O site de arquitetura mais visitado do mundo
Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos
  1. ArchDaily
  2. Projetos
  3. Pavilhão
  4. Equador
  5. Al Borde
  6. 2018
  7. Refeitório de Guadurnal / Al Borde + Taller General

Refeitório de Guadurnal / Al Borde + Taller General

  • 21:00 - 20 Setembro, 2018
  • Traduzido por Giovana Martino
Refeitório de Guadurnal / Al Borde + Taller General
Refeitório de Guadurnal / Al Borde + Taller General, © JAG Studio
© JAG Studio

Cortesía de Al Borde © JAG Studio © JAG Studio © JAG Studio + 36

  • Arquitetos

  • Localização

    Guadurnal, Esmeraldas, Equador
  • Ano do Projeto

    2018
  • Fotografías

    JAG Studio, Courtesy of Cortesia de Al Borde, Daniela Roepke, Florencia Sobrero, Marie Combette, Courtesy of Cortesia de Taller General, Carlos Cuenca,
  • Colaboração

    Elise Ytterstad, Laura Ardizzone, Marialaura Colagero e Catarina Mateus
  • Engenharia

    Mathieu Lamour
  • Construtora

    Al Borde + Taller General + Comunidad de Guadurnal
  • Muralista

    David Sur
  • Ilustração

    Carlos Valarezo
  • Pavilhão do Infonavit Habitat III

    La Metropolitana
  • Construção Infonavit Hábitat III

    Turicom
  • Ano do Projeto

    2017
  • Comunidade

    Directiva 2015-2017, Directiva 2017-2019, Martha Ortiz Correa profesora Escuela 6 de Mayo y Directiva de Padres de Familia Escuela 6 Mayo
  • Apoio

    Infonavit
  • Mais informações Menos informações
© JAG Studio
© JAG Studio

Descrição enviada pela equipe de projeto. Em 2016, para a Conferência Mundial da ONU Habitat III, o escritório AL Borde foi encarregado de projetar o Pavilhão Alemão, o qual teve como conceito principal a segunda vida como função social. Esta temática interessou a Infonavit que propôs reusar o pavilhão com um fim social. Desta forma, o projeto se conforma a partir da união de forças com a instituição mexicana. 

Corte
Corte
Axonométrica
Axonométrica

O Pavilhão projetado pelo Al Borde é composto por dois volumes entrelaçados, os quais apresentam a forma arquetípica de uma casa. A  primeira coisa que fizemos foi separá-los, obtendo assim espaço suficiente para atividades como aulas, refeições, elaboração de projetos, etc. A ideia é se apropriar do espaço para gerar atividades que aproximam pessoas, o que é diferente de uma exposição.

Para decidir onde seria instalado este projeto, procurou-se por uma comunidade que já tivesse um projeto em andamento e que pudesse ser complementado por este equipamento. Equipamentos como este asseguram a participação da comunidade na causa. 

© JAG Studio
© JAG Studio

Depois do terremoto de Abril de 2016, uma equipe liderada pelo Taller General estava atuando na área dando assistência técnica para a comunidade de Guadurnal. Os arquitetos trabalharam com o reforço estrutural das casas, usando pilares de concreto apoiados sob pneus de reciclagem, o que potencializou o processo de autoconstrução intensiva que teve origem pós terremoto, resolvendo patologias detectadas nas construções, com respostas baseadas em lógicas de construção e buscando soluções fáceis de serem aplicadas e replicadas. 

Vista Interna
Vista Interna
© JAG Studio
© JAG Studio

A proximidade com a comunidade local permitiu entender melhor quais as necessidades e encaminhar um uso futuro para o pavilhão. O primeiro estudo deste projeto foi convertê-lo em um espaço para aulas, porém, enquanto se trabalha nesta ideia o governo instalou uma estrutura pré-fabricada de pvc com espaço para salas de aula. Com esta demanda sanada, a segunda ideia foi resolver o refeitório para as crianças. 

Cortesía de Taller General
Cortesía de Taller General
Cortesía de Al Borde
Cortesía de Al Borde

Um dos problemas que a comunidade sempre citava durante o processo participativo era de que a área se inundava em época de chuvas, tendo chegado em até 2 metros de nível d'água. A decisão evidente foi elevar os volumes e transformar o piso térreo em um espaço mais efêmero, aproveitando a sombra, que é vital em um lugar costeiro, para gerar um espaço de encontro, valorizado ainda mais pela disposição de redes, dando um caráter lúdico ao lugar. Esta decisão de projeto criou um espaço de estar não somente para as crianças que frequentam o refeitório, mas também para os adultos. 

© Daniela Roepke
© Daniela Roepke

O projeto se tornou importante para a comunidade rapidamente, de forma que eles se apropriaram de alguns melhoramentos. Com seus próprios meios, eles decidiram dar acabamento nas paredes e consultaram os arquitetos sobre qual cor seria melhor. O artista urbano e ilustrador David Sur formava parte da equipe que dava assistência técnica pós terremoto a comunidade, e se encarregou de fazer um mural que contasse a história da reconstrução até a construção do refeitório. Com esta ação, o pavilhão passou a ser um marco da história desta comunidade que tem um antes e um depois do terremoto. 

Ver a galeria completa

Localização aproximada, pode indicar cidade/país e não necessariamente o endereço exato.
Sobre este escritório
Escritório
Cita: "Refeitório de Guadurnal / Al Borde + Taller General" [Comedor de Guadurnal / Al Borde + Taller General] 20 Set 2018. ArchDaily Brasil. (Trad. Martino, Giovana) Acessado . <https://www.archdaily.com.br/br/902256/refeitorio-de-guadurnal-al-borde-plus-taller-general> ISSN 0719-8906

¡Você seguiu sua primeira conta!

Você sabia?

Agora você receberá atualizações das contas que você segue! Siga seus autores, escritórios, usuários favoritos e personalize seu stream.