O site de arquitetura mais visitado do mundo
i

Inscreva-se agora e organize a sua biblioteca de projetos e artigos de arquitetura do seu jeito!

Inscreva-se agora para salvar e organizar seus projetos de arquitetura

i

Encontre os melhores produtos para o seu projeto em nosso Catálogo de Produtos

Encontre os produtos mais inspiradores do nosso Catálogo de Produtos

i

Instale o ArchDaily Chrome Extension e inspire-se a cada nova aba que abrir no seu navegador. Instale aqui »

i

En todo el mundo, arquitectos están encontrando maneras geniales para reutilizar edificios antiguos. Haz clic aquí para ver las mejores remodelaciones.

Quer ver os melhores projetos de remodelação? Clique aqui.

i

Mergulhe em edifícios inspiradores com nossa seleção de 360 ​​vídeos. Clique aqui.

Veja nossos vídeos imersivos e inspiradores de 360. Clique aqui.

Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos
Navegue entre os artigos utilizando o teclado
  1. ArchDaily
  2. Projetos
  3. Arquitetura Industrial
  4. México
  5. ATELIER ARSº
  6. 2017
  7. Novasem / ATELIER ARSº

Novasem / ATELIER ARSº

Novasem / ATELIER ARSº
Novasem / ATELIER ARSº, © Onnis Luque
© Onnis Luque

© Onnis Luque © Onnis Luque © Onnis Luque © Onnis Luque + 33

  • Arquitetos

  • Localização

    Acatlán de Juárez, Jal., México
  • Arquitetos Autores

    Alejandro Guerrero, Andrea Soto
  • Colaboradores

    Andrea Álvarez, Juan Carlos Pérez Albo, Alexis Castillo
  • Ano do Projeto

    2017
  • Fotografias

© Onnis Luque
© Onnis Luque

"Se encontrarmos um monte na floresta,
seis pés de comprimento e três de largura, empilhado
em forma piramidal, nos colocaremos sérios e no nosso
interior alguém dirá: alguém aqui está enterrado.
Isso é arquitetura." - Adolf Loos

© Onnis Luque
© Onnis Luque
Vista Planta Geral
Vista Planta Geral

O projeto aborda o desenvolvimento de um campus industrial para uma empresa produtora e comercializadora de grãos de milho. A localização do terreno em um entorno extra-urbano e seu tamanho, 8 hectares, nos fizeram entender o projeto como uma paisagem na qual deveria ser considerado um conjunto de edifícios em um território com uma atividade agrícola historicamente importante para a região. Uma vez resolvidos os temas de funcionamento ideal da planta em relação à organização dos edifícios no terreno, nos preocupava a questão de sua implantação, que deveria ter a capacidade de estabelecer relações memoráveis com sua paisagem imediata e distante. Para isso, foi criada uma série de plataformas em relação com a topografia do terreno, para dividir as áreas de veículos das áreas de pedestres e, inclusive, para separar o tipo de atividades que se realizam na planta. Dado que o projeto está planejado para uma execução em etapas, era importante separar as atividades em edifícios independentes. A primeira etapa é formada pelos edifícios de armazenamento, torre de produção, laboratório, um memorial e edifício de entrada ao campus. A segunda etapa diz respeito ao edifício de escritórios, dois pavimentos de secagem do milho e um edifício que conterá residências temporais, refeitório e banheiros para os funcionários.

Vista - Memorial
Vista - Memorial
© Onnis Luque
© Onnis Luque

Nosso objetivo foi produzir um lugar onde os edifícios formem binômios com elementos naturais e proponham relações inusitadas com o entorno, como se se tratasse de dissolver os limites entre arquitetura e paisagem. É por conta disso que os edifícios, como o de entrada, são um híbrido que relaciona um embasamento de pedra com uma cobertura construída em estrutura metálica e abóbodas de tijolo típicas da região. Tal embasamento, além de aludir a cidade Loosiana, é um elemento que torna visível o substrato mineral do terreno. Outros edifícios como os celeiros, que foram revestidos em aço corten, estabelecem fugas profundas em plena relação com as preexistências do local, como vistas distantes, bosques e outros elementos encontrados no lote. Este tipo de aproximação se corresponde um pouco com aquela ideia da modernidade na qual a arquitetura industrial pode ser monumental, ainda que em nosso caso sem o fanatismo maquinista próprio desta época e com a ideia de que é possível monumentaliza-la através de sua condição de paisagem. É por isso que a torre de produção aproveita a altura que seus processos internos demandam para configurar-se como um farol no território, como um elemento com a capacidade de estabelecer um ponto de referência no entorno rural, tal como as chaminés provenientes das indústrias açucareiras fizeram no início do século XX naquela região, configurando, assim, uma paisagem produtiva.

© Onnis Luque
© Onnis Luque
© Onnis Luque
© Onnis Luque
© Onnis Luque
© Onnis Luque

Em homenagem à morte do fundador da empresa, incluiu-se dentro do conjunto um jardim memorial que forma o núcleo espacial principal do campus industrial. Ele é formado por um conjunto de ipês alinhados formando um ambiente, dentro do qual se encontram três elementos construídos: um primeiro volume de pedra de cujo solo emerge um curso d'água que vaza sobre um primeiro canal, uma lagoa a nível do solo que contém uma jardineira com banco e, finalmente, um recinto escavado que contém uma queda d'água e uma urna cinerária embutida em um nicho.

© Onnis Luque
© Onnis Luque
Vista - Memorial
Vista - Memorial

Desta maneira, uma arquitetura industrial se propõe como um híbrido programático capaz de aceitar usos ou atividades que, a princípio, podem ser entendidas como não compatíveis. Nós acreditamos que a arquitetura é a manifestação física dos rituais humanos mais profundos e que estes podem ser revelados no cotidiano da vida diária das pessoas. Essa é, para nós, a verdadeira condição monumental da arquitetura.

© Onnis Luque
© Onnis Luque

Ver a galeria completa

Localização aproximada, pode indicar cidade/país e não necessariamente o endereço exato. Cita: "Novasem / ATELIER ARSº" [Novasem / ATELIER ARSº] 30 Mar 2018. ArchDaily Brasil. (Trad. Brant, Julia) Acessado . <https://www.archdaily.com.br/br/891534/novasem-atelier-arso> ISSN 0719-8906