Escola Enrico Fermi / BDR bureau

Escola Enrico Fermi / BDR bureau

© Simone Bossi© Simone Bossi© Simone Bossi© Simone Bossi+ 46

  • Arquitetos: BDR bureau
  • Área Área deste projeto de arquitetura Área:  5069
  • Ano Ano de conclusão deste projeto de arquitetura Ano:  2019
  • Fotógrafo Fotografias:  Simone Bossi
  • Fabricantes Marcas com produtos usados neste projeto de arquitetura
    Fabricantes: Infiniti, Pedrali, VS America
  • Planejamento Estrutural E Executivo:Sintecna srl
  • Consultoria Mecânica E Elétrica:Proeco ss
  • Consultoria Sustentabilidade E Acústica:Onleco srl
  • Supervisão De Construção:Sintecna srl
  • Direção De Arte:BDR bureau
  • Gestor De Projeto:FCA Partecipazioni S.p.A
  • Cidade:Torino
  • País:Itália
Mais informaçõesMenos informações
© Simone Bossi
© Simone Bossi

Descrição enviada pela equipe de projeto. O edifício da escola existente, construído na década de 1960 no distrito de Nizza Millefonti, entre a antiga área industrial de Lingotto e o rio Po, na região sudeste de Turim, foi ampliado e foi repensado funcionalmente. As novas necessidades educacionais - com as quais a escola se torna parte integrante da comunidade e se funde com o tecido urbano - representam o futuro da educação e da arquitetura para a escola italiana.

© Simone Bossi
© Simone Bossi
Planta - térreo
Planta - térreo
© Simone Bossi
© Simone Bossi

A Escola Fermi, uma instituição de ensino médio, abre-se à esfera urbana através da reorganização de suas entradas e de seus espaços externos. A parte posterior do prédio existente se torna a grande e nova entrada principal, moldando um espaço verde enquanto se desdobra no bairro e enfatiza o conceito de escola comunitária. O térreo é uma extensão do espaço público: integrando uma série de serviços abertos a todos como academia, biblioteca, auditório e lanchonete.

© Simone Bossi
© Simone Bossi

A BDR bureau opera principalmente por adição: uma nova estrutura de aço que cria um envelope habitado onde os terraços são parte integrante do programa de ensino, abraçando novos espaços conectivos e funcionam como um escudo passivo. A modularidade da nova estrutura representa uma espinha dorsal completada por uma rede de metal que destaca a permeabilidade visual e a relação com o exterior. A composição da estrutura também é repetida no edifício antigo, cujas fachadas são tratadas com gesso criando variações de profundidade.

© Simone Bossi
© Simone Bossi
Cortesia de BDR bureau
Cortesia de BDR bureau

As novas fachadas frontais e as voltadas para os pátios mantêm grandes janelas que melhoram a relação entre os diferentes volumes e os espaços ao ar livre, trazendo novo significado ao layout original. O térreo foi projetado como um centro cívico, onde as diferentes funções são reunidas no átrio, diretamente conectadas ao jardim e às duas entradas. O átrio se estende até os andares superiores graças a um elemento vertical, uma escada que evoca a linguagem arquitetônica externa. O ambiente flexível da biblioteca e do auditório, a cafeteria e a academia completam os espaços públicos no térreo.

© Simone Bossi
© Simone Bossi

Nos dois pavimentos superiores, o átrio acomoda espaços recreativos e coletivos, enquanto as atividades educacionais são organizadas em grupos - unidades espaciais compostas por salas de aula, vestiários, serviços e espaços informais de aprendizagem. As salas de aula tornam-se o ponto de encontro e a ligação entre o interior e o exterior, mantendo uma conexão visual com o espaço comum e dando acesso aos terraços. Assim como nas escolas en plein air experimentais, atividades educacionais e recreativas acontecem ao ar livre. Nesses espaços abertos, as áreas verdes e o diálogo com a paisagem circundante incentivam alunos e professores a se conhecerem e trocarem ideias em suas atividades diárias, agregando grande valor ao ensino.

Cortesia de BDR bureau
Cortesia de BDR bureau

O projeto de planejamento compartilhado com a comunidade também traz uma ambição explícita e mais elevada: “estabelecer o padrão construindo de uma escola no sentido pedagógico e educacional”. Ao mesmo tempo, a inovação da estrutura da escola e a inclusão de novos elementos arquitetônicos e espaciais tornam a escola Fermi por BDR bureau um estudo de caso, um modelo replicável para a requalificação do patrimônio da construção escolar.

© Simone Bossi
© Simone Bossi
© Simone Bossi
© Simone Bossi

Galeria do Projeto

Ver tudoMostrar menos

Localização do Projeto

Endereço:Via Giulio Biglieri, 19, 10126 Torino TO, Itália

Clique para abrir o mapa
Localização aproximada, pode indicar cidade/país e não necessariamente o endereço exato.
Sobre este escritório
Cita: "Escola Enrico Fermi / BDR bureau" [Enrico Fermi School / BDR bureau] 15 Nov 2019. ArchDaily Brasil. Acessado . <https://www.archdaily.com.br/br/925923/escola-enrico-fermi-bdr-bureau> ISSN 0719-8906

¡Você seguiu sua primeira conta!

Você sabia?

Agora você receberá atualizações das contas que você segue! Siga seus autores, escritórios, usuários favoritos e personalize seu stream.