Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos

Secretaria do Clube de Vela Atlântico / Studium

Secretaria do Clube de Vela Atlântico / Studium

© Studium / Joana Silva © Studium / Joana Silva © Studium / Joana Silva © Studium / Joana Silva + 29

Renovação  · 
Leça da Palmeira, Portugal
  • Arquitetos Autores deste projeto de arquitetura Studium
  • Área Área deste projeto de arquitetura
    164.6 m2
  • Fabricantes Marcas com produtos usados neste projeto de arquitetura
    Bona, CIN, Hager, JNF, Knauf, SOFLIGHT
  • Arquiteto Responsável

    Sérgio Miguel Magalhães
  • Ano do projeto

    2017
  • Fotografias

  • Colaborador

    Joana Silva
  • Clientes

    Clube de Vela Atlântico - CVA
Mais informações Menos informações
© Studium / Joana Silva
© Studium / Joana Silva

Descrição enviada pela equipe de projeto. Um pequeno setor dos antigos pavilhões do estaleiro do Porto de Leixões alberga, desde 1944, a secretaria do Clube de Vela Atlântico. Com uma localização privilegiada, duas frentes na primeira linha do mar, o espaço é o melhor localizado para a função que serve - acolher os navegadores e dar apoio a eventos no mar.

Planta
Planta
Corte
Corte

No entanto, com o evoluir do clube - que ano após ano acolhe um número crescente de eventos, com cada vez mais velejadores de renome e desportistas de todo o mundo - a compartimentação original ficou obsoleta, bem como a linguagem estética e a adequação dos materiais às exigências atuais.

© Studium / Joana Silva
© Studium / Joana Silva

A área disponível encontrava-se pouco otimizada, não havendo espaço para acolher os atletas, sem condições de trabalho para a imprensa ou até a disposição de painéis informativos, tão importantes em campeonatos mundiais. A nível programático, novas exigências se impunham - gabinete médico, arrumo, bastidor, salas de reuniões, áreas de imprensa, tudo a acrescer ao espaço de trabalho de secretariado e reuniões internas.

© Studium / Joana Silva
© Studium / Joana Silva

Em 2017 o espaço foi reformulado, mantendo a estrutura original e adequando-o às novas necessidades. Todo o miolo foi removido, deixando a materialidade original à vista e tirando partido das texturas rudes, nesta construção junto ao mar - pedra, madeira e telha - às quais se adicionou um pavimento em betonilha. Toda a envolvente do edifício foi reabilitada, melhorando o desempenho dos caixilhos e cobertura, a pedra foi limpa, renovando entablamentos e conservando rebocos - todos os atos milimetricamente ajustados, em prol da manutenção de uma imagem de conjunto coerente e enraizada na memória coletiva do património classificado.

Velas
Velas

O conceito da intervenção, com o objetivo de tirar maior partido do espaço, foi a utilização do espaço vazio funcional, onde o pé direito é aproveitado para setorizar as funções. Fechando um conjunto de espaços que exigem maior privacidade - gabinete médico, bastidor, secretaria, arrumo - e afetando o espaço à cota alta a funções que requerem alguma reserva a reuniões e biblioteca, confere-se à área junto à entrada um pé direito e uma amplitude à altura da receção pública. A estrutura proposta para a “box” interior - em painel “tricapa” da Banema - deixa a madeira à vista na sua cor natural - em contraste com o invólucro existente, a “box” exterior - em estrutura de pedra com cobertura em de madeira e revestimento em telha - e é o elemento que organiza todas as funções numa distribuição otimizada. O pavimento original - em madeira sobre uma expressiva caixa de ar - foi substituído por uma betonilha afagada e é o único elemento estrutural integralmente substituído, optando-se por um material que conjuga a sua rudeza com o conceito geral do espaço. O cuidado com os detalhes teve aqui bastante expressão. Desde a alheta de encontro dos painéis com o pavimento, que define uma leve linha de sombra e absorve as irregularidades dos materiais rudes; o “rodapé” destes painéis,que garante a proteção desta parte da parede apenas com a expressividade de um verniz que respeita a madeira; os puxadores inspirados na náutica; a clara assunção de que as infra estruturas são um elemento independente, necessárias mas externas à rudeza destes componentes primários, bem visíveis na resiliência dos rodapés, colunas técnicas e armaduras elétricas. Todas as partes se conjugam com base na autenticidade das intenções e na honestidade dos materiais, novos, antigos, necessários, reais.

© Studium / Joana Silva
© Studium / Joana Silva

Após a intervenção, o Clube de Vela Atlântico tem agora à sua disposição instalações completamente renovadas e funcionais, que primam pelo respeito pela pré existência, adequam a espacialidade à realidade atual e a perspetiva tendencial de crescimento, além de conferir uma linguagem confiante, condizente com a projeção internacional do Clube.

Galeria do Projeto

Ver tudo Mostrar menos

Localização do Projeto

Endereço: Av. da Liberdade, 4450-718 Leça da Palmeira, Porto, Portugal

Localização aproximada, pode indicar cidade/país e não necessariamente o endereço exato.
Sobre este escritório
Escritório
Cita: "Secretaria do Clube de Vela Atlântico / Studium" 05 Dez 2018. ArchDaily Brasil. Acessado . <https://www.archdaily.com.br/br/907080/secretaria-do-clube-de-vela-atlantico-studium> ISSN 0719-8906

¡Você seguiu sua primeira conta!

Você sabia?

Agora você receberá atualizações das contas que você segue! Siga seus autores, escritórios, usuários favoritos e personalize seu stream.