O site de arquitetura mais visitado do mundo
i

Inscreva-se agora e organize a sua biblioteca de projetos e artigos de arquitetura do seu jeito!

Inscreva-se agora para salvar e organizar seus projetos de arquitetura

i

Encontre os melhores produtos para o seu projeto em nosso Catálogo de Produtos

Encontre os produtos mais inspiradores do nosso Catálogo de Produtos

i

Instale o ArchDaily Chrome Extension e inspire-se a cada nova aba que abrir no seu navegador. Instale aqui »

i

En todo el mundo, arquitectos están encontrando maneras geniales para reutilizar edificios antiguos. Haz clic aquí para ver las mejores remodelaciones.

Quer ver os melhores projetos de remodelação? Clique aqui.

i

Mergulhe em edifícios inspiradores com nossa seleção de 360 ​​vídeos. Clique aqui.

Veja nossos vídeos imersivos e inspiradores de 360. Clique aqui.

Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos
Navegue entre os artigos utilizando o teclado
  1. ArchDaily
  2. Projetos
  3. Estádios
  4. Ruanda
  5. Light Earth Designs
  6. 2017
  7. Estádio de Críquete de Ruanda / Light Earth Designs

Estádio de Críquete de Ruanda / Light Earth Designs

  • 17:00 - 3 Fevereiro, 2018
  • Traduzido por Camilla Sbeghen
Estádio de Críquete de Ruanda / Light Earth Designs
Estádio de Críquete de Ruanda / Light Earth Designs, © Johathan Gregson
© Johathan Gregson

© Light Earth Designs © Light Earth Designs © Paul Broadie © Light Earth Designs + 45

  • Arquiteto do Concurso

    Ben Veyrac
  • Formas

    Wesam Al Asali
  • Arquiteto

    Anton Larsen
  • Arquiteto Técnico

    Marco Groenstege
  • Engenharia de Suporte

    Oliver Hudson
  • Arquiteto Início do Projeto

    Killian Doherty
  • Mais informações Menos informações
© Paul Broadie
© Paul Broadie

Descrição enviada pela equipe de projeto. O projeto, levado a cabo por Light Earth Designs para Fundação do Estádio de Críquete de Ruanda, marca a transição do país para uma economia que busca o desenvolvimento. As técnicas construtivas estão baseadas em uma mão de obra local e intensiva que evita a importação e reduz as emissões de carbono, promovendo o desenvolvimento da economia local e seus trabalhadores. A principal envolvente do estádio, suas abóbodas, é uma adaptação das tradicionais abóbodas de origem mediterrânea (usando blocos de terra compactada) a um contexto sísmico moderado. Elas seguem a resolução natural das forças em direção ao solo, imitando a geometria parabólica de uma esfera que evoca também a apreciada topografia montanhosa de Ruanda. As abóbodas funcionam de acordo com a compressão, o que permite sua esbeltez através de camadas finas e leves de blocos de baixa resistência. 

© Light Earth Designs
© Light Earth Designs

Os blocos de terra, de fina espessura (2cm), são produzidos in situ pela mão de obra local. São prensados hidraulicamente com uma pequena adição de cimento e não requerem cozimento. Posteriormente, são colocados em camadas sobre um esqueleto de madeira que chega a abarcar 16 cm de luz. Graças à pesquisa realizada na Universidade de Cambridge, agrega-se uma geo-malha entre as camadas para proporcionar proteção sísmica. As abóbodas são impermeabilizadas e cobertas com pedras de granito local, misturando-se assim com a paleta de cores adjacente, ao mesmo tempo em que proporcionam peso e estabilidade à estrutura. Dentro das abóbodas são inseridas mesas de concreto eficientes, simples e finas que acomodam os espaços mais fechados - as áreas de serviço, os vestiários, um escritório e um restaurante. Os pisos estão cobertos com peças cerâmicas locais de terracota. Os mezaninos abertos abrigam um bar e a sede do clube, desfrutando de maravilhosas vistas panorâmicas sobre o campo e sobre o vale posterior. 

© Light Earth Designs
© Light Earth Designs

Os tijolos são utilizados para definir os espaços, criando frequentemente muros perfurados permitindo assim que a luz e a brisa sejam filtradas. Esses tijolos emitem um baixo nível de carbono e são cozidos em fornos de alta eficiência. Os pisos são feitos com peças de granito reciclado. A madeira compensada usada para as formas dos blocos é reutilizada para as bancadas, enquanto a madeira das guias das abóbodas é reutilizada para a carpintaria e para as portas, garantindo que o máximo de material de sucata seja destinado à produção primária. É utilizada ardósia local nos solos exteriores configurada para permitir que a água da chuva permeie e seja infiltrada no solo. Os muros de contenção estão compostos por blocos de granito local ou orifícios para fomentar a plantação. 

Planta - Térreo
Planta - Térreo
© Light Earth Designs
© Light Earth Designs
Corte A
Corte A

O terreno escalonado cria um maravilhoso anfiteatro natural com excelentes vistas ao campo de jogos e ao vale posterior. Enquanto a linguagem do edifício fala de progressão e dinamismo através da extrema eficiência estrutural, os materiais falam do natural, do feito a mão e do humano. É um edifício feito por pessoas locais utilizando materiais locais. As imperfeições são celebradas, são humanas e belas. E quando elas são combinadas com texturas naturais, o edifício celebra esse maravilhoso lugar. 

© Light Earth Designs
© Light Earth Designs

Ver a galeria completa

Localização aproximada, pode indicar cidade/país e não necessariamente o endereço exato.
Sobre este escritório
Light Earth Designs
Escritório
Cita: "Estádio de Críquete de Ruanda / Light Earth Designs" [Rwanda Cricket Stadium / Light Earth Designs] 03 Fev 2018. ArchDaily Brasil. (Trad. Sbeghen Ghisleni, Camila) Acessado . <https://www.archdaily.com.br/br/888250/estadio-de-criquete-de-ruanda-light-earth-designs> ISSN 0719-8906