Ateliê Marco Bagnoli / Toti Semerano

Ateliê Marco Bagnoli / Toti Semerano

© Mario Lensi © Stefano Zanardi © Stefano Zanardi © Stefano Zanardi + 29

Montelupo Fiorentino, Itália
  • Arquitetos: Toti Semerano
  • Área Área deste projeto de arquitetura Área:  2000
  • Ano Ano de conclusão deste projeto de arquitetura Ano:  2017
  • Fotógrafo Fotografias:  Mario Lensi , Stefano Zanardi
  • Fabricantes Marcas com produtos usados neste projeto de arquitetura
    Fabricantes: Carlo Gramegna, Edilsavy snc, Pitardi Cavamonti srl, RUBNER
  • Supervisão De Obra:Luciano Scali
  • Projeto Estrutural:Antonangelo Schipani
  • Projeto Termotécnico:Giovanni Barbieri
  • Equipe De Projeto:Stefano Zanardi, Ludovica Fava, Salvatore Musarò, Stefano Sabato, Iride Filoni, Stefano Antonello, Andrea Piscopo, GunarThom
  • Cidade:Montelupo Fiorentino
  • País:Itália
Mais informaçõesMenos informações
© Stefano Zanardi
© Stefano Zanardi

Descrição enviada pela equipe de projeto. A ideia básica do projeto é criar um conjunto que consiste em um espaço de estúdio que tenha o potencial de evoluir gradualmente em um organismo mais complexo; um centro de arte contemporânea que possa receber exposições e performances diretamente relacionadas ao território e sua especificidade, com grande atenção para as academias de arte em contato aproximado aos escritórios locais.

© Stefano Zanardi
© Stefano Zanardi

Uma passagem formada por uma parede-cerca rodeia e interage com os volumes essenciais de um estúdio marcando os espaços vazios, espaços para arte.

Planta - Térreo
Planta - Térreo

Trabalhados a partir da subtração e escavação dos perfis originais da colina, os espaços de estúdio se revelam gradualmente com a emoção do descobrimento, onde a luz natural desenha cenários mutáveis e em constante relação com a paisagem circundante. A passagem composta pela parede-cerca é configurada como consequência, não como elemento antagônico à paisagem ao integrar-se com o ambiente do entorno através de um diálogo de materiais e transparências. Com o objetivo de visualizar as obras de arte expostas de diferentes pontos de vista e alturas, o projeto começa a partir de uma rampa, que com sua suave inclinação espiral, energiza e conecta todos os espaços ao ar livre, penetra o corpo principal, envolve as amplas varandas e, finalmente, desce pela encosta para transformar-se em um caminho subterrâneo para apoiar a futura expansão espacial que se espera ser inteiramente escavada na colina. Trata-se de uma arquitetura botânica que seguirá o ciclo de degradação da cana, que se mistura com a terra local que cobre sua superfície, suporte ideal para o crescimento de vegetação que gradualmente a substituirá. Folhas de flores e frutas, por que não? Uma pele viva nunca igual no tempo. 

© Stefano Zanardi
© Stefano Zanardi

A arquitetura renuncia voluntariamente a permanência em um estado imutável no tempo, mas sempre da mais espaço à vegetação, ajustando-se para ser invadida.

Corte
Corte

O projeto por sua vocação presta grande atenção aos materiais e à utilização de critérios de sustentabilidade, particularmente desenhado para utilizar a madeira como material da estrutura principal e parte do revestimento externo. Pedra, fibras naturais, cal e cerâmica para outros revestimentos externos.

© Mario Lensi
© Mario Lensi

Galeria do Projeto

Ver tudoMostrar menos

Localização do Projeto

Endereço:50056 Montelupo Fiorentino, Florença, Itália

Clique para abrir o mapa
Localização aproximada, pode indicar cidade/país e não necessariamente o endereço exato.
Sobre este escritório
Cita: "Ateliê Marco Bagnoli / Toti Semerano" [Atelier Marco Bagnoli / Toti Semerano] 02 Jan 2018. ArchDaily Brasil. Acessado . <https://www.archdaily.com.br/br/886065/atelie-marco-bagnoli-toti-semerano> ISSN 0719-8906

¡Você seguiu sua primeira conta!

Você sabia?

Agora você receberá atualizações das contas que você segue! Siga seus autores, escritórios, usuários favoritos e personalize seu stream.