Slow Cabins (TM) na Bélgica / Xavier Leclair

Slow Cabins (TM) na Bélgica / Xavier Leclair

© Slow Cabins - Jonas Verhulst© Slow Cabins - Jonas Verhulst© Slow Cabins - Jonas Verhulst© Slow Cabins - Jonas Verhulst+ 13

© Slow Cabins - Jonas Verhulst
© Slow Cabins - Jonas Verhulst

Motivação

O projeto do Slow Cabins foi desenvolvido com o objetivo de recarregar as baterias daqueles que residem nos centros urbanos. A ideia é fazer as pessoas se desconectarem do mundo e desfrutarem de sua intimidade e da natureza em uma espécie de 'cabana do silêncio'. Localizado a não mais do que duas horas de carro de distância das cidades, a empresa busca dar uma nova cara aos conceitos de habitação e hospedagem, buscando enfrentar desafios contemporâneos:

  • Desenvolver habitações móveis que sejam sustentáveis, menores, mais saudáveis, com melhor mobilidade, acessíveis financeiramente e duráveis;  
  • Escolher materiais naturais, de qualidade e que tenham vínculo com tecnologias de impacto mínimo ao meio ambiente;
  • Integrar projetos multifuncionais, oferecendo simplicidade em alta performance.  

© Slow Cabins - Jonas Verhulst
© Slow Cabins - Jonas Verhulst

Produto

Uma start-up belga oferece uma seleção de chalés móveis sustentáveis para serem dispostas em localidades secretas da natureza, mantendo uma certa proximidade com a cidade. Casais e famílias podem agendar um chalé, além de empresas que queiram organizar um passeio pela natureza com seus funcionários. Essa dinâmica é possível graças a um sistema inovador e multifuncional que transforma uma área de dormir em uma sala de reuniões. Os chalés podem ser agendados, alugados ou vendidos. Para investidores e donos de terras. Além disso, as Slow Cabins também oferecem os chalés como modelo de serviço, gerando o máximo de impacto e novas receitas a partir de um modelo circular de negócio. 

Isométrica
Isométrica

Os chalés são fabricados com madeira e outros materiais duráveis. O projeto também se associou com produções locais, buscando inovações, como um sistema de bateria para o banheiro ou banheiros secos. O interior é decorado com madeira, enquanto que os restos das madeiras foram aproveitados para confeccionar brinquedos. As cabanas são auto sustentáveis, sem conexão nas redes de água, eletricidade ou esgoto. Para a empresa Slow Cabin, viver "fora do radar" não é um sonho romântico, mas uma realidade. 

© Slow Cabins - Jonas Verhulst
© Slow Cabins - Jonas Verhulst

Além disso, a empresa também aplica um sistema de negócios inclusivo, re-investindo parte de seus lucros em projetos locais, buscando reforçar o impacto do conceito da empresa. Slow Cabins é parte de uma nova geração de empresas "orientadas para o impacto mínimo". 

© Slow Cabins - Jonas Verhulst
© Slow Cabins - Jonas Verhulst

Confecção

Os chalés são compactos, móveis e modular, com  atenção especial à iluminação, conforto térmico e simplicidade. Os chalés têm janelas absolutas,desenhadas tanto para o máximo de relaxamento, intimidade e atenção, quanto para o maior contato com a natureza. 

Planta
Planta

A Slow Cabins aplica um modelo de negócios circular e de baixo impacto, tanto em termos de produto quanto em termos de projeto. Já no projeto, começa-se esse modelo ao escolher os materiais corretos e as técnicas que minimizem o desperdício e o impacto do chalé no entorno natural. 

© Slow Cabins - Jonas Verhulst
© Slow Cabins - Jonas Verhulst

Galeria do Projeto

Ver tudoMostrar menos

Localização do Projeto

Endereço:Bélgica

Clique para abrir o mapa
Localização aproximada, pode indicar cidade/país e não necessariamente o endereço exato.
Sobre este escritório
Cita: "Slow Cabins (TM) na Bélgica / Xavier Leclair" [Slow Cabins (TM) in Belgium / Xavier Leclair] 24 Ago 2018. ArchDaily Brasil. Acessado . <https://www.archdaily.com.br/br/900696/slow-cabins-tm-na-belgica-xavier-leclair> ISSN 0719-8906

¡Você seguiu sua primeira conta!

Você sabia?

Agora você receberá atualizações das contas que você segue! Siga seus autores, escritórios, usuários favoritos e personalize seu stream.