Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos
  1. ArchDaily
  2. Projetos
  3. Edifícios Institucionais
  4. Brasil
  5. Vão
  6. 2016
  7. Sede de uma Fábrica de Blocos / Vão

Sede de uma Fábrica de Blocos / Vão

  • 05:00 - 20 Agosto, 2018
  • Curadoria de Pedro Vada
Sede de uma Fábrica de Blocos / Vão
Sede de uma Fábrica de Blocos / Vão, © Rafaela Netto
© Rafaela Netto

© Rafaela Netto © Rafaela Netto Cortesia de Vão © Rafaela Netto + 24

  • Arquitetos

  • Localização

    Avaré, Estado de São Paulo, Brasil
  • Arquitetx Responsável

    André Nunes, Anna Juni, Enk te Winkel, Gustavo Delonero
  • Área

    150.0 m2
  • Ano do projeto

    2016
  • Fotografias

© Rafaela Netto
© Rafaela Netto

Descrição enviada pela equipe de projeto. A urgência de abertura do espaço, o baixo orçamento disponível e o fato do terreno ser alugado eram fatores que impediam uma construção convencional para a sede desta fábrica de blocos de concreto em Avaré, interior de São Paulo. Diante a este contexto, os sócios passaram a cogitar a compra de um container, contudo, não nos parecia coerente que o futuro espaço de escritório e showroom da fábrica não empregasse o material por ela produzido.

© Rafaela Netto
© Rafaela Netto
Planta - Térreo
Planta - Térreo
Cortesia de Vão
Cortesia de Vão

Foi durante uma das visitas ao galpão, observando o sistema de armazenamento e transporte dos blocos em pilhas apoiadas sobre pallets, que ocorreu a ideia de construir sem a utilização de argamassa. Desta forma a obra seria transformada em uma rápida montagem e o material poderia ser totalmente reutilizado no caso de uma mudança de endereço. Como a quantidade de blocos não era um problema, a estabilidade seria garantida pelo aumento significativo da espessura das paredes, transformando-as em verdadeiras muralhas de blocos aparelhados.

Processo de Construção 4
Processo de Construção 4
Diagrama Construtivo
Diagrama Construtivo
Processo de Construção 5
Processo de Construção 5

A partir de então as relações entre altura, peso e superfície de contato dos empilhamentos passaram a ser exploradas tanto no projeto como em protótipos no canteiro de obra, resultando em duas configurações de aparelhos: paredes longitudinais com 0,6m de largura e paredes transversais com 1,20m de largura. De certo modo, o sistema construtivo desenvolvido faz uma alusão às antigas construções megalíticas, antecessoras à invenção de substâncias aglutinadoras, que tinham a força da gravidade como principal elemento estabilizador.

© Rafaela Netto
© Rafaela Netto

Para nivelar e travar verticalmente essas muralhas a lógica do sistema observado na visita foi reproduzida na obra, substituindo os pallets por lajes a cada seis fiadas. Tanto nas lajes intermediárias quanto na cobertura, os trilhos pré-moldados foram justapostos sem a colocação das usuais lajotas cerâmicas, ou seja, o espaço de ar que seria gerado por elas foi preenchido pelo concreto, aumentando significativamente o peso das lajes a fim de auxiliar no travamento das largas muralhas de blocos. 

Ver a galeria completa

Localização do Projeto

Localização aproximada, pode indicar cidade/país e não necessariamente o endereço exato.
Sobre este escritório
Escritório
Cita: "Sede de uma Fábrica de Blocos / Vão" 20 Ago 2018. ArchDaily Brasil. Acessado . <https://www.archdaily.com.br/br/900310/sede-de-uma-fabrica-de-blocos-vao> ISSN 0719-8906

¡Você seguiu sua primeira conta!

Você sabia?

Agora você receberá atualizações das contas que você segue! Siga seus autores, escritórios, usuários favoritos e personalize seu stream.