Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos
  1. ArchDaily
  2. Projetos
  3. Hospital
  4. China
  5. GLA
  6. 2018
  7. Hospital de Medicia Chinesa Weihai / GLA

Hospital de Medicia Chinesa Weihai / GLA

  • 17:00 - 14 Março, 2019
  • Curadoria de 韩爽 - HAN Shuang
  • Traduzido por Giovana Martino
Hospital de Medicia Chinesa Weihai / GLA
Hospital de Medicia Chinesa Weihai  / GLA, © Li Yao
© Li Yao

© Li Yao © Li Yao © Li Yao © Li Yao + 25

  • Arquitetos

    GLA
  • Localização

    Hudong Road, Huancui District, Weihai, ShanDong, China
  • Arquiteto Responsável

    Peidong Zhu
  • Equipe

    Peidong Zhu, Guangxin Chen, Xiaochen Su, Zheng Rao,Lingfeng Xu, Jianjun Li, Jian Zhou,Weisheng Yu,Zhou Guo,Lihong Chen.
  • Gestão

    Shanghai Puzhen Architecture Planning and Design Office
  • Área

    7980.0 m2
  • Ano do projeto

    2018
  • Fotografias

© Li Yao
© Li Yao

Descrição enviada pela equipe de projeto. O Hospital de Medicina Chinesa Weihai, com seus quase 8000 m², está situado em uma floresta costeira no leste da Cidade Nova de Weihai, perto do mar. O hospital, como um centro de saúde abrangente, possui três partes principais, um centro de exposições do programa Cidade Nova do Leste, o Sanatório de Yile de Kangyang e a Casa de Assistência Médica.

© Li Yao
© Li Yao

O local original do hospital é uma área de bangalôs, há muito tempo abandonada. A escolha por este lugar tem como objetivo preservar a floresta Thunbergii. Considerando o status do uso popular de elementos chineses como um estilo de arquitetura ou decoração, bem como a demanda de construção em estilo chinês tradicional do proprietário, o arquiteto fez um acordo com o cliente sobre "imitar, mas não copiar o estilo tradicional". Essa decisão do projeto do hospital nos dá a oportunidade de analisar algumas expressões contemporâneas do pátio tradicional no norte da China.

Diagramas
Diagramas

O partido do projeto aborda o pátio tradicional, tomando como partida sua escala e proporção. No entanto, a modernidade, vista nos materiais de construção e nos detalhes permitiram a busca do equilíbrio entre o valor experiencial do lugar e a característica dos tempos.

© Li Yao
© Li Yao

Os arquitetos organizaram a escala, a sequência e a estrutura de uma maneira tipológica, classificando os pátios segundo diferentes definições: um pátio com quatro paredes, um pátio com duas paredes e dois prédios de frente para o outro e ainda um pátio com quatro prédios de cada lado. De acordo com as condições do local, diferentes tipos de pátios foram interligados pelo corredor no eixo norte-sul e no eixo leste-oeste, reproduzindo assim a sensação de camadas que integram o pátio tradicional chinês. Aproveitando as vantagens deste local, estes pátios classificados encerram o jardim central entreaberto voltado para a floresta Thunbergii, enquanto dois metros abertos de jardins de diferentes larguras dividem o jardim central em duas partes: a área semiaberta e a área de água com um espaço aberto maior. Com prédios ou paredes cercando pátios e pátios cercados de jardins, os pátios de diferentes tipos proporcionam às pessoas uma rica experiência em estrutura espacial.

© Li Yao
© Li Yao

O projeto principal da construção herda a forma básica da arquitetura tradicional do norte do país. Quanto à escolha dos materiais de construção, materiais mais contemporâneos, tais como o travamento superior de alumínio-magnésio-manganês, componentes de ligação de aço e madeira, e pedras com melhor são usados para substituir a tradicional telha cinza e madeira. Considerando as propriedades e características estruturais do material, projetos arquitetônicos mais simples e contemporâneos são usados nos detalhes da construção e componentes para restaurar o estilo de arquitetura tradicional.

© Li Yao
© Li Yao

A entrada do carro para o pátio é revestida com branco, cinza claro e alumínio cinza. Os corredores circunvizinhos são usados para as pessoas caminharem, que não só separam pessoas e veículos, mas também formam um cenário com placas, pinheiros e persianas de metal.

© Li Yao
© Li Yao

O método de empréstimo de cenário tem sido usado em muitos lugares. Ao integrar a floresta Thunbergii como parte dos pátios, a pureza e elegância desses espaços e a cena vigorosa do lado de fora projetam belos reflexos.

© Li Yao
© Li Yao

O pátio da entrada principal é cercado por quatro paredes, o que muda a direção da estrada de oeste para sul. A entrada principal e a varanda, que são simétricas ao eixo norte-sul, são muito impactantes. A paisagem de espelho concisa e o reflexo na água naturalmente correspondem à função e cena de entrada do hospital. A entrada secundária voltada para o oeste é construída com pátios quadrados, corredores com beirais e paredes e janelas, o que molda um caminho de orientação inferior.

© Li Yao
© Li Yao
© Li Yao
© Li Yao

O segundo pátio na direção norte-sul é outro tipo, cercado por corredores redondos com beirais. O pátio circular e o pátio quadrangular refletem a filosofia simples de "uma terra quadrada e um céu esférico, harmonia entre o homem e a natureza" da cultura chinesa. Recolhendo da chuva, o elemento de água no pátio apresenta qualidades diferente no ambiente quando na estação molhada e período de seca.

© Li Yao
© Li Yao

Andando pelo pátio de entrada e pelos edifícios, detectamos o terceiro pátio. Estes três pátios formam um recinto de três lados, tornando a floresta Thunbergii e o quintal mais amplo. De oeste a leste, a escala do pátio que inicialmente delimita o espaço e depois o libera forma uma quadra centrada no gramado para as atividades das pessoas, uma área concêntrica com elemento de água e outra com um espelho d'água ornamental centrado com ilhas e pinheiros.

© Li Yao
© Li Yao

As construções vizinhas formam uma penetração visual e dão continuidade ao espaço com o jardim central. As janelas redondas e as vistas enquadradas em ambos os lados do pátio proporcionam uma percepção visual de paisagens pitorescas em todos os lugares para os visitantes.

© Li Yao
© Li Yao

A nova arquitetura de estilo chinês não é um empilhamento de elementos tradicionais, mas uma combinação de elementos modernos e elementos tradicionais baseados no entendimento do último. O novo estilo chinês cria edifícios com charme tradicional baseado na visão estética moderna.

Planta - Térreo
Planta - Térreo

O corpo principal da construção apresenta uma forma em "Y" invertida, usando a combinação de telhados tradicionais, topos com duas águas e algumas platibandas e lajes planas. A construção da fachada enfatiza o entrelaçamento de linhas divisórias verticais, paredes brancas, janela vertical e grade vertical de metal cor de madeira. A estrutura simplifica o edifício de dois níveis e lança uma reflexão "verdadeira ou falsa" com as paredes feitas de pedras.

© Li Yao
© Li Yao

O pequeno pátio de estilo chinês se esconde na grande floresta. A combinação de pátios tradicionais, do estilo chinês, materiais modernos e da manufatura é uma compreensão e desenvolvimento do estilo e escala da tradição chinesa, bem como uma tradução e reconstrução temporária do estilo desta arquitetura tradicional.

© Li Yao
© Li Yao

Ver a galeria completa

Localização do Projeto

Localização aproximada, pode indicar cidade/país e não necessariamente o endereço exato.
Sobre este escritório
GLA
Escritório
Cita: "Hospital de Medicia Chinesa Weihai / GLA" [Weihai Hospital of Traditional Chinese Medicine / GLA] 14 Mar 2019. ArchDaily Brasil. (Trad. Martino, Giovana) Acessado . <https://www.archdaily.com.br/br/913195/hospital-de-medicia-chinesa-weihai-gla> ISSN 0719-8906

¡Você seguiu sua primeira conta!

Você sabia?

Agora você receberá atualizações das contas que você segue! Siga seus autores, escritórios, usuários favoritos e personalize seu stream.