Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos

The Ship / Strombro Building Workshop

The Ship / Strombro Building Workshop

© Mikael Olsson © Mikael Olsson © Mikael Olsson © Mikael Olsson + 23

Ateliê  · 
Åkersberga, Suécia
  • Arquitetos Autores deste projeto de arquitetura Strombro Building Workshop
  • Área Área deste projeto de arquitetura
    696.0 m2
  • Fabricantes Marcas com produtos usados neste projeto de arquitetura
    ASSA, Baseco, Cross Timber Systems, Rothoblaas, Siemens, Steico, Sto Scandinavia AB, Viljandi
  • Arquiteto responsável

    Daniel Fagerberg
  • Ano do projeto

    2017
  • Fotografias

  • Equipe de arquitetura/engenharia

    Nils Sandström, Mariel Benedetto, Gavin Sanotti, Aaron Tsang
  • Engenharia estrutural

    Strombro Building Workshop, Holzpak -Ermanno Ancler
  • Complementares

    Strombro Building Workshop, IMEK
  • Construtora

    Propio
  • Sub-construtora

    HTCC
  • Cliente

    Propio
  • Orçamento

    €1’625’000 (€2325/m2) inc.VAT
Mais informações Menos informações
© Mikael Olsson
© Mikael Olsson

Background

Era outono de 2014 e tínhamos acabado de contratar o Nils Sandström para trabalhar conosco. "The Ship" foi a nossa primeira experiência trabalhando em equipe e por isso decidimos mergulhar de cabeça neste projeto com o intuito de encontrar rapidamente a sintonia necessária para o desenvolvimento da proposta e também para conhecermos melhor o método de trabalho de cada um. Quinze minutos foram suficientes para descobrirmos que tínhamos muito em comum, principalmente quanto à simpatia compartilhada pela estética sci-fi dos anos 80 e 90. Há muito tempo estávamos planejando incorporar a estética deste universo utópico em um projeto de verdade. Foi então que percebemos que esta poderia ser a oportunidade que todos nós estávamos esperando, uma vez que o nosso cliente, a Propio, uma empresa inovadora e com uma pegada tecnológica voltada para o futuro, estava disposta a comprar esta ideia. Em nossa análise de preferência estética (também conhecida como avaliação intuitiva), lembrei do primeiro vídeo que vi pela internet, o trailer de "Star Wars: a ameaça fantasma". Na cena de abertura vemos uma série de tanques descendo as colinas verdes do planeta Naboo. Nosso terreno, localizado em uma encosta e subdividido em quatro propriedades, inevitavelmente evocava aquela memória fantástica do final dos anos 90. A partir daquele momento começamos a trabalhar em duas frentes, onde cada elemento fictício criado por Kubrik poderia se traduzir em um elemento construtivo ou espacial de nosso projeto. Partimos com uma estrutura porticada de cantos arredondados construído o núcleo vazio do edifício, proporcionando rigidez e acolhendo o módulo de serviço. Mais adiante, incorporamos tantos outros elementos do cenário do filme em nosso projeto, transformando a bancada da cozinha em uma espécie de painel de controle e rebaixando o espaço social como a sala de comando.

© Mikael Olsson
© Mikael Olsson
Implantação
Implantação
© Mikael Olsson
© Mikael Olsson

Com a sala de comando definida e orientada no sentido norte a sul (em direção à luz), decidimos abrir uma enorme janela em frente, o último elemento que estava faltando. Argumentamos com os corretores de plantão que esta janela panorâmica seria o principal elemento responsável pelo sucesso das vendas. Sem mencionar que a nossa estratégia projetual estava baseada em um filme de ficção científica, decidimos ainda incorporar uma abertura zenital em nossa cobertura de painéis CLT, sob a qual assistimos naquele dia uma tempestade de neve iluminada pela luz do guindaste da construção. Naquele momento, sentados no degrau da sala de comando a observar o amplo panorama empírico a nossa frente, tínhamos nos transportado para uma realidade muito distante daquela onde realmente estávamos.

© Mikael Olsson
© Mikael Olsson

Materiais

Nossos colegas da Strombro, depois de mais de 15 anos de pesquisa e desenvolvimento, decidiram trabalhar apenas com estruturas CLT (Cross Laminated Timber). Neste projeto, utilizamos quadros de CLT revestidos com gesso acartonado e isolamento de fibra de madeira. A permeabilidade destes elementos de fechamento, utilizados tanto nas paredes, pisos e tetos, faz com que a casa “respire”, absorvendo e liberando umidade. Isso garante um ambiente interno bastante confortável, livre de toxinas, partículas livres e poeira.

© Mikael Olsson
© Mikael Olsson
Plantas
Plantas
© Mikael Olsson
© Mikael Olsson

Programa

Tanto o código de obras quanto a expansão suburbana desenfreada durante os anos 70 resultaram em uma série de projetos em estilo "home office" que parecem mais com salões de beleza ou escritórios de psicólogos que com uma casa unifamiliar. Nosso projeto destoa evidentemente em meio a este contexto, permitindo que os transeuntes se questionem a respeito da arquitetura que define as áreas suburbanas de nossas cidades. O vazio da escada leva ao extremo a capacidade estrutural do sistema em CLT, um painel de 6 metros de altura e somente 10 cm de espessura, o qual é responsável por transferir as cargas verticais e dar rigidez a estrutura da casa. Além disso, cada uma das casas conta com um terraço aberto ao ar livre de frente para a piscina do pavimento inferior, com a área de uso comum completamente aberta para a luz do dia e os quartos na parte mais privativa da casa, além de um jardim acessível 24 horas por dia nos 7 dias da semana.

© Mikael Olsson
© Mikael Olsson

Galeria do Projeto

Ver tudo Mostrar menos

Localização do Projeto

Endereço: Åkersberga, Suécia

Localização aproximada, pode indicar cidade/país e não necessariamente o endereço exato.
Sobre este escritório
Cita: "The Ship / Strombro Building Workshop" [The Ship / Strombro Building Workshop] 16 Set 2018. ArchDaily Brasil. (Trad. Libardoni, Vinicius) Acessado . <https://www.archdaily.com.br/br/901859/the-ship-strombro-building-workshop> ISSN 0719-8906

¡Você seguiu sua primeira conta!

Você sabia?

Agora você receberá atualizações das contas que você segue! Siga seus autores, escritórios, usuários favoritos e personalize seu stream.