O site de arquitetura mais visitado do mundo
i

Inscreva-se agora e organize a sua biblioteca de projetos e artigos de arquitetura do seu jeito!

Inscreva-se agora para salvar e organizar seus projetos de arquitetura

i

Encontre os melhores produtos para o seu projeto em nosso Catálogo de Produtos

Encontre os produtos mais inspiradores do nosso Catálogo de Produtos

i

Instale o ArchDaily Chrome Extension e inspire-se a cada nova aba que abrir no seu navegador. Instale aqui »

i

En todo el mundo, arquitectos están encontrando maneras geniales para reutilizar edificios antiguos. Haz clic aquí para ver las mejores remodelaciones.

Quer ver os melhores projetos de remodelação? Clique aqui.

i

Mergulhe em edifícios inspiradores com nossa seleção de 360 ​​vídeos. Clique aqui.

Veja nossos vídeos imersivos e inspiradores de 360. Clique aqui.

Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos
Navegue entre os artigos utilizando o teclado
  1. ArchDaily
  2. Projetos
  3. Arquitetura Residencial
  4. Brasil
  5. Pimont Arquitetura
  6. 2018
  7. Casa em Cacupé / Pimont Arquitetura

Casa em Cacupé / Pimont Arquitetura

  • 05:00 - 6 Junho, 2018
Casa em Cacupé / Pimont Arquitetura
Casa em Cacupé / Pimont Arquitetura, © Pedro Caetano + Rafael Bridi
© Pedro Caetano + Rafael Bridi

© Pedro Caetano + Rafael Bridi © Pedro Caetano + Rafael Bridi © Pedro Caetano + Rafael Bridi © Pedro Caetano + Rafael Bridi + 33

  • Arquitetos

  • Localização

    Florianópolis, Brasil
  • Arquiteto responsável

    Henrique Pimont
  • Coautor

    Arquiteto Alejandro Ortiz
  • Engenheiro Calculista

    Alberto Rodrigues
  • Engenheiro Responsável pela Obra

    Eduardo Santos
  • Área

    340.0 m2
  • Ano do projeto

    2018
  • Fotografias

© Pedro Caetano + Rafael Bridi
© Pedro Caetano + Rafael Bridi

Descrição enviada pela equipe de projeto. A região do Cacupé, em Florianópolis, se desenvolve num modelo típico de subúrbio residencial de baixa densidade, com condomínios unifamiliares ocupando uma faixa de terreno íngreme entre o mar e as montanhas.

© Pedro Caetano + Rafael Bridi
© Pedro Caetano + Rafael Bridi

A paisagem, até pouco tempo atrás caracterizada pelas “casas de chácara” em meio ao verde se opondo aos barracões de pesca junto ao mar, vai se transformando pela urbanização, que concentra a ocupação junto à estrada de acesso, nas áreas mais densamente construídas dos condomínios, que relegam às cotas mais altas as áreas verdes obrigatórias.

Corte C
Corte C

Subindo as encostas, os trechos iniciais de muitos condomínios formam um conjunto quase contínuo de construções, em ruas áridas, com ocupação máxima dos terrenos e recuos mínimos entre as casas. Na corrida pela melhor vista para a baía, as casas vão encobrindo umas às outras, restringindo um dos maiores valores daquela implantação.

© Pedro Caetano + Rafael Bridi
© Pedro Caetano + Rafael Bridi

Neste projeto, partimos de dois desejos particulares e de uma visão diferente de cidade.

© Pedro Caetano + Rafael Bridi
© Pedro Caetano + Rafael Bridi

O primeiro desejo, resgatar a vista deslumbrante que levou à compra do terreno, limitada pela construção da casa vizinha.
O segundo, aplicar conceitos do habitar contemporâneo, numa casa concisa e de ambientes integrados, utilizando técnicas de projeto e tecnologias aplicadas para uma casa energeticamente eficiente e confortável.

© Pedro Caetano + Rafael Bridi
© Pedro Caetano + Rafael Bridi

A visão diferente de cidade, fugindo do conceito predominante de ocupação máxima, levaria a preservar dentro do lote parte da natureza, no mais relegada às áreas de preservação.

Um gesto que explicita o nosso desejo por uma melhor relação entre arquitetura e natureza.

© Pedro Caetano + Rafael Bridi
© Pedro Caetano + Rafael Bridi

A implantação por si, já alcançou alguns dos objetivos.

A casa suspensa preserva o perfil original do terreno, deixando grande parte livre como jardim.  Permite enxergar toda a baía norte da Ilha de Santa Catarina, desde as ilhas de Ratones - na saída da baía - até a ponte Hercílio Luz, no centro da cidade.
O projeto preservou ao máximo o terreno natural, com uma ocupação mínima.

O subsolo é a conexão da casa com a rua, por onde se fazem os acessos.

Subtraída a menor área possível para cumprir o programa, o restante do terreno preservou sua configuração natural.
Utilizamos uma geometria orgânica e a materialidade do concreto rústico nas  interferências com a topografia original do terreno.

Aproveitando o vão até o térreo levemente suspenso, um rasgo contínuo junto ao teto da garagem garante a ventilação natural permanente.

Planta - Superior
Planta - Superior

O térreo é uma grande varanda, coberta e descoberta, fechada e aberta. Permite contemplar o jardim e garante também o acesso aos seus diversos níveis, através de patamares, terraços, escadas e taludes.

Respeita a topografia original e pedras existentes no terreno mesmo no perímetro da construção, aumentando a sensação de integração entre área construída e jardim.

© Pedro Caetano + Rafael Bridi
© Pedro Caetano + Rafael Bridi

O volume expressivo, em madeira, é a  única área fechada, abrigando um par de suítes.

O térreo é todo o jardim. Jardim aberto e permeável à vizinhança.

A casa mesmo é o salão suspenso 4 metros acima do terreno.

Uma grande janela para a vista da baía. A natureza faz parte da casa, o tempo todo.

Corte B
Corte B

Uma planta livre que permite ao casal aproveitar todas as vantagens de um "ninho vazio", sem restrições de privacidade.

Neste salão quarto sala e cozinha compartilham um espaço único. Os espaços de serviço - banheiros, closet, lavanderia, despensa - ocupam a face leste. Estes espaços têm luz e ventilação natural através dos "sheds", voltados ao norte.

Na fachada oeste, um conjunto de telas solares retráteis sombreia a casa nos horários mais quentes, sem perda da visão para a baía ou da ventilação natural.

© Pedro Caetano + Rafael Bridi
© Pedro Caetano + Rafael Bridi

Na fachada leste, um conjunto de rasgos verticais garante um visual dos morros verdes e garante ventilação cruzada, aproveitando a direção dos ventos predominantes.

Na cobertura, painéis fotovoltaicos sombreiam grande parte da cobertura e produzem até 80% da energia elétrica consumida pela casa, compartilhada com a rede através de um medidor bidirecional.

© Pedro Caetano + Rafael Bridi
© Pedro Caetano + Rafael Bridi

Coletores solares abastecem o sistema de aquecimento de água.

A laje plana capta água pluvial, que é filtrada e estocada na cisterna no subsolo. Lá é tratada com ozônio e utilizada intensamente em diversos pontos de consumo pela casa.

© Pedro Caetano + Rafael Bridi
© Pedro Caetano + Rafael Bridi

A casa é sustentável e eficiente. Utilizamos estratégias bioclimáticas para obter conforto ambiental e introduzimos novas tecnologias de captação e reuso de recursos naturais.

Ver a galeria completa

Sobre este escritório
Pimont Arquitetura
Escritório
Cita: "Casa em Cacupé / Pimont Arquitetura" 06 Jun 2018. ArchDaily Brasil. Acessado . <https://www.archdaily.com.br/br/895775/casa-em-cacupe-pimont-arquitetura> ISSN 0719-8906