Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos

Casa Plataforma / studioplusthree

Casa Plataforma / studioplusthree

© Brett Boardman © Brett Boardman © Brett Boardman © Brett Boardman + 25

Casas  · 
Bellevue Hill, Austrália
  • Arquitetos: studioplusthree
  • Área Área deste projeto de arquitetura Área: 198.0
  • Ano Ano de conclusão deste projeto de arquitetura Ano: 2017
  • Fotógrafo Fotografias: Brett Boardman, Noel Mclaughln
  • Fabricantes Marcas com produtos usados neste projeto de arquitetura
    Fabricantes: Alspec, Artek, Atom Lighting, Caroma, Cult, Doors, DuPont, Dulux, Kliplok, Phoenix Tapware, ROGER SELLER, Sipa, Splashback, Structure / Construction, Studio Bagno, Studioplusthree, Tongue n Groove, Tudo & Co, Walls, cukt
  • Construção

    Everest Constructions
  • Engenharia Estrutural

    Cantilever Consulting Engineers Pty Ltd
  • Planejamento

    PCN Consulting
  • Quantity Surveyor

    Donald Bayley
  • Certificação do Edifício

    Peter Boyce
Mais informações Menos informações
© Brett Boardman
© Brett Boardman

Descrição enviada pela equipe de projeto. A studioplusthree, um escritório de arquitetura com sede em Sydney, criou uma nova plataforma de estar que traz luz, ventilação e espaço para um terreno triangular altamente restrito no leste de Sydney. Como uma resposta urbana às limitações de luz e espaço aberto do terreno, as áreas de estar são elevadas até a copa das árvores - oferecendo panoramas exuberantes, luz abundante e um senso de horizonte.

© Brett Boardman
© Brett Boardman

Respondendo ao terreno triangular, o corte diagonal do volume do primeiro andar se reflete em elementos por toda parte; de janelas a vasos de plantas e bancos ao ar livre.Atuando como revestimento e elementos para privacidade, os volumes do andar de cima são revestido por cipreste carbonizado, tudo feito à mão, no local. O projeto visa integrar funcionalidade aos detalhes para enriquecer a vida da família – como a borda norte do deck elevado, expressa em um elemento contínuo que incorpora vegetação, mobiliário externo, tela de privacidade, bancada e depósitos.

Modelo
Modelo

“O projeto realmente teve muitas influências de outras áreas da arquitetura e da cultura que tanto nós quanto o cliente foram expostos naquela época, como o Katsura Imperial Villa em Kyoto, que apresenta o enquadramento de visões singulares da paisagem através da arquitetura” disse o diretor do studioplusthree, Simon Rochowski.

© Brett Boardman
© Brett Boardman

Esta nova plataforma de estar criou um elemento – uma linha de horizonte contínua, ao longo da qual as aberturas foram cuidadosamente localizadas em resposta às árvores, à vegetação e às vistas. A profundidade da fachada sul proporciona um diálogo com a rua, com uma apropriação casual através de assentos nas janelas ao longo desta elevação.

Planta - Térreo
Planta - Térreo
Planta - 1º Pavimento
Planta - 1º Pavimento

Chave para essa experiência é a vista para o oeste, com uma alta figueira e a cidade ao fundo. Proporcionando isolamento da rua e proteção contra o sol do oeste, uma série de telas de metal perfuradas e de correr próximas à cobertura das árvores filtram a luz e as vistas, com um gradiente vertical de perfurações que oferece privacidade em relação aos vizinhos abaixo e, ao mesmo tempo, vista do céu.

© Brett Boardman
© Brett Boardman

O volume do primeiro andar em balanço fornece abrigo para o deck abaixo, e no primeiro andar abre os espaços para o terraço virado para o norte – oferecendo espaços abertos e sociais e uma visão contínua para as copas das árvores. Brincando com o contraste, os materiais definem as noções de interior e exterior: o revestimento de madeira carbonizada escura é cortado do volume para revelar a madeira clara e as superfícies brancas de dentro.

© Brett Boardman
© Brett Boardman

Queríamos que o interior fosse muito neutro e recessivo, de modo que capturasse a mudança de luz e cores da cobertura ao redor da casa. Isso foi combinado com materiais naturais nas janelas de madeira e corrimões de escada – esses elementos ajudam a dar a definição do espaço interno e aconchego”, diz o diretor da studioplusthree, Julin Ang.

© Brett Boardman
© Brett Boardman

Dentro de um orçamento limitado, grande parte do piso térreo existente foi mantido e reconfigurado, com as maiores intervenções concentrando-se no primeiro andar elevado. As estratégias ambientais são simples, mas eficazes – os espaços de estar são orientados para o norte, com beirais profundos e persianas que protegem as aberturas de vidro. O sol do oeste é filtrado pela figueira e pela tela de metal. Essas duas grandes aberturas, com dispositivos de sombreamento operáveis embutidos, fornecem flexibilidade na ventilação cruzada e na proteção solar. Há aquecimento solar de água, coleta de água da chuva e as paredes espessas são preenchidas com isolamento muito além do mínimo recomendado.

© Noel Mclaughln
© Noel Mclaughln

O exterior de madeira preta esconde um interior calmo e luminoso que se torna um pano de fundo para a luz projetada, sombras suaves e vegetação nos espaços de estar.Elevadas acima de seu contexto urbano, as vistas sobre e através da cobertura expandem a percepção dos espaços interiores, enquanto a tela metálica de bronze filtra o movimento da luz, das árvores e do sol poente.

Galeria do Projeto

Ver tudo Mostrar menos
Sobre este escritório
Cita: "Casa Plataforma / studioplusthree" [Platform House / studioplusthree] 26 Dez 2018. ArchDaily Brasil. (Trad. Moreira Cavalcante, Lis) Acessado . <https://www.archdaily.com.br/br/908254/casa-plataforma-studioplusthree> ISSN 0719-8906

¡Você seguiu sua primeira conta!

Você sabia?

Agora você receberá atualizações das contas que você segue! Siga seus autores, escritórios, usuários favoritos e personalize seu stream.