O site de arquitetura mais visitado do mundo
i

Inscreva-se agora e organize a sua biblioteca de projetos e artigos de arquitetura do seu jeito!

Inscreva-se agora para salvar e organizar seus projetos de arquitetura

i

Encontre os melhores produtos para o seu projeto em nosso Catálogo de Produtos

Encontre os produtos mais inspiradores do nosso Catálogo de Produtos

i

Instale o ArchDaily Chrome Extension e inspire-se a cada nova aba que abrir no seu navegador. Instale aqui »

i

En todo el mundo, arquitectos están encontrando maneras geniales para reutilizar edificios antiguos. Haz clic aquí para ver las mejores remodelaciones.

Quer ver os melhores projetos de remodelação? Clique aqui.

i

Mergulhe em edifícios inspiradores com nossa seleção de 360 ​​vídeos. Clique aqui.

Veja nossos vídeos imersivos e inspiradores de 360. Clique aqui.

Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos
Navegue entre os artigos utilizando o teclado
  1. ArchDaily
  2. Projetos
  3. Renovação
  4. Brasil
  5. Estúdio Cláudio Resmini
  6. 2017
  7. Loft Max House / Estúdio Cláudio Resmini

Remodelaçao

Apresentado por the MINI Clubman

Loft Max House / Estúdio Cláudio Resmini

  • 05:00 - 18 Março, 2018
Loft Max House / Estúdio Cláudio Resmini
Loft Max House / Estúdio Cláudio Resmini, © Vini DalaRosa
© Vini DalaRosa

© Nommamedia © Nommamedia © Vini DalaRosa © Nommamedia + 33

  • Arquitetos

  • Localização

    Rua Mário Antunes da Cunha, 555 - Petrópolis, Porto Alegre - RS, 90690-400, Brasil
  • Autores

    Cláudio Resmini, Bruno Amaral
  • Arquiteto Responsável

    Cláudio Resmini
  • Área

    120.0 m2
  • Ano do projeto

    2017
  • Fotografias

© Nommamedia
© Nommamedia

Descrição enviada pela equipe de projeto. O apartamento em um empreendimento de planta mutante onde as possibilidades de subdivisão eram múltiplas incluindo a possibilidade de outro banheiro. A obra já contava com uma linguagem mais contemporânea de paredes estruturais em concreto aparente, adquirido para um casal jovem, ela jornalista , blogueira de moda e vegana, ele engenheiro e carnívoro. Juntos formam uma banda, a Thelucywood band. Partimos com a premissa do casal jovem que quer uma vida prática e assim o conceito de Loft foi o que mais se adequou tendo em vista o espaço bastante pequeno para um programa mais convencional. A área externa, do mesmo tamanho que a interna, ajudou bastante a deixar o ambiente como um todo maior e mais agradável.

Planta Proposta
Planta Proposta

O banheiro existente situado no centro do apartamento foi o ponto de partida transformando-se em uma grande caixa de madeira abrigando diversos usos em seus 4 lados, roupeiro auxiliar, sapateira, apoio de maquiagem e uma mesa movel que abre conforme a necessidade. Ao redor desta grande caixa se distribuem quarto, sala,  cozinha com lavanderia embutida e um hall onde situa-se o piano e a mesa móvel. O piso em madeira de garapeira, se estende pela parede da sala que se relaciona com duas paredes revestidas em placas cimentícias cruas com parafuso aparente. Na área da cozinha o piso de madeira se estende até a porta de entrada fazendo limite com a área molhada da cozinha em porcelanato preto fosco que assim como a madeira da sala, também se estende pela parede. O trio madeira, concreto e preto forma a base cromática de todo o ambiente sendo finalizado sempre que possível com aço escovado ou tubos metálicos aparentes.

© Nommamedia
© Nommamedia

Estantes inspiradas em bagageiros de trem, criadas especialmente para nossos clientes foram usadas para criar apoios tanto na cozinha como na sala. O espaço restrito para a cama impossibilitava  uso de mesas auxiliares, para isso criamos uma cabeceira com um bolsão na parte superior e duas bandejas laterais retráteis que quando não usadas ficam encaixadas na parte de trás onde há uma bancada de trabalho que auxilia na estabilidade da estrutura. O terraço, ponto máximo do apartamento contava com uma grande floreira no fundo. junto a esta floreira criamos dois níveis de deck de madeira que se sobrepõem em sentidos opostos. No encontro dos dois níveis pontuamos uma grande floreira preta com uma jaboticabeira e outra menor no meio do deck mais alto recebe uma laranjeira. 

© Nommamedia
© Nommamedia

Todo o jardim foi pensado como sendo comestível. Trepadeiras de tomates, maracujá e pepinos, arvores de limão siciliano e toda a forração em temperos, pimentões e ervas para receber a moradora vegana. Nos decks usamos grandes colchões e uma mesa para receber amigos. Fechar esta área aberta nunca foi  a nossa intensão. Desta forma criamos uma estrutura leve e esquálida em metal formando uma grande marquise aberta em balanço. Nestes vãos cruzamos cabos de aço por onde corre uma lona que fecha e abre a cobertura conforme o comportamento do tempo, protegendo contra chuvas inesperadas durante o uso ou deixando a área totalmente descoberta.

© Vini DalaRosa
© Vini DalaRosa

Ver a galeria completa

Localização aproximada, pode indicar cidade/país e não necessariamente o endereço exato. Cita: "Loft Max House / Estúdio Cláudio Resmini" 18 Mar 2018. ArchDaily Brasil. Acessado . <https://www.archdaily.com.br/br/889995/loft-max-house-estudio-claudio-resmini> ISSN 0719-8906