanto as luminárias externas são projetadas para reduzir a poluição luminosa. Um campo de circuito geotérmico composto por cinco poços de 250 pés de profundidade corresponde a cinco toneladas de carga de aquecimento e resfriamento. O deck que liga as duas estruturas oculta cinco tanques de armazenamento de água da chuva de 2.000 galões. A água da chuva coletada é usada para irrigação e para compensar a perda por evaporação sazonal na piscina. Uma abordagem paisagística que utiliza mais de 100 espécies nativas foi escolhida para complementar e enriquecer as espécies nativas da pradaria e da floresta do local de 1,3 acres.

Cortesia de Miró Rivera Architects
Cortesia de Miró Rivera Architects

Todas as plantas invasoras foram substituídas por espécies nativas, enquanto as comunidades vegetais nativas existentes foram mantidas e aprimoradas. Uma parte significativa do local que se estende de norte a sul descendo da casa é um campo de bio-filtração que naturalmente retém e/ou filtra a água da chuva enquanto envereda em direção a um riacho próximo. Como construtores, os arquitetos trabalharam para desenvolver um plano de gerenciamento de resíduos para tratar do descarte de materiais não utilizados e de qualquer resíduo produzido no local. No final, 83% do peso dos resíduos da construção foram reciclados ou recuperados. Para minimizar o impacto ambiental, foram tomadas medidas para garantir que nenhum material perigoso fosse usado na construção da residência. Todas as tintas para paredes e tetos internos continham 10 g/l ou menos de compostos orgânicos voláteis (COV), e a maioria deles não continha. O isolamento também não possui adição de formaldeído.

Galeria do Projeto

Ver tudoMostrar menos
Sobre este escritório
Cita: "Residência Westridge / Miró Rivera Architects" [Westridge Residence / Miró Rivera Architects] 04 Nov 2019. ArchDaily Brasil. Acessado . <https://www.archdaily.com.br/br/927661/residencia-westridge-miro-rivera-architects> ISSN 0719-8906

¡Você seguiu sua primeira conta!

Você sabia?

Agora você receberá atualizações das contas que você segue! Siga seus autores, escritórios, usuários favoritos e personalize seu stream.