Museu da Romanidade de Nîmes / 2Portzamparc – Elizabeth de Portzamparc

Museu da Romanidade de Nîmes / 2Portzamparc – Elizabeth de Portzamparc

Cortesia de 2Portzamparc-Elizabeth de Portzamparc Architect© Serge Urvoy© Serge Urvoy© Serge Urvoy+ 39

Nimes, França
  • Arquiteto Associado:A+ Architecture
  • Arquiteto Responsável Pelos Monumentos Históricos:Alain-Charles Perrot
  • Paisagismo:Régis Guignard
  • Multimídia :Mardi8
  • Sinalização:Locomotion Sarl / Je Formule
  • Iluminação:Lightec
  • Engenharia Acústica:Gamba Acoustique
  • Economia Da Construção:L’Echo
  • Estrutura:Sarl André Verdier
  • Fachada:RFR
  • Consultoria Fluídos:Louis Choulet
  • Cidade:Nimes
  • País:França
Mais informaçõesMenos informações
© Stéphane Ramillon-Vile de Nîmes
© Stéphane Ramillon-Vile de Nîmes

Descrição enviada pela equipe de projeto. Um importante complexo da cultura romana e um museu inovador, jardim arqueológico e ambiente de estar, o Musée de la Romanité é o maior evento arquitetônico e cultural contemporâneo de 2018 na França. Ele foi aberto ao público em 2 de junho de 2018, com mais de 5.000 visitantes no primeiro dia (10.000 visitantes em todo o final de semana). Suas excepcionais coleções arqueológicas contêm mais de 25.000 peças, das quais cerca de 5.000 são exibidas em mais de 9.100 m².

© Nicolas Borel
© Nicolas Borel
Contexto
Contexto
© Serge Urvoy
© Serge Urvoy

O edifício é organizado em torno de uma rua interna que segue o traçado da antiga muralha. Acessível a todos, esta passagem pública cria uma abertura visual e conecta a praça em torno do anfiteatro com o jardim arqueológico. Conforme os visitantes atravessam o térreo do museu, eles são convidados a descobrir os tesouros antigos do local. No centro do edifício, um átrio de 17 metros revela um fragmento do Propylaea do Santuário da Fonte, localizado dentro de uma reconstituição espetacular deste local sagrado que data a fundação da cidade pré-romana. Esta primeira recreação pública é um primeiro convite para descobrir as outras coleções e o interior do museu.

Cortesia de 2Portzamparc-Elizabeth de Portzamparc Architect
Cortesia de 2Portzamparc-Elizabeth de Portzamparc Architect

Situado na entrada da cidade antiga, o museu abre a vista para o anfiteatro através do seu piso térreo transparente. A densa trama da fachada evoca uma toga romana e as placas de vidro quadradas que a compõem combinam a transparência moderna com a tradição de uma grande arte romana: os mosaicos, também evocando sutilmente um elemento importante das coleções do museu. Esta película de vidro translúcida é composta por 7.000 chapas de vidro estampadas cobrindo uma superfície de 2.500 m². As reflexões e ondulações deste mosaico de vidro mudam de aparência ao longo do dia.

Corte Longitudinal
Corte Longitudinal

Uma série de aberturas na fachada oferece diferentes vistas do anfiteatro e do jardim arqueológico abaixo. Ao longo dos espaços de exposição, um diálogo ininterrupto é mantido entre a museografia e o exterior, fazendo com que a cidade penetre no museu.

© Serge Urvoy
© Serge Urvoy

Organizado em torno da muralha romana e outros vestígios descobertos durante as escavações antes do trabalho de nivelamento, o jardim arqueológico é imaginado como um "museu verde". Todos os vestígios da história descobertos aqui foram preservados e restaurados e agora são de livre acesso para todos os visitantes. Este espaço público verde de 3.500 m², pensado por Régis Guignard, está estruturado em três camadas correspondentes aos três grandes períodos - o gaulês, o romano e a Idade Média - da trilha museográfica, enriquecendo e completando a finalidade científica.

© Nicolas Borel
© Nicolas Borel

O telhado verde, que não estava planejado no programa do concurso arquitetônico, foi criado por Elizabeth de Portzamparc como um ponto culminante da trilha ascendente do museu. Ele pontua a visita oferecendo um mirante em Nîmes e seus 21 séculos de história, com o anfiteatro em primeiro plano e, ao longe, o Tour Magne, que data da fundação da cidade. Este espaço público, como um local de encontro, acessível a todos, se torna uma praça da cidade que eleva a vida urbana ao topo do museu.

© Serge Urvoy
© Serge Urvoy

Galeria do Projeto

Ver tudoMostrar menos

Localização do Projeto

Endereço:Nimes, França

Clique para abrir o mapa
Localização aproximada, pode indicar cidade/país e não necessariamente o endereço exato.
Sobre este escritório
Cita: "Museu da Romanidade de Nîmes / 2Portzamparc – Elizabeth de Portzamparc" [Musée de la Romanité de Nîmes / 2Portzamparc – Elizabeth de Portzamparc] 02 Set 2018. ArchDaily Brasil. Acessado . <https://www.archdaily.com.br/br/897812/museu-da-romanidade-de-nimes-2portzamparc-nil-elizabeth-de-portzamparc> ISSN 0719-8906

¡Você seguiu sua primeira conta!

Você sabia?

Agora você receberá atualizações das contas que você segue! Siga seus autores, escritórios, usuários favoritos e personalize seu stream.