Casa Miravalle / Colectivo 720

Casa Miravalle / Colectivo 720

Cortesía de Luis Tombe, Camilo Giraldo, Mario CamargoCortesía de Luis Tombe, Camilo Giraldo, Mario CamargoCortesía de Luis Tombe, Camilo Giraldo, Mario CamargoCortesía de Luis Tombe, Camilo Giraldo, Mario Camargo+ 26

Jamundí, Colômbia
  • Arquitetos: Colectivo 720
  • Área Área deste projeto de arquitetura Área:  275
  • Ano Ano de conclusão deste projeto de arquitetura Ano:  2017
  • Fabricantes Marcas com produtos usados neste projeto de arquitetura
    Fabricantes: Acesco, Argos, Corona Colombia, Decorceramicas, Sika
  • Construção:Vicente Ramos
  • Cálculo Estrutural:Francisco Echeverri
  • Equipe De Projeto:Andres Alvarez, Stephanny Fiat, Fiorella Gómez Silva, Angela Carvajal, Gabriel Romero, Cesar Aragón, Guillermo Buitrago
  • Cidade:Jamundí
  • País:Colômbia
Mais informaçõesMenos informações
Cortesía de Luis Tombe, Camilo Giraldo, Mario Camargo
Cortesía de Luis Tombe, Camilo Giraldo, Mario Camargo

Habitat e contexto

A casa está localizada no sopé da cordilheira oeste a 1025 m.s.n.m, no município de Jamundí, a aproximadamente 10 km para o sul de Santiago de Cali. O local de implantação no pé da montanha apresenta uma floresta seca tropical, adjacente ao lado oeste da casa, com a incidência de ventos vindos do topo das colinas.

Cortesía de Luis Tombe, Camilo Giraldo, Mario Camargo
Cortesía de Luis Tombe, Camilo Giraldo, Mario Camargo
Cortesía de Luis Tombe, Camilo Giraldo, Mario Camargo
Cortesía de Luis Tombe, Camilo Giraldo, Mario Camargo

A promenade, o programa e o vazio

Em relação ao programa, os espaços da residência foram organizados através de um percurso em promenade que conecta os diversos ambientes, estabelecendo uma sequência de visuais dirigidas à paisagem e ao interior da própria casa. Esta estratégia cria diversos tons de luz e penumbra. A casa é formada por quatro volumes cruzados pela circulação que diferencia os usos a partir dos espaços de uso mais social até aqueles de ordem mais privada.

Cortesía de Luis Tombe, Camilo Giraldo, Mario Camargo
Cortesía de Luis Tombe, Camilo Giraldo, Mario Camargo

O estereotômico e o tectônico

Entendendo que a arquitetura estereotômica é aquela onde a força da gravidade se transmite de forma contínua e onde há  plena continuidade construtiva, projetamos um exemplar com um fechamento sólido e pedregoso. Trata-se de uma proposta que busca a luz e que tem suas paredes perfuradas para que ela e a ventilação possam adentrar.

A luz

Foi projetada como elemento através do qual se experimentarão cada um dos espaços. Conduzida pelo desenho, ela permite identificar os ambientes e dar a eles um caráter específico. Assim, a luz nos permite apreciar as formas e hierarquizar os espaços.

Cortesía de Luis Tombe, Camilo Giraldo, Mario Camargo
Cortesía de Luis Tombe, Camilo Giraldo, Mario Camargo

Sobre o estereotômico, do construtivo ao material

As partições da fachada foram projetadas em alvenaria de tijolo comum utilizando a totalidade das peças durante a fase de construção, o que permitiu construir com materiais da região e incorporar mão de obra não-qualificada. A percepção háptica do tijolo sugere maior permanência no tempo e habitabilidade tanto em termos táteis, quanto espaciais.

Cortesía de Luis Tombe, Camilo Giraldo, Mario Camargo
Cortesía de Luis Tombe, Camilo Giraldo, Mario Camargo

Sobre o tectônico, do construtivo ao estrutural

A liberação de alguns espaços e a fluidez da implantação demandaram um sistema construtivo mais leve e dúctil com estruturas porticadas em concreto e a partir da padronização de alguns elementos, o que permitiu reduzir os tempos de execução da obra, garantindo a sustentabilidade econômica da casa.

Cortesía de Luis Tombe, Camilo Giraldo, Mario Camargo
Cortesía de Luis Tombe, Camilo Giraldo, Mario Camargo

A casa

O projeto da casa se desenvolveu a partir de três aspectos principais. Primeiro, os formais: desde sua etapa inicial a residência incorporou elementos formais próprios da tipologia do contexto, reafirmando sua identidade e sentido de pertencimento ao lugar. Depois, os aspectos físicos: desde a concepção o projeto contemplou uma adequação físico-ambiental com a maior altura de pés-direitos e diferencia de níveis, com uma materialidade que garante durabilidade, conforto e qualidade. Por fim, os aspectos espaciais: os ambientes da casa foram definidos pelas condições dimensionais, físico-ambientais, formais, pelas categorias de privacidade e graus de versatilidade, respondendo de forma adequada às necessidades demandadas pelo usuário.

Cortesía de Luis Tombe, Camilo Giraldo, Mario Camargo
Cortesía de Luis Tombe, Camilo Giraldo, Mario Camargo

Galeria do Projeto

Ver tudoMostrar menos
Sobre este escritório
Cita: "Casa Miravalle / Colectivo 720" [Casa Miravalle / Colectivo 720] 25 Fev 2019. ArchDaily Brasil. Acessado . <https://www.archdaily.com.br/br/912098/casa-miravalle-colectivo-720> ISSN 0719-8906

¡Você seguiu sua primeira conta!

Você sabia?

Agora você receberá atualizações das contas que você segue! Siga seus autores, escritórios, usuários favoritos e personalize seu stream.