O site de arquitetura mais visitado do mundo
i

Inscreva-se agora e organize a sua biblioteca de projetos e artigos de arquitetura do seu jeito!

Inscreva-se agora para salvar e organizar seus projetos de arquitetura

i

Encontre os melhores produtos para o seu projeto em nosso Catálogo de Produtos

Encontre os produtos mais inspiradores do nosso Catálogo de Produtos

i

Instale o ArchDaily Chrome Extension e inspire-se a cada nova aba que abrir no seu navegador. Instale aqui »

i

En todo el mundo, arquitectos están encontrando maneras geniales para reutilizar edificios antiguos. Haz clic aquí para ver las mejores remodelaciones.

Quer ver os melhores projetos de remodelação? Clique aqui.

i

Mergulhe em edifícios inspiradores com nossa seleção de 360 ​​vídeos. Clique aqui.

Veja nossos vídeos imersivos e inspiradores de 360. Clique aqui.

Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos
Navegue entre os artigos utilizando o teclado
  1. ArchDaily
  2. Projetos
  3. Centro Cultural
  4. Chile
  5. BiS Arquitectos
  6. 2015
  7. Centro Cultural El Tranque / BiS Arquitectos

Centro Cultural El Tranque / BiS Arquitectos

Centro Cultural El Tranque / BiS Arquitectos
Centro Cultural El Tranque / BiS Arquitectos, © Juan Francisco Vargas
© Juan Francisco Vargas

© Juan Francisco Vargas © Juan Francisco Vargas © Juan Francisco Vargas © Juan Francisco Vargas + 31

  • Arquitetos

  • Localização

    El Tranque 10300, Lo Barnechea, Santiago, Chile
  • Arquitetos Responsáveis

    Pedro Bartolomé, José Spichiger
  • Área

    1400.0 m2
  • Ano do projeto

    2015
  • Fotografias

© Andres Goñi
© Andres Goñi

EXIBIR O CARÁTER PÚBLICO DO EDIFÍCIO

O projeto nasce como parte do programa estatal de Centros Culturais e Infraestrutura para as comunidades do Chile que, possuindo mais de 50.000 habitantes, não possuem infraestrutura pública deste tipo.

© Juan Francisco Vargas
© Juan Francisco Vargas

O Centro Cultural se localiza na comunidade aos pés da Cordilheira dos Andes de Lo Barnechea, em uma zona residencial em crescimento, e até 2012 de pouco equipamento e comércio.

© Juan Francisco Vargas
© Juan Francisco Vargas

Considerando o sentido "Cultural" do projeto, a existência de uma praça pública no edifício vizinho, a diversidade própria da comunidade em termos de tipologias construtivas (entre arquitetura tradicional e contemporânea), a geografia do entorno (de vales e montanhas), a diversidade sócio-econômica, entre outros fatores, planejou-se a criação de um espaço (vazio) de convergência e integração como centro do edifício, um lugar que exacerbasse o caráter público do edifício, onde fosse possível integrar o habitante e o agente cultural, um lugar onde as diferenças fossem matizadas pela coesão social e a participação de todos, uma praça pública "interna" onde a atividade cultural ocorresse de forma livre e cotidiana, com alguns atuando e outros presenciando, e tornando os espectadores participantes indiretos das atividades culturais.

Cortesia de BiS Arquitectos
Cortesia de BiS Arquitectos

Assim, o próprio projeto é a justificativa para criar este vazio, que se conforma pela interação dos dois volumes opostos: por um lado, um volume embasamento, de pedra, firme, arraigado na terra e suas traições, que convida ao visitante e o acolhe; de outro, um volume suspenso, contemporâneo, etéreo, que, com sua sombra, configura e delimita o vazio ou praça central e conforma a fachada urbana do edifício.

© Juan Francisco Vargas
© Juan Francisco Vargas

Sob essa mesma lógica, cada volume recebe um programa diferente, enquanto o primeiro no pavimento estão localizados os programas mais públicos e de difusão (auditório, sala de exposições, cafeteria, etc.) e no segundo pavimento estão as áreas de formação como oficinas de artes musicais, plásticas, cênicas, culinárias, etc.

Planta - Térreo
Planta - Térreo

O projeto se abre para a rua e para a praça vizinha, reforçando a ideia de um lugar público, enquanto o volume suspenso se sustenta em um conjunto de pilares, simbolizando habitantes, usuários e o público do edifício, entendendo que sem eles o edifício não teria sustentação.

© Juan Francisco Vargas
© Juan Francisco Vargas

A materialidade do edifício foi definida para cada volume. O embasamento é de concreto armado revestido em pedra, enquanto o volume suspenso é uma ponte formada por estrutura metálica e laje pós-tensionada.

Planta - Primeiro Pavimento
Planta - Primeiro Pavimento

Assim como sob o volume suspenso está a praça pública, sobre o volume embasamento se dispôs uma cobertura verde que, além de ser o pátio para as oficinas de formação, permite que a encosta entre no projeto, aumentando a sensação de amplitude do edifício.

© Juan Francisco Vargas
© Juan Francisco Vargas

Ver a galeria completa

Localização aproximada, pode indicar cidade/país e não necessariamente o endereço exato.
Sobre este escritório
BiS Arquitectos
Escritório
Cita: "Centro Cultural El Tranque / BiS Arquitectos" [El Tranque Cultural Center / BiS Arquitectos] 11 Fev 2018. ArchDaily Brasil. (Trad. Brant, Julia) Acessado . <https://www.archdaily.com.br/br/887710/centro-cultural-el-tranque-bis-arquitectos> ISSN 0719-8906