O site de arquitetura mais visitado do mundo
i

Inscreva-se agora e organize a sua biblioteca de projetos e artigos de arquitetura do seu jeito!

Inscreva-se agora para salvar e organizar seus projetos de arquitetura

i

Encontre os melhores produtos para o seu projeto em nosso Catálogo de Produtos

Encontre os produtos mais inspiradores do nosso Catálogo de Produtos

i

Instale o ArchDaily Chrome Extension e inspire-se a cada nova aba que abrir no seu navegador. Instale aqui »

i

En todo el mundo, arquitectos están encontrando maneras geniales para reutilizar edificios antiguos. Haz clic aquí para ver las mejores remodelaciones.

Quer ver os melhores projetos de remodelação? Clique aqui.

i

Mergulhe em edifícios inspiradores com nossa seleção de 360 ​​vídeos. Clique aqui.

Veja nossos vídeos imersivos e inspiradores de 360. Clique aqui.

Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos
Navegue entre os artigos utilizando o teclado
  1. ArchDaily
  2. Projetos
  3. Hotéis
  4. China
  5. One Take Architects
  6. 2018
  7. Silver Linings Boutique Country Hotel / One Take Architects

Remodelaçao

Apresentado por the MINI Clubman

Silver Linings Boutique Country Hotel / One Take Architects

  • 17:00 - 22 Junho, 2018
  • Traduzido por Vinicius Libardoni
Silver Linings Boutique Country Hotel / One Take Architects
© Wei Kang
© Wei Kang

© Wei Kang © Wei Kang © Wei Kang © Wei Kang + 27

  • Arquitetos

  • Localização

    Yixing, Wuxi, Jiangsu, China
  • Arquiteto responsável

    Hao Li
  • Área

    1000.0 m2
  • Ano do projeto

    2018
  • Fotografias

© Wei Kang
© Wei Kang

Descrição enviada pela equipe de projeto. O Silver Linings Boutique Country Hotel é um projeto de reforma na pequena comunidade de Bamboo Sea Village, na cidade de Yixing, mais conhecida pela bela paisagem de Jiangnan por onde passa o Rio Yangtze.

© Wei Kang
© Wei Kang

Diferentemente da visão romântica que se tem sobre a vida rural às margens do rio, este edifício parece deslocado do ambiente pitoresco que o cerca.

Desenho axonométrico
Desenho axonométrico

Sua volumetria sólida, resultado de diversas reformas sucessivas, contrasta fortemente com a arquitetura do entorno. O projeto de reforma, no entanto, não foi concebido para adaptar este edifício singular a seu entorno, nem para impor uma visão idealista pré-determinada sobre a sua arquitetura. Em vez disso, o projeto procurou explorar e realçar as qualidades do edifício existente, ao mesmo tempo em que procurou resolver suas inconveniências.

© Wei Kang
© Wei Kang

O projeto partiu de um simples estudo do layout da área. O peso das paredes de alvenaria e sua função estrutural, oferecia poucas oportunidades para transformar livremente o espaço. Deste modo, consideramos que todos os ajustes deveriam ser feitos sem alterar a estrutura do edifício. Trabalhamos com o desenho de mobiliário e instalamos várias estantes. Espelhos foram usados tanto no piso quanto no forro, de forma a criar uma ilusão óptica de um espaço infinito, onde as estantes de livros e as escadas parecem ocupar o espaço indefinidamente, o que faz com que o espaço pareça muito maior.

Diagrama das escadas
Diagrama das escadas

Grande ênfase foi dada às aberturas e varandas, cada uma é única e possui sua própria identidade, portanto, cada espaço é exclusivo. As janelas originais foram mantidas enquanto que as varandas, criadas ao acaso, foram transformadas para criar um senso de unidade na fachada. No processo, foram utilizadas duas técnicas de paisagismo chinês - emoldurando a paisagem e protegendo-se dela. A utilização de materiais locais, tecidos feitos à mão e móveis produzidos na região com madeiras nativas faz com que os quartos do hotel, embora pareçam semelhantes entre si, possuam sua própria identidade e individualidade. 

© Wei Kang
© Wei Kang
Planta - 1º pavimento
Planta - 1º pavimento
© Wei Kang
© Wei Kang
Planta - 4º pavimento
Planta - 4º pavimento

Os guarda corpos de bambu foram produzidos pelos artesão da comunidade e  foram instalados nas varandas para aliviar a tensão do edifício. O muro frontal, construído sobre a base de pedra, também foi interrompido para dar espaço às árvores e jardins que começam a penetrar no terreno, conectando o espaço da rua com o terreno do Hotel. Por outro lado, esta barreira faz uma divisão clara, ainda que sutil, entre o edifício dos seus arredores. Cria-se um espaço íntimo onde antigamente havia um estacionamento. Agora os moradores locais podem sentar-se e conversar ao sol, um espaço completamente diferente e convidativo.

© Wei Kang
© Wei Kang

Como um projeto de reforma de um edifício vernacular em pequena escala, o projeto do novo Silver Linings Boutique Hotel não era ambicioso e também não pretendia resgatar a paisagem histórica que já havia desaparecido a muito tempo. O edifício nunca foi como seus vizinhos próximos e sua volumetria não se encaixa naquilo que podemos chamar de "arquitetura local".

Antes e depois
Antes e depois

Ao construir em espaços como este, acredita-se que é preciso abordar diretamente a identidade regional e cultural. No entanto, nesta próspera comunidade de Jiangnan, onde diferentes tipos de arquitetura coexistem, incorporar as características tradicionais e vernáculas somente para "contextualizar" um edifício, fará com que ele pareça ainda mais estranho e deslocado. Por esta razão, o projeto que desenvolvemos para o Hotel não é convencional. Este projeto não procura encaixar-se no ambiente que o cerca fingindo ser algo que nunca foi. Esta é também uma tentativa de desenvolver uma linguagem alternativa para projetos contemporâneos de hotéis e áreas rurais da China.

© Wei Kang
© Wei Kang

Ver a galeria completa

Localização aproximada, pode indicar cidade/país e não necessariamente o endereço exato.
Sobre este escritório
One Take Architects
Escritório
Cita: "Silver Linings Boutique Country Hotel / One Take Architects" [Silver Linings Boutique Country Hotel / One Take Architects] 22 Jun 2018. ArchDaily Brasil. (Trad. Libardoni, Vinicius) Acessado . <https://www.archdaily.com.br/br/896838/silver-linings-boutique-country-hotel-one-take-architects> ISSN 0719-8906