Prédio na Travessa Alferes Malheiro / Franca Arquitectura

Prédio na Travessa Alferes Malheiro / Franca Arquitectura

© Pedro Bruschy© Pedro Bruschy© Pedro Bruschy© Pedro Bruschy+ 42

  • Área Área deste projeto de arquitetura Área:  909
  • Ano Ano de conclusão deste projeto de arquitetura Ano:  2018
  • Fotógrafo Fotografias:  Pedro Bruschy, Luís Cavaleiro
  • Fabricantes Marcas com produtos usados neste projeto de arquitetura
    Fabricantes: Trespa Brasil, Extrusal, Gyptec, Kerion, Primus Vitória, Tintas CIN, Vescom
  • Promotor:Rambras Imobiliária
  • Projeto De Estruturas, Instalações Hidráulicas E Acústico:ASPP – Engenheiros
  • Projetos De Instalações Elétricas:Sousa Marques, Engenharia
  • Projetos De Telecomunicações:Sousa Marques, Engenharia
  • Projeto De Segurança Contra Incêndios:Sousa Marques, Engenharia
  • Projetos De Avac, Gás E Térmica:Enes Coord
  • Empreiteiro Geral:Atlântinivel, Engenharia e Construção
  • Fiscalização:Eng. Francisco Neto
  • Design Gráfico:Ana da Franca, Marcelo Bernardo
  • Equipe De Projeto:Ana da Franca, Guilherme Gil, Inês Pinheiro Torres, Joana Menezes
  • Cidade:Porto
  • País:Portugal
Mais informaçõesMenos informações
© Luís Cavaleiro
© Luís Cavaleiro

Descrição enviada pela equipe de projeto. A Travessa Alferes Malheiro, que se inicia no Largo Tito Fontes, vai-nos apresentando o centro da cidade, passo a passo, quase que num suspense sereno, mas hipnotizante. O ponto visual a sul recorta um skyline encimado pela torre da Trindade, parecendo que o centro se deita a seus pés e fazendo-nos esquecer as adulterações urbanísticas e arquitetônicas que sofreu ao longo das últimas décadas, onde co-habitam rupturas e interpretações da arquitetura tradicional. Arquitetonicamente, com a recuperação da fachada existente e com a proposta de volumetria, contribui-se para a consolidação do carácter da rua, para a valorização da cércea existente, do remate do gaveto em questão e a afirmação do alinhamento dominante.

© Pedro Bruschy
© Pedro Bruschy

A grande alteração prende-se com a ampliação de pisos (edifício norte com rés-do-chão mais três e edifício sul com rés-do-chão mais dois), redesenhando a fachada virada para a rua, e subindo a cércea para a mesma altura do edifício adjacente. Em relação aos parâmetros programáticos, foi-nos solicitada a manutenção da tipologia habitacional, agora de carácter colectivo, reorganizando-a espacialmente e dividindo-a pelo número de fracções que nos permitissem um equilíbrio formal e volumétrico. Resultaram nove apartamentos distribuídos em dois edifícios - norte e sul. Complementou-se esse requisito, com a renovação nos acabamentos e a atualização na infra-estruturação, com preocupação ecológica e de eficiência ambiental.

© Pedro Bruschy
© Pedro Bruschy
Corte
Corte
© Pedro Bruschy
© Pedro Bruschy

O desenho estudado para as fachadas ventiladas do volume norte, de inspiração nos mosaicos hidráulicos antigos, ofereceu a forte personalidade ao conjunto e definiu, sem ruptura, a construção e a reabilitação. Resulta a repetição de um painel de material fenólico perfurado de forma a sombrear e oferecer a estética do pormenor. O segundo corpo construído traz um impacto visual reduzido, não só pela sua volumetria como pelo sistema construtivo adotado, o betão à vista, que permite uma boa articulação com os muros graníticos existentes.

© Pedro Bruschy
© Pedro Bruschy

Incrementamos a área de espaço verde, mantendo os pátios existentes ajardinados a sul do edifício norte, criando espaços exteriores do edifício sul e a implantação de varandas e de terraços. Em termos interiores, executaram-se espaços alegres, iluminados, que vivem do pormenor e da individualidade de cada apartamento. A ideia inicial de enfatizar o betão à vista, pareceu-nos ideal na transposição do exterior/ interior, ganhando protagonismo em todas as superfícies dos acessos públicos e na maioria dos tectos dos apartamentos. Na caixa de escada distribuidora, o betão contrasta com as portas verdes e as placas que denominam os apartamentos, com um objectivo de humanizar o percurso, torná-lo contínuo com a cidade, ligá-lo à morada.

© Pedro Bruschy
© Pedro Bruschy

Todos os interiores foram decorados de forma simples, sem serem naïfs e pretende-se que, para além de constituírem um lar, sejam originais nas peças divertidas e com alguns toques vintage. Saliente-se os resultados positivos alcançados com a solução energética adotada: no edifício norte, o duplo isolamento pelo exterior e pelo interior permitiu obter uma inércia térmica e uma barreira acústica de excelente qualidade. O edifício sul, em betão à vista, não admitia fazer o isolamento pelo exterior e, portanto, foi adotada a solução de barreira interior em cortiça.

© Pedro Bruschy
© Pedro Bruschy

Galeria do Projeto

Ver tudoMostrar menos

Localização do Projeto

Endereço:Tv. Alferes Malheiro 63, 4000-126 Porto, Portugal

Clique para abrir o mapa
Localização aproximada, pode indicar cidade/país e não necessariamente o endereço exato.
Sobre este escritório
Cita: "Prédio na Travessa Alferes Malheiro / Franca Arquitectura" 28 Jun 2019. ArchDaily Brasil. Acessado . <https://www.archdaily.com.br/br/919848/predio-na-travessa-alferes-malheiro-franca-arquitectura> ISSN 0719-8906

¡Você seguiu sua primeira conta!

Você sabia?

Agora você receberá atualizações das contas que você segue! Siga seus autores, escritórios, usuários favoritos e personalize seu stream.