Casa Zapallar / Sebastián Mundi, Antonio Mundi

Casa Zapallar / Sebastián Mundi, Antonio Mundi

© Antonio Mundi© Antonio Mundi© Antonio Mundi© Antonio Mundi+ 26

Zapallar, Chile
  • Área Área deste projeto de arquitetura Área:  310
  • Ano Ano de conclusão deste projeto de arquitetura Ano:  2017
  • Fotógrafo Fotografias:  Antonio Mundi
  • Fabricantes Marcas com produtos usados neste projeto de arquitetura
    Fabricantes: CASABLANCA PISOS DE MADERA, Coggiola Mármoles, PRIETO
  • Arquitetos Responsáveis:Sebastián Mundi, Antonio Mundi
  • Construtor:Juan Eduardo Saavedra
  • Calculista:Alberto Ramirez
  • Paisagismo:Macarena Calvo, Sofía Calvo, Cristobal Elgueta
  • Cidade:Zapallar
  • País:Chile
Mais informaçõesMenos informações
© Antonio Mundi
© Antonio Mundi

"Ser parte da geografia e natureza da colina"

O terreno se localiza sobre uma colina a cerca de 300 metros do mar, onde a neblina costeira e o riacho que o circunda geram um ambiente propício para o surgimento de abundantes espécies nativas.

© Antonio Mundi
© Antonio Mundi

A incorporação de um edifício na colina, com inclinação de 35% e flora nativa, funciona como ponto de partida para planejar o desenho da casa.

© Antonio Mundi
© Antonio Mundi
Planta Inferior
Planta Inferior
© Antonio Mundi
© Antonio Mundi

Optou-se por gerar um volume hermético que dê continuidade à vegetação da colina em direção leste e um volume permeável e aberto a oeste, que destaca a geografia e a vista ao mar. Foram utilizados elementos como cascalho, coberturas verdes e materiais pétreos para criar uma continuidade em relação à paisagem a leste, além de elementos associados à arquitetura, como janelas, varandas, escadas e bancos para ter uma abertura para o mar.

Planta Superior
Planta Superior

É assim que, a partir da cota superior do terreno, a casa "desaparece" ao ser proposta como uma continuidade da paisagem, enquanto desde a cota inferior a casa "aparece" ao inserir-se como um corpo independente sobre o terreno.

© Antonio Mundi
© Antonio Mundi

O paisagismo incorporado busca resgatar as espécies existentes agregando apenas exemplares nativos. O traçado dos jardins busca incorporar-se às cotas da colina, criando contenções que constroem trilhas correspondentes à geometria ortogonal da casa.

© Antonio Mundi
© Antonio Mundi

A distribuição da casa se configura ao redor de três pátios internos os quais reintegram o paisagismo da colina no interior habitável e iluminam os ambientes cegos pelo caráter hermético do volume em relação à inclinação do morro.

© Antonio Mundi
© Antonio Mundi

O projeto se distribui em dois pavimentos escalonados de forma que cobertura do pavimento inferior funciona como terraço para o pavimento superior. Este último tem forma de "L" com orientação norte e oeste, onde se encontram as áreas comuns, acesso e dormitório principal, enquanto no pavimento inferior há uma série de dormitórios distribuídos linearmente.

© Antonio Mundi
© Antonio Mundi

A casa foi completamente construída em concreto armado com fôrmas de pinheiro espessas e sem tratamento, o que fornece um colorido neutro ao misturar-se com a paisagem e permite durabilidade frente à salinidade e umidade do mar.

© Antonio Mundi
© Antonio Mundi

Originalmente publicado em 21 de janeiro de 2018.

Galeria do Projeto

Ver tudoMostrar menos
Sobre este escritório
Cita: "Casa Zapallar / Sebastián Mundi, Antonio Mundi" [Casa Zapallar / Sebastián Mundi, Antonio Mundi] 27 Nov 2019. ArchDaily Brasil. Acessado . <https://www.archdaily.com.br/br/889203/casa-zapallar-sebastian-mundi-antonio-mundi> ISSN 0719-8906

¡Você seguiu sua primeira conta!

Você sabia?

Agora você receberá atualizações das contas que você segue! Siga seus autores, escritórios, usuários favoritos e personalize seu stream.