Complexo residencial: três residências + pavilhão multiuso / longo+roldán

Complexo residencial: três residências + pavilhão multiuso / longo+roldán

© Marcos Morilla© Marcos Morilla© Marcos Morilla© Marcos Morilla+ 26

  • Área Área deste projeto de arquitetura Área:  3326
  • Ano Ano de conclusão deste projeto de arquitetura Ano:  2017
  • Fotógrafo Fotografias:  Marcos Morilla
  • Fabricantes Marcas com produtos usados neste projeto de arquitetura
    Fabricantes: Grato, Griesser, Inalco, Porcelanosa Grupo, Rimadesio
  • Empreiteiro:José Raimundo Piedra
  • Cálculo Estrutural:Estática Ingeniería y Estructuras
  • Cálculo Instalações:R.G. Ingeniería
  • Construtora:Dragados
  • Cidade:Gijón
  • País:Espanha
Mais informaçõesMenos informações
© Marcos Morilla
© Marcos Morilla

Descrição geral

O projeto encontra-se em um bairro residencial de baixa densidade de edificações, onde convivem residências unifamiliares de construção recente com antigos palacetes que ainda conservam seus belos jardins de árvores centenárias. O cliente havia comprado sete terrenos adjacentes e desejava construir neles três casas, uma para si mesmo e outras para cada um de seus dois filhos.

© Marcos Morilla
© Marcos Morilla
Plantas - Subsolo + Elevações
Plantas - Subsolo + Elevações
© Marcos Morilla
© Marcos Morilla

A primeira decisão de projeto depois de visitar o entorno foi situar as edificações no limite norte do lote, não só por ser a parte mais elevada e oferecer magníficas vistas, mas também para liberar o máximo possível de área mais ensolarada e na mesma cota do pavilhão multiuso. Cada construção ocupa seu próprio terreno, mas não existe nenhum tipo de divisão física entre elas, pelo contrário, ela
s se conectam no subsolo pela garagem, de tal forma que se cria um acesso único de automóveis no conjunto. O terreno é portanto entendido como um todo, e é tratado mais como um parque do que como jardins individuais.

© Marcos Morilla
© Marcos Morilla

Conceito: Contexto e estratégia

Como projetar um complexo residencial dotado de espaços comuns de ócio mas que preserve a intimidade de cada unidade familiar? Como projetar três residências que reflitam o caráter de seus habitantes mas conservando uma unidade formal? E como convencer um cliente com um alto poder aquisitivo a evitar seguir as tendências arquitetônicas?

© Marcos Morilla
© Marcos Morilla

A passagem subterrânea que "costura" o complexo residencial funciona como embasamento para os volumes emergentes das residências, bastante simples, sem estridências, buscando uma imagem atemporal. Usando o mesmo material para as fachadas, pedra natural, mas em diversas tonalidades que vão do branco ao preto, se consegue uma unidade para o conjunto, mas assinalando a identidade diferenciada de cada edificação. Os espaços internos são generosos, ainda que desde fora as casas pareçam menores do que realmente são, dado que só se percebem dois andares, o térreo destinado a atividades diurnas, e a área superior da noite. Um terceiro pavimento, embaixo da linha do terreno, é profusamente iluminado por meio de pátios ingleses, tratados como jardins ocultos privados.

© Marcos Morilla
© Marcos Morilla
Plantas - Térreo e Primeiro Pavimento + Elevações
Plantas - Térreo e Primeiro Pavimento + Elevações
© Marcos Morilla
© Marcos Morilla

Construção: materiais e estrutura

O espaço comum compartilhado, o pavilhão multiuso, se localiza sob uma mesma laje de concreto coberta pela vegetação, diluindo assim os limites entre o natural e o construído, em um jogo entre tectônico e estereotômico. A cobertura vegetal em continuidade com o terreno, não só integra a edificação ao entorno e minimiza a altura sobre a cota natural do mesmo, mas também supõe uma economia energética por sua capacidade de isolamento. Os três volumes das casas são bastante compactos, com esse mesmo propósito de sustentabilidade, e têm fachadas envidraçadas na orientação sul para aproveitar a radiação solar e a luz natural, enquanto aquelas orientadas ao norte são essencialmente cegas. Utiliza-se além disso um sistema geotérmico para fornecer energia renovável.

© Marcos Morilla
© Marcos Morilla

Galeria do Projeto

Ver tudoMostrar menos
Sobre este escritório
Cita: "Complexo residencial: três residências + pavilhão multiuso / longo+roldán" [Complejo residencial: tres viviendas + pabellón usos múltiples / longo+roldán] 17 Abr 2019. ArchDaily Brasil. Acessado . <https://www.archdaily.com.br/br/913887/complexo-residencial-tres-residencias-plus-pavilhao-multiuso-longo-plus-roldan> ISSN 0719-8906

¡Você seguiu sua primeira conta!

Você sabia?

Agora você receberá atualizações das contas que você segue! Siga seus autores, escritórios, usuários favoritos e personalize seu stream.