Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos

Casa do Monte / Leopold Banchini + Daniel Zamarbide

Casa do Monte / Leopold Banchini + Daniel Zamarbide

© Dylan Perrenoud Cortesia de Leopold Banchini Architects © Dylan Perrenoud Cortesia de Leopold Banchini Architects + 58

Lisboa, Portugal
  • Área Área deste projeto de arquitetura Área:  200.0
  • Ano Ano de conclusão deste projeto de arquitetura Ano:  2019
  • Fotógrafo Fotografias:  Dylan Perrenoud
  • Fabricantes Marcas com produtos usados neste projeto de arquitetura
    Fabricantes: AutoDesk, Tailor made and painted locally in Lisbon
© Dylan Perrenoud
© Dylan Perrenoud

Descrição enviada pela equipe de projeto. Fundada em 1147 pelos Agostinianos e reconstruída após o terramoto de 1755, a capela de Nossa Senhora do Monte domina a cidade de Lisboa. O bairro popular construído em torno deste patrimônio histórico se agarra à encosta íngreme. Acessível apenas a partir de escadas estreitas, muitas casas foram abandonadas ao longo dos anos.

© Dylan Perrenoud
© Dylan Perrenoud

Um edifício em ruínas foi reconstruído para hospedar o lar de uma família no nível das árvores. O ritmo regular das aberturas históricas na fachada branca do edifício é preservado, mas os interiores são esculpidos para criar volumes maiores e brincar com a luz e as vistas. Os espaços de pé-direito duplo permitem a respiração e a comunicação entre os andares, gerando um espaço fluido e indivisível.

Plantas
Plantas

A casa foi construída com materiais simples e rústicos. A estrutura de concreto mineral é deixada exposta. Mármore branco e rosa local da pedreira de Estremoz é o único material usado para os interiores. Grandes superfícies de pedra sólida criam paredes, pisos e prateleiras, reduzindo os detalhes ao mínimo. Cortinas de tecido leve são usadas para divisões visuais e intimidade.

Cortesia de Leopold Banchini Architects
Cortesia de Leopold Banchini Architects
© Dylan Perrenoud
© Dylan Perrenoud

Em cada andar, um núcleo central atende às necessidades elementares: camas, chuveiros, cozinha, equipamentos. Um espaço de estar amplo e fluido circunda os núcleos, evitando divisões e permitindo múltiplos usos, de forma modular. Grandes portas de correr de madeira permitem separar temporariamente os volumes e criar quartos fechados quando necessário. A lareira montada no mármore curvo do piso térreo aquece o núcleo de pedra em cada andar.

Cortesia de Leopold Banchini Architects
Cortesia de Leopold Banchini Architects

No nível inferior, um pátio contido e sombreado oferece um ambiente externo colorido aberto para o céu de Lisboa. As paredes do pátio são revestidas com azulejos tradicionais produzidos localmente. Uma única escada em espiral liga os pavimentos e chega ao terraço na cobertura.

Cortes
Cortes

Cercado pelas águas azuis da piscina, o plano de mármore branco oferece uma vista panorâmica da paisagem urbana aparentemente interminável. Três pinheiros, relembrando os que foram plantados pelos monges em frente à capela de Nossa Senhora do Monte, oferecem sombra durante as horas quentes do dia.

Cortesia de Leopold Banchini Architects
Cortesia de Leopold Banchini Architects

Galeria do Projeto

Ver tudo Mostrar menos
Sobre este escritório
Cita: "Casa do Monte / Leopold Banchini + Daniel Zamarbide" [Casa do Monte / Leopold Banchini + Daniel Zamarbide] 27 Jul 2019. ArchDaily Brasil. Acessado . <https://www.archdaily.com.br/br/921248/casa-do-monte-leopold-banchini-plus-daniel-zamarbide> ISSN 0719-8906

¡Você seguiu sua primeira conta!

Você sabia?

Agora você receberá atualizações das contas que você segue! Siga seus autores, escritórios, usuários favoritos e personalize seu stream.