O site de arquitetura mais visitado do mundo
i

Inscreva-se agora e organize a sua biblioteca de projetos e artigos de arquitetura do seu jeito!

Inscreva-se agora para salvar e organizar seus projetos de arquitetura

i

Encontre os melhores produtos para o seu projeto em nosso Catálogo de Produtos

Encontre os produtos mais inspiradores do nosso Catálogo de Produtos

i

Instale o ArchDaily Chrome Extension e inspire-se a cada nova aba que abrir no seu navegador. Instale aqui »

i

En todo el mundo, arquitectos están encontrando maneras geniales para reutilizar edificios antiguos. Haz clic aquí para ver las mejores remodelaciones.

Quer ver os melhores projetos de remodelação? Clique aqui.

i

Mergulhe em edifícios inspiradores com nossa seleção de 360 ​​vídeos. Clique aqui.

Veja nossos vídeos imersivos e inspiradores de 360. Clique aqui.

Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos
Navegue entre os artigos utilizando o teclado
  1. ArchDaily
  2. Projetos
  3. Edifícios De Escritórios
  4. México
  5. TACO taller de arquitectura contextual
  6. 2018
  7. Edifício Pórtico Palmeto / TACO taller de arquitectura contextual

Edifício Pórtico Palmeto / TACO taller de arquitectura contextual

  • 21:00 - 28 Maio, 2018
  • Traduzido por Camilla Sbeghen
Edifício Pórtico Palmeto / TACO taller de arquitectura contextual
Edifício Pórtico Palmeto  / TACO taller de arquitectura contextual , © Leo Espinosa
© Leo Espinosa

© Leo Espinosa © Leo Espinosa © Leo Espinosa © Leo Espinosa + 23

  • Design de Interiores

    TACO taller de arquitectura contextual
  • Paisagismo

    TACO taller de arquitectura contextual
  • Equipe de Proejto

    Carlos Patrón Ibarra, Alejandro Patrón Sansor, Ana Patrón Ibarra, Estefanía Rivero Janssen.
  • Mais informações Menos informações
© Leo Espinosa
© Leo Espinosa

Descrição enviada pela equipe de projeto. Pórtico Palmeto é um edifício multifuncional que surge dentro do que foi o Palmeto (coleção de palmas) do Viveiro de Cholul, um pulmão verde de 2.5 hectares com várias décadas dedicadas à produção e venda de plantas tropicais localizado no coração de Cholul, uma comunidade de origem maia-colonial pertencente ao município de Mérida, ao sudeste do México. 

© Leo Espinosa
© Leo Espinosa

O objetivo geral foi desenvolver uma forma de habitar em contato com um entorno natural e social consolidado, ao mesmo tempo em que fosse um edifício funcional, versátil e inspirador para as atividades que se desenvolvem ali.

© Leo Espinosa
© Leo Espinosa
Planta - Térreo
Planta - Térreo
© Leo Espinosa
© Leo Espinosa

A atividade principal que se realiza no complexo é a de ateliê/estúdio de arquitetura; entretanto, os espaços foram desenhados sem qualquer estereotipo relacionado a um ateliê tradicional e foram focados em conseguir que a experiência de trabalhar neles fosse a mais acolhedora e doméstica possível, devido a consciência de ser um lugar no qual se passa grande parte do dia. Para os visitantes, o objetivo foi estabelecer uma conexão sensorial com os valores do ofício arquitetônico-construtivo que promove o ateliê. Como atividade secundária, foram realizadas atividades de caráter sócio-cultural. 

Cortes Longitudinais
Cortes Longitudinais

O programa é conformado por uma explanada multifuncional permeável, um jardim/caminho pedonal como parte do plano diretor, um pórtico programado com terraços e áreas de relaxamento que também abriga as áreas públicas e privadas, uma sala de estar/jantar, cozinha, um banheiro completo, uma despensa, área de trabalho, um pátio central e um terraço aberto na cobertura com dois banheiros e casa de máquinas. 

© Leo Espinosa
© Leo Espinosa

A construção está situada na parte posterior do terreno por considerações funcionais e de progressividade no plano diretor do qual forma parte e mantem sua visibilidade desde a rua como estratégia de segurança. Sua volumetria é definida a partir de um levantamento de árvores existentes, assim como dos sistemas passivos implementados (abertura zenitais para evacuação do ar quente, orientação com base na insolação, ventilação cruzada, pés-direitos altos, etc). O pórtico conta com uma série de painéis dobráveis de bambu produzido na região, que funcionam também para controlar a insolação, o nível de privacidade e segurança do edifício contra o vandalismo e os furacões. 

Cortes Transversais
Cortes Transversais

O sistema construtivo é o mais comum da região, a base de blocos, vigas e placas de revestimento de cimento. As lajes foram coladas com concreto impermeável e estão isoladas termicamente com painéis de poliestireno. As instalações hidrossanitárias separam águas cinzas das negras, que são tratadas por meio de uma caixa de gordura e um bio-digestor, respectivamente. Toda a iluminação é LED e os equipamentos com tecnologia Inverter. 

© Leo Espinosa
© Leo Espinosa

Quanto a materialidade, os acabamentos arquitetônicos são aparentes para reduzir a manutenção. Os pisos são de concreto branco rugoso (com juntas de ecocreto para liberar a umidade do solo), assim como as placas pré-coladas no terreno nas quais o mobiliário fixo foi montado. As paredes e teto possuem um reboco polido que foi pigmentado com o tom da terra do local. A carpintaria foi feita com madeira resistente aos cupins. As esquadrias foram fabricadas com alumínio natural e vidros temperados. Todos os espaços interiores consideram mosquiteiros. 

© Carlos Patrón
© Carlos Patrón

As cores são percebidas nos acessos às áreas públicas e em peças de mobiliário. Estas foram escolhidas a partir de uma gama extraída da arquitetura popular da região por sua capacidade de dialogar com as tonalidades da vegetação pré-existente. Essa última foi reforçada com espécies nativas que atraem aves silvestres, além de espécies aromáticas e de consumo humano presentes no espaço "maia" tradicional. Além disso, foram implementados jardins aquáticos que funcionam como controladores de mosquitos e atraem a fauna. Essas considerações somam-se a gama de sensações intangíveis que podem ser percebidas na edificação. 

© Leo Espinosa
© Leo Espinosa

Sua aspiração é ser uma edificação sincrética capaz de abstrair as qualidades de uma herança arquitetônica regional que vai desde a coerência da arquitetura vernácula maia, a sobriedade e misticismo dos conventos franciscanos e a funcionalidade das fazendas yucatecas (entre outras), para conciliar com as características do momento histórico no qual se situa. 

© Leo Espinosa
© Leo Espinosa

Ver a galeria completa

Localização aproximada, pode indicar cidade/país e não necessariamente o endereço exato.
Sobre este escritório
TACO taller de arquitectura contextual
Escritório
Cita: "Edifício Pórtico Palmeto / TACO taller de arquitectura contextual " [Edificio Pórtico Palmeto / TACO taller de arquitectura contextual ] 28 Mai 2018. ArchDaily Brasil. (Trad. Sbeghen Ghisleni, Camila) Acessado . <https://www.archdaily.com.br/br/895046/edificio-portico-palmeto-taco-taller-de-arquitectura-contextual> ISSN 0719-8906

¡Você seguiu sua primeira conta!

Você sabia?

Agora você receberá atualizações das contas que você segue! Siga seus autores, escritórios, usuários favoritos e personalize seu stream.