Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos
  1. ArchDaily
  2. Projetos
  3. Centro De Visitantes
  4. Coreia do Sul
  5. Architects Group RAUM
  6. 2017
  7. Centro de Visitantes do Bosque Busan / Architects Group RAUM

Centro de Visitantes do Bosque Busan / Architects Group RAUM

  • 05:00 - 3 Outubro, 2018
  • Curadoria de María Francisca González
  • Traduzido por Camilla Sbeghen
Centro de Visitantes do Bosque Busan / Architects Group RAUM
Centro de Visitantes do Bosque Busan / Architects Group RAUM, © Yoon Joonhwan
© Yoon Joonhwan

© Yoon Joonhwan © Yoon Joonhwan © Yoon Joonhwan © Yoon Joonhwan + 33

  • Arquitetos

  • Localização

    180-2 Jangjeon-ri, Cheolma-myeon, Gijang, Busan, Coreia do Sul
  • Arquiteto Responsável

    Oh Sinwook
  • Arquiteto Colaborador

    No Jeong-min
  • Equipe de Projeto

    An Shin, Yu Seongcheol, Park Gyuhyun, Yoon Jeongock, Choi yunjeong ,Lim Ahyun, Kim Dayeong , Heeeun (Hannah) Oh (estagiário: Adlai E. Stevenson High School), Jieun (Gina) Oh (estagiário: Adlai E. Stevenson High School)
  • Área

    325.83 m2
  • Ano do projeto

    2017
  • Fotografias

© Yoon Joonhwan
© Yoon Joonhwan

Processamento espacial para a experiência sensorial da floresta.
Interface com a distância até a floresta.
Continuidade da interface.

© Yoon Joonhwan
© Yoon Joonhwan

A arquitetura é pequena diante da natureza. Por isso, tentei projetá-la para viver gentilmente com essa condição e estar na natureza. Eu queria impedir que o espaço arquitetônico dominasse as colinas, cobrindo as árvores, ficando escondido na floresta. O espaço interno da edificação também revela o fato de que a natureza é o melhor espaço para construção. Para isso, a imagem dos troncos na floresta é recriada por meio de um elemento artificial no espaço arquitetônico com os pilares e vigas. Dessa forma, gerou-se uma imagem visual da floresta na neblina, combinando a floresta e a luz. Também foi aderida a ideia de que a natureza pode penetrar no espaço arquitetônico.

© Yoon Joonhwan
© Yoon Joonhwan
Planta - Nível A
Planta - Nível A
© Yoon Joonhwan
© Yoon Joonhwan

As madeiras exteriores remetem à natureza e os pilares de madeira enfatizam a sensação vertical das florestas. As persianas se sobrepõem aos pinheiros na floresta, criando uma variedade de profundidades e enfatizando a continuidade.

© Yoon Joonhwan
© Yoon Joonhwan

A circulação é uma interface entre a floresta e o espaço arquitetônico. Você pode sentir a relação entre a natureza e o espaço artificial percorrendo esse corredor. Quando você entra na residência, após vivenciar tal percurso, percebe que até mesmo o espaço interno estabelece uma relação com a floresta. Esta relação é formada entre as árvores do exterior e a persiana de madeira interior e o seu espaçamento. Especialmente quando olha-se para fora, a floresta de pinheiros e os pilares internos são sobrepostos uns aos outros criando várias profundidades e sentidos no espaço. Essa cena possibilita a experiência visual dos vários ambientes criados na floresta. Além disso, o uso da madeira, que estimula o olfato, enfatiza  nossos sentidos e desempenha seu papel em nos fazer sentir sua presença em um nível maior.

© Yoon Joonhwan
© Yoon Joonhwan

Ver a galeria completa

Localização do Projeto

Localização aproximada, pode indicar cidade/país e não necessariamente o endereço exato.
Sobre este escritório
Cita: "Centro de Visitantes do Bosque Busan / Architects Group RAUM" [Busan Forest of Healing Visitor Center / Architects Group RAUM] 03 Out 2018. ArchDaily Brasil. (Trad. Sbeghen Ghisleni, Camila) Acessado . <https://www.archdaily.com.br/br/903066/centro-de-visitantes-do-bosque-busan-architects-group-raum> ISSN 0719-8906

¡Você seguiu sua primeira conta!

Você sabia?

Agora você receberá atualizações das contas que você segue! Siga seus autores, escritórios, usuários favoritos e personalize seu stream.