O site de arquitetura mais visitado do mundo
i

Inscreva-se agora e organize a sua biblioteca de projetos e artigos de arquitetura do seu jeito!

Inscreva-se agora para salvar e organizar seus projetos de arquitetura

i

Encontre os melhores produtos para o seu projeto em nosso Catálogo de Produtos

Encontre os produtos mais inspiradores do nosso Catálogo de Produtos

i

Instale o ArchDaily Chrome Extension e inspire-se a cada nova aba que abrir no seu navegador. Instale aqui »

i

En todo el mundo, arquitectos están encontrando maneras geniales para reutilizar edificios antiguos. Haz clic aquí para ver las mejores remodelaciones.

Quer ver os melhores projetos de remodelação? Clique aqui.

i

Mergulhe em edifícios inspiradores com nossa seleção de 360 ​​vídeos. Clique aqui.

Veja nossos vídeos imersivos e inspiradores de 360. Clique aqui.

Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos
Navegue entre os artigos utilizando o teclado
  1. ArchDaily
  2. Projetos
  3. Escolas
  4. Espanha
  5. ABLM arquitectos
  6. 2017
  7. Escola Quase Invisível / ABLM arquitectos

Escola Quase Invisível / ABLM arquitectos

  • 21:00 - 31 Março, 2018
  • Traduzido por Camilla Sbeghen
Escola Quase Invisível / ABLM arquitectos
Escola Quase Invisível / ABLM arquitectos, © Imagen Subliminal
© Imagen Subliminal

© Imagen Subliminal © Imagen Subliminal © Imagen Subliminal © Imagen Subliminal + 23

  • Arquitetos

  • Localização

    37184 Villares de la Reina, Salamanca, Espanha
  • Arquitetos Responsáveis

    Arturo Blanco Herrero, Laura Martínez Arribas
  • Área

    2618.0 m2
  • Ano do projeto

    2017
  • Fotografias

  • Colaboradores

    Sergio Azogra, Isaac Bachiller, Nacho Alonso, Verónica Fernández, Inés Gutierrez
  • Engenharia

    Fernando Aguado
  • Aparelhador

    Ángel García
  • Estrutura

    Jacinto de la Riva
  • Mais informações Menos informações
© Imagen Subliminal
© Imagen Subliminal

Descrição enviada pela equipe de projeto. Na área metropolitana da cidade de Salamanca, o município de Villares da Reina destaca-se por sua extraordinária transformação durante as últimas décadas ao acolher um dos polígonos industriais da cidade. As mudanças distorceram a escala urbana e transformaram as condições materiais da paisagem. O colégio, quase invisível, propõe uma reflexão sobre a escala doméstica desse tipo de infraestrutura onde os pequenos devem encontrar espaços que possam sonhar. 

© Imagen Subliminal
© Imagen Subliminal
Diagrama do Programa
Diagrama do Programa
© Imagen Subliminal
© Imagen Subliminal

A planta acessível desde o exterior é uma grande base de material cerâmico formada por peças verticais de sete cores fabricadas por Toni Cumella, que simbolizam, ao mesmo tempo, a igualdade e a singularidade de cada criança, recorrendo e adotando a escala dos pátios e áreas de jogos. As partes superiores são revestidas com painel de alumínio Stacbond com acabamento espelhado. Essas superfícies se desvanecem refletindo o céu e também as árvores do perímetro fazendo com que esse segundo nível construído, necessário ao programa, desapareça como um jogo mágico e a infraestrutura escolar recupere dimensões mais domesticadas. 

© Imagen Subliminal
© Imagen Subliminal
Fachadas
Fachadas
© Imagen Subliminal
© Imagen Subliminal

O material cerâmico vitrificado fabricado por Toni Cumella é composto por peças de três dimensões: 500 x 200mm, 450 x 150mm e 400 x 100mm, todas de 20mm de espessura. Foram utilizadas sete cores diferentes e sua aplicação na obra é feita em linhas verticais da mesma largura e mesma cor, recebidas com adesivo C1 s/En-12004 Cleintex porcelânico sobre placa Aquapanel. 

Detalhes
Detalhes

Para sua fabricação, as peças cerâmicas são cozidas em alta temperatura (1250°C). Elas pertencem ao grupo A1 da norma europeia DIN EN14411:2012, com uma absorção de água por volta de 3% para cumprir com os requisitos de resistência e poder serem instaladas no exterior sem problemas. O processo de fabricação começa com a elaboração da pasta cerâmica segundo as características próprias de Cumella. A seguir cria-se a extrusão com o molde metálico, passando para a parte de secagem para alcançar as propriedades adequadas que deve ser de 4 a 5 dias, evitando o processo rápido em que a água evapora muito depressa e as peças são rompidas. Após isso, chega-se ao esmaltado com cor escolhida e a colocação ao forno de cada peça manualmente, com uma cocção a 1250°C em um processo de 24 horas (12h de 0 a 1250 e 12 h. de 1250 a 0). Posteriormente, retira-se as peças do forno e finaliza-se com a inspeção visual de cada uma antes da embalagem. 

© Imagen Subliminal
© Imagen Subliminal

Ver a galeria completa

Localização aproximada, pode indicar cidade/país e não necessariamente o endereço exato. Cita: "Escola Quase Invisível / ABLM arquitectos" [ The Almost Invisible School / ABLM arquitectos] 31 Mar 2018. ArchDaily Brasil. (Trad. Sbeghen Ghisleni, Camila) Acessado . <https://www.archdaily.com.br/br/891494/escola-quase-invisivel-ablm-arquitectos> ISSN 0719-8906