O site de arquitetura mais visitado do mundo
Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos
  1. ArchDaily
  2. Projetos
  3. Hospital
  4. Itália
  5. LDA.iMdA architetti associati
  6. 2016
  7. Centro de Tratamento para Saúde Mental de Jovens Mulheres Casa Verde / LDA.iMdA architetti associati

Centro de Tratamento para Saúde Mental de Jovens Mulheres Casa Verde / LDA.iMdA architetti associati

  • 17:00 - 17 Fevereiro, 2018
  • Traduzido por Giovana Martino
Centro de Tratamento para Saúde Mental de Jovens Mulheres Casa Verde / LDA.iMdA architetti associati
© Simone Bossi
© Simone Bossi

© Simone Bossi © Simone Bossi © Simone Bossi © Simone Bossi + 24

  • Arquitetos

  • Localização

    Via Aldo Moro, 18, 56028 San Miniato PI, Itália
  • Equipe de Projeto

    Paolo Posarelli, Gianni Bellucci, Stefania Catastini, Massimiliano Settimelli, Alberto Canzoniero, Elena D'Andrea, Cristina Toni, Matteo Gallerini
  • Área

    1060.0 m²
  • Ano do projeto

    2016
  • Fotografias

  • Cliente

    IRCCS Stella Maris Foundation
  • Construtora

    Carmine Pagano srl
  • Topografia

    Andrea Pozzuoli
  • Consultoria de Estruturas

    STUDIO TECNO srl, engineer Andrea Capecchi
  • Consultoria de Instalações

    engineer Massimiliano Valeri
  • Adequações Hospitalares

    Engineer Claudio Magni
  • Segurança no Trabalho

    STUDIO TECNO srl, Lorenzo Paterlini
  • Mais informações Menos informações
© Simone Bossi
© Simone Bossi

Descrição enviada pela equipe de projeto. O projeto tem como objetivo recuperar e integrar um antigo terreno, já utilizado como um orfanato, construído em um terreno montanhoso e próximo ao antigo centro de São Miniato. O projeto "Casa Verde" foi assim nomeado por conta de seu valor histórico e social: casa remete ao lar, ao orfanato e verde remete à floresta de carvalhos próxima. Além disso é um projeto que se conecta: 

1. Se conecta à vegetação pelo estudo dos vários tons da cor da folha em diferentes estações;

2. Com as "hóspedes" ao imprimir seus desenhos na fachada de vidro;

3. Com a cidade ao reutilizar "vicoli carbonai" - caminhos de carbono que não são apenas necessários para a manutenção da topografia, como também tradicionais na região;

Diagramas
Diagramas

4. Com a luz natural a partir da escadaria principal;

5. Com as históricas e centenárias árvores ciprestes próximas a estrutura;

6. Com a arte a partir da colaboração do artista MERCURIO-S17S71 que pintou os perfis das "hóspedes" resultando na coleção de arte contemporânea chamada "Shamans". 

© Simone Bossi
© Simone Bossi

Este edifício é parte de um projeto maior que engloba todo o terreno e está quase finalizado, faltando apenas o laboratório da parte sudoeste, que será concluído, de acordo com o calendário, em 2018. 

© Simone Bossi
© Simone Bossi

A ideia principal do projeto é proteger, tanto a forma quanto os materiais da planta original, como é possível ver na geometria do telhado. Ao mesmo tempo, pretende-se também enfatizar as extensões com formas, materiais e cores condizentes com a cultura contemporânea. 

© Simone Bossi
© Simone Bossi

Durante o processo de projeto a consciência de trabalhar dentro de um sítio frágil ajudou. Escolhemos trabalhar com a cor verde não homogênea na segunda camada das fachadas para investigar a habilidade de se inserir e mitigar o novo volume no contexto. Esta fachada ventilada não tem somente um valor estético, mas também promove diferentes níveis de leitura: os painéis perfurados dão nitidez quando se está próximo ao edifício e imprecisão quando são vistos de longe. 

© Simone Bossi
© Simone Bossi

Os painéis perfurados e as aberturas na fachada principal exaltam o relacionamento entre espaços internos e externos: A luz natural é filtrada por micro-diafragmas, criando internamente, na escada principal, um ambiente confortável. Ao mesmo tempo, as aberturas na fachada principal criam dois telescópios óticos que projetam os visitantes tanto no histórico acesso à antiga casa, quanto na antiga casa de fazenda que está sendo reformada. 

Planta - Térreo
Planta - Térreo
Cortes
Cortes
Planta - 1º Pavimento
Planta - 1º Pavimento

Os espaços internos, dentro de sua simplicidade, queriam recriar  a sensação de estar dentro de uma sala de lã cardada, considerando sempre ser um espaço que recebe pacientes com distúrbios neuropsiquiátricos. Para isso foi utilizada a cor cinza claro, código 7074, com linhas coloridas em verde, azul e laranja, formando três diferentes zonas onde as meninas podem viver de acordo com o grau de sua condição. As mesmas cores verde, azul e laranja estão também presentes em detalhes de mobiliário e ícones de direção presentes nas paredes e portas para sinalizar os diferentes espaços e funções, como refeitório, sala de TV, sala de estar, ginásio, centro médico, lavanderia, cozinha, e etc. 

© Simone Bossi
© Simone Bossi

Ver a galeria completa

Localização do Projeto

Localização aproximada, pode indicar cidade/país e não necessariamente o endereço exato.
Sobre este escritório
Cita: "Centro de Tratamento para Saúde Mental de Jovens Mulheres Casa Verde / LDA.iMdA architetti associati" [Casa Verde Young Women's Care Home for Mental Health / LDA.iMdA architetti associati] 17 Fev 2018. ArchDaily Brasil. (Trad. Martino, Giovana) Acessado . <https://www.archdaily.com.br/br/889126/centro-de-tratamento-para-saude-mental-de-jovens-mulheres-casa-verde-ldmda-architetti-associati> ISSN 0719-8906

¡Você seguiu sua primeira conta!

Você sabia?

Agora você receberá atualizações das contas que você segue! Siga seus autores, escritórios, usuários favoritos e personalize seu stream.