Casa Sant Martí / Francesc Rifé Studio

Casa Sant Martí / Francesc Rifé Studio

© David Zarzoso© David Zarzoso© David Zarzoso© David Zarzoso+ 27

El Vallès Occidental, Espanha
  • Ano Ano de conclusão deste projeto de arquitetura Ano:  2018
  • Fotógrafo Fotografias:  David Zarzoso
  • Fabricantes Marcas com produtos usados neste projeto de arquitetura
    Fabricantes: Bulthaup, CARMENES, Dynamobel, Flos, HAY, Point, Santa & Cole
  • Construção:Coblonal
  • Casa:575.0 m²
  • Edifícios Anexos:510.0 m²
  • Pátio:440.0 m²
  • Cobertura, Churrasqueira, Piscina E Vestiários:680.0 m²
  • Arquiteto Responsável:Francesc Rifé
  • Equipe De Projeto:Sònia Pellicer, Sergio Alfonso, Bruno Benedito, Carlos Fernández Saracibar, Patricia Guridi, Paola Noguera, Jessica Machucala
  • Cidade:El Vallès Occidental
  • País:Espanha
Mais informaçõesMenos informações
© David Zarzoso
© David Zarzoso

Descrição enviada pela equipe de projeto. Localizada em um pequeno vale em Vallès, na Catalunha, esta antiga casa de fazenda (masía) foi completamente restaurada e modernizada para abrigar uma família que há alguns anos, decidiu investir na criação de cavalos de raça. O projeto da "nova vila" incorpora o antigo edifício de três pavimentos adicionando ainda outras estruturas térreas para complementar o programa.

© David Zarzoso
© David Zarzoso
Planta
Planta
© David Zarzoso
© David Zarzoso

Além de transformar a estrutura centenária em um espaço de vida moderno, o principal desafio deste projeto foi criar um diálogo franco e honesto entre os diferentes volumes, criando uma unidade entre eles. Desta maneira, o projeto incorporou uma pérgola metálica que envolve tanto a parte frontal do pátio quanto a parte posterior da casa e seus anexos.

© David Zarzoso
© David Zarzoso

Este conceito de integração dos espaços também foi considerado no projeto de interiores, procurando criar uma harmonia entre os distintos materiais, formas e volumes entre os novos edifícios e a estrutura original. Para criar uma atmosfera singela e minimalista, procuramos unificar a tonalidade dos elementos utilizados através de uma pintura branca simples que cobre tanto as paredes quanto os forros. No piso, ainda que tenhamos nos esforçado para manter cada um dos materiais originais, como o tijolo de barro, as péssimas condições de algumas superfícies, nos levaram a cobrir com uma leve camada de cimento toda a planta do térreo, utilizando assoalho de madeira de carvalho natural nos pavimentos superiores.

© David Zarzoso
© David Zarzoso
Corte
Corte
© David Zarzoso
© David Zarzoso

Cada um dos pavimentos da vila foi então organizado em três "territórios", um espaço central e dois laterais. Para ampliar a integração entres eles, uma das principais decisões foi abrir e incorporar a escada que anteriormente impedia a livre circulação entre os espaços anexos. Utilizando novos elementos em chapa de aço, a estrutura foi completamente transformada, criando uma atmosfera muito mais agradável e compatível com a arquitetura dos outros espaços. Junto à escada foi implantada uma parede de chapa de aço com meia altura de forma a criar uma separação visual entre a mesa da sala de jantar e o exterior da casa.

© David Zarzoso
© David Zarzoso

Outro importante espaço do projeto é uma estrutura independente que pode ser acessada à partir da rua, desconectada da casa principal. Projetada como um espaço para acolher as reuniões da família e outros eventos, decidimos manter a sua estrutura de duas águas, liberando o espaço e incorporando um novo módulo de madeira de carvalho que integra a cozinha, os banheiros e um acesso ao pátio. O piso de concreto funciona como um pano de fundo neutro, onde a grande mesa de jantar e a ampla sala de estar complementam perfeitamente a atmosfera do espaço. Para delimitar o novo limite entre o exterior e o interior, os arcos da fachada foram marcados segundo a modulação da nova estrutura metálica e da fachada de vidro. Seguindo as linhas do edifício original, o outro volume foi adaptado como um novo armazém no térreo além de abrigar a residência dos caseiros no segundo pavimento. Este edifício, conectado com a sala de jogos, reflete seus quatro arcos da fachada para o pátio central, criando uma iluminação cênica de frente para a fachada principal da casa da família.

© David Zarzoso
© David Zarzoso

A pérgola implantada na parte posterior da casa funciona como uma área externa sombreada e ventilada, reforçando o diálogo entre o espaço da casa e o jardim. Simbolicamente simulando as formas da antiga arcada, uma nova estrutura metálica procura simplificar a volumetria da pequena construção que teve de ser demolida. É importante destacar a incorporação de outro pequeno anexo, rebocado e pintado de cinza, deixando a vista importantes elementos construtivos da estrutura original.

Corte exterior
Corte exterior

Nos fundos da casa encontra-se a piscina, junto com uma pequena estrutura que foi adaptada para receber os banheiros e vestiários. Este recinto não é apenas um resumo completo da obra, mas também incorpora um jardim que se integra com a paisagem natural do entorno, criando um espaço amplo e sem barreiras visuais.

© David Zarzoso
© David Zarzoso

Galeria do Projeto

Ver tudoMostrar menos
Sobre este escritório
Cita: "Casa Sant Martí / Francesc Rifé Studio" [Casa Sant Martí / Francesc Rifé Studio] 23 Ago 2018. ArchDaily Brasil. Acessado . <https://www.archdaily.com.br/br/900480/casa-sant-marti-francesc-rife-studio> ISSN 0719-8906

¡Você seguiu sua primeira conta!

Você sabia?

Agora você receberá atualizações das contas que você segue! Siga seus autores, escritórios, usuários favoritos e personalize seu stream.