O site de arquitetura mais visitado do mundo
Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos
  1. ArchDaily
  2. Projetos
  3. Centro Cultural
  4. China
  5. gmp Architects
  6. 2017
  7. Centro Cultural Tianjin Binhai / gmp Architects

Centro Cultural Tianjin Binhai / gmp Architects

  • 13:00 - 7 Dezembro, 2018
  • Traduzido por Camilla Sbeghen
Centro Cultural Tianjin Binhai / gmp Architects
Centro Cultural Tianjin Binhai / gmp Architects, Eixo leste / oeste com praça central. Imagem © Christian Gahl
Eixo leste / oeste com praça central. Imagem © Christian Gahl

Entrada principal. Imagem © Christian Gahl Coluna de aço. Imagem © Christian Gahl Vista de detalhe da coluna. Imagem © Christian Gahl Cobertura Cultural. Imagem © Christian Gahl + 10

  • Arquitetos

  • Localização

    Binhaixinqu, Tianjin, China
  • Arquiteto Responsável

    Meinhard von Gerkan, Stephan Schütz, Stephan Rewolle
  • Líderes do Projeto

    Jinying Sui, Sebastian Linack
  • Área

    31600.0 m2
  • Ano do projeto

    2017
  • Fotografias

  • Equipe de Projeto

    Dinah Borjans, Maarten Harms, Lu Yun, Dimitri Philippe
  • Gerenciamento de Projetos

    Di Wu, Yangjiao Liu
  • Escritório Parceiro

    Tianjin Architectural Design Institute (TADI)
  • Cliente

    Tianjin Binhai New Area Cultural Center Cci Capital Ltd
  • Mais informações Menos informações
Entrada principal. Imagem © Christian Gahl
Entrada principal. Imagem © Christian Gahl

Descrição enviada pela equipe de projeto. O Centro Cultural Binhai de Tianjin, a metrópole ao leste da China, que inclui cinco edifícios culturais de arquitetos internacionais foi criado segundo o plano diretor realizado por Architects von Gerkan, Marg and Partners (gmp). Com o conceito de um hall cultural coberto, gmp criou uma tipologia específica para este projeto único. As estruturas - como guarda-chuvas invertidos - são um elemento arquitetônico distinto e unificam os edifícios artísticos e culturais que foram desenhados por diferentes escritórios arquitetônicos.

Vista de detalhe da coluna. Imagem © Christian Gahl
Vista de detalhe da coluna. Imagem © Christian Gahl

Durante anos, as áreas metropolitanas da China cresceram em um ritmo vertiginoso. Em muitos casos, as municipalidades estão redefinindo seus parâmetros urbanos com projeto de desenvolvimento notáveis. Desde 2010, a nova zona de Binhai, na cidade portuária de Tianjin, ao leste da China, formou-se combinando três distritos em um. No meio do bairro, o Centro Cultural Tianjin Binhai está formado por cinco instituições culturais, e gmp foi o responsável pelo incomum conceito de desenho urbano e, além disso, projetou o Museu de Arte Moderna. Quatro estúdios internacionais de arquitetura desenharam os outros edifícios culturais: uma biblioteca (MVRDV), um Museu de Ciência e Tecnologia (Bernhard Tschumi Architects), um teatro ((Revery Architecture, anteriormente Bing Thom Architects) e um Centro do Cidadão (Hua Hui Architects).

Plano Diretor
Plano Diretor

O plano geral do projeto define linhas de construção uniformes, alinhamento de cobertura e profundidade das construções individuais e, dessa maneira, cria-se um conjunto unificado de diferentes edifícios culturais de arquitetos chineses, europeus e norte-americanos. Os edifícios culturais estão conectados por um hall cultural coberto que funciona como a coluna vertebral do Centro. Os edifícios de museus, exposições e eventos estão situados em ambos os lados do eixo principal de 330 metros de comprimento e 25 metros de largura com orientação norte-sul. O eixo leste-oeste, com uma longitude de 100 metros é, significativamente mais curto, ainda que com uma largura de 60 metros sendo utilizado como praça central para eventos e exposições temporárias. 

Coluna de aço. Imagem © Christian Gahl
Coluna de aço. Imagem © Christian Gahl

A cobertura cultural é feita por estruturas semelhantes a guarda-chuvas invertidos de 30 metros de altura suportados por 26 colunas individuais de aço. As colunas são retidas no chão em sua base. Esta construção elevada proporciona ao Centro Cultural Tianjin Binhai uma característica arquitetônica única, permitindo que o estilo de cada um dos diferentes edifícios culturais seja enaltecido. As colunas delgadas de aço suportam as cargas do telhado plano envidraçado e contêm os tubos de descida para drenar a área coberta. Grelhas de alumínio horizontais filtram a luz que entra e fornecem proteção solar.

Corte Cobertura
Corte Cobertura

Os vistantes podem passear pelo hall em dois níveis: o nível superior conecta os diferentes edifícios culturais e no nível da rua, as lojas e os restaurantes complementam os serviços disponíveis. Os dois níveis estão interconectados por meio de numerosas escadas, o que permite aos visitantes moverem-se horizontal e verticalmente ao longo do hall cultural e escolher entre arte ou lojas. 

Cobertura Cultural. Imagem © Christian Gahl
Cobertura Cultural. Imagem © Christian Gahl

"Em essência, o projeto é um experimento em absoluto. Diferentemente do centro cultural da cidade de Tianjin, completado em 2012 com a participação do nosso escritório onde um extenso parque combina os edifícios culturais individuais, em Binhai é o hall interior com sua cobertura distinta que confere ao Centro Cultural sua identidade própria" - Stephan Schütz, Sócio

Entrada norte. Imagem © Christian Gahl
Entrada norte. Imagem © Christian Gahl

Ver a galeria completa

Localização aproximada, pode indicar cidade/país e não necessariamente o endereço exato.
Sobre este escritório
Cita: "Centro Cultural Tianjin Binhai / gmp Architects" [Tianjin Binhai Cultural Center / gmp Architects] 07 Dez 2018. ArchDaily Brasil. (Trad. Sbeghen Ghisleni, Camila) Acessado . <https://www.archdaily.com.br/br/907103/centro-cultural-tianjin-binhai-gmp-architects> ISSN 0719-8906

¡Você seguiu sua primeira conta!

Você sabia?

Agora você receberá atualizações das contas que você segue! Siga seus autores, escritórios, usuários favoritos e personalize seu stream.