Alojamento Masculino / Zero Energy Design Lab

Alojamento Masculino / Zero Energy Design Lab

© Andre J. Fanthome© Andre J. Fanthome© Andre J. Fanthome© Andre J. Fanthome+ 19

Gurugram, Índia
  • Construtora:LS Associates, New Delhi
  • Estrutura:Design Solution, New Delhi
  • Cliente:St. Andrews Group
  • Cidade:Gurugram
  • País:Índia
Mais informaçõesMenos informações
© Andre J. Fanthome
© Andre J. Fanthome

Descrição enviada pela equipe de projeto. O projeto do alojamento masculino foi proposto como um volume linear, já previsto no plano diretor do campus da faculdade. Sua volumetria e implantação impunham desafios para criar espaços ativos e sustentáveis. 

© Andre J. Fanthome
© Andre J. Fanthome

O alojamento recebe 360 estudantes e conta com quadras recreacionais e refeitório. Ao lado dos dormitórios, foram criados terraços com pé-direito triplo, o que tira a sensação de um dormitório convencional, dando aos moradores a possibilidade de desfrutar dos espaços externos. Os terraços e algumas atividades são sobrepostas em camadas de múltiplos níveis, de modo a impulsionar a comunicação entre os estudantes. O átrio central permite que a luz natural entre no edifício, ao mesmo tempo que atua como uma chaminé solar que retira o ar viciado e quente do edifício através do efeito chaminé. O edifício também foi eficiente em seu orçamento, sem comprometer a qualidade da construção. 

Plantas
Plantas

Um fator primordial neste projeto foi valorizar a interação entre os estudantes no espaço interior, que percola para fora, e se relaciona também com a paisagem. O bloco linear foi torcido, criando uma entrada sombreada na fachada sul, que é também nomeado de pátio de veraneio, e um terraço aberto na fachada norte, chamado também de pátio de inverno, encorajando os encontros e interações ao longo de todo o ano. A rampa atua como um elemento de transição entre o exterior e o interior, protegendo os estudantes de terem choques térmicos devido à diferença de temperatura. Há também um café que funciona como um imã de estudantes promovendo oportunidades de interação social. A rampa sombreada combinada com o café criam espaço para uma pequena loja, conformando um lugar confortável para convívio. O terraço que fica no nível superior permite aos moradores desfrutarem do clima durante as tardes de inverno e as noites de verão, com vistas para a paisagem e estabelecendo um dialogo visual com o contexto do campus. 

© Andre J. Fanthome
© Andre J. Fanthome

Estratégia de Projeto

A sensitividade ao clima da região foi um parâmetro importante durante o processo. Isso incluiu a análise de radiação solar e dos ventos na região, o que resultou na inclusão de uma segunda pele no edifício, a qual permite o isolamento térmico e a permeabilidade à luz em todos os momentos. As jalis de tijolos, um elemento construtivo típico da região, circunda todo o edifício, dando textura e um caráter único para o edifício. A rotação de cada tijolo foi simulada em softwares, Ecotect e o Grasshopper, buscando minimizar as radiações solares e o ganho de calor na fachada. Esta pele de tijolos também acomodou espaços que atuam como áreas de amortecimento entre interior e exterior, projetados para manter uma temperatura equilibrada durante todo o ano. A jali também cria uma situação única de iluminação, brincando com luz e sombra, gerando ambiências ímpares em cada lugar. Todos os materiais locais usados neste projeto foram procurados em um raio de 500km do lugar. 

Corte
Corte

Metodologia de Construção

Barras metálicas de 6,5 metros de altura e 2,5 centímetros de espessura foram fixadas em vigas de concreto armado. Os tijolos foram fabricados manualmente com um furo simples, o qual serve para fixação com barras de aço. Baseado no resultado do Grasshopper, os tijolos foram individualmente rotacionados em ângulos específicos para reduzir a radiação solar e proporcionar luz e ventilação para as unidades. Não foi utilizado nenhum tipo de massa de cimento para construir o elemento de 6,5 m de altura e 76 metros de comprimento.  

© Andre J. Fanthome
© Andre J. Fanthome

Estratégia para a Fachada

Usando softwares como o Rhinosserus, o Grasshopper e o Ladybug, foi possível criar um roteiro paramétrico para analisar o nível de radiação direta e difusa na fachada. O valor da radiação de cada célula se tornou o parâmetro para o ângulo de rotação de cada tijolo. Ao fazer isso, as radiações diretas e difusas foram reduzidas em 70% na fachada principal, e ainda resultou na redução de calor nos espaços habitáveis. Os níveis de iluminação natural foram constantemente considerados, de forma a garantir que não houvesse menos de 250 lux nos ambientes.

© Andre J. Fanthome
© Andre J. Fanthome

Galeria do Projeto

Ver tudoMostrar menos

Localização do Projeto

Endereço:Gurugram, Haryana, Índia

Clique para abrir o mapa
Localização aproximada, pode indicar cidade/país e não necessariamente o endereço exato.
Sobre este escritório
Cita: "Alojamento Masculino / Zero Energy Design Lab" [Boys Hostel Block / Zero Energy Design Lab] 27 Set 2018. ArchDaily Brasil. Acessado . <https://www.archdaily.com.br/br/902731/alojamento-masculino-zero-energy-design-lab> ISSN 0719-8906

¡Você seguiu sua primeira conta!

Você sabia?

Agora você receberá atualizações das contas que você segue! Siga seus autores, escritórios, usuários favoritos e personalize seu stream.