O site de arquitetura mais visitado do mundo
Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos
  1. ArchDaily
  2. Projetos
  3. Escolas
  4. Indonésia
  5. RAW Architecture
  6. 2017
  7. Escola Alfa Omega / RAW Architecture

Escola Alfa Omega / RAW Architecture

  • 13:00 - 29 Dezembro, 2017
  • Traduzido por Giovana Martino
Escola Alfa Omega / RAW Architecture
Escola Alfa Omega / RAW Architecture, © Eric Dinardi
© Eric Dinardi

© Eric Dinardi © Eric Dinardi © Eric Dinardi © Eric Dinardi + 76

  • Arquitetos

  • Localização

    Salembaran, Kosambi, Tangerang, Banten, Indonésia
  • Arquiteto responsável

    Realrich Sjarief
  • Equipe

    Alifian Kharisma, Miftahuddin Nurdayat, Larasati Ramadhina, Septrio Effendi, Rimba Harendana, Satria Triwardhana, Tatyana Kusumo, Fakhriyyah Khairunnida’, Rifandi Septiawan Nugroho, Bambang Priyono
  • Área

    3000.0 m²
  • Ano do projeto

    2017
  • Fotografias

  • Engenharia Estrutural

    John Djuhaedi
  • Instalações

    Bambang Priyono, Slamet Karim
  • Equipe gráfica

    Bangkit Mandela, Yuliana Widjaja, Dodi Tansil, Regina Chandra, Yuki Fadillah.
  • Construtores

    Sudjatmiko and Singgih Suryanto
  • Coordenação

    Endang Syamsudin
  • Especialista em Bambu

    Amud
  • Orçamentista

    Abidin, Sarip, Sakum
  • Hidráulica

    Hamim hamin
  • Clientes

    Lisa Sanusi of PKBM Alfa Omega
  • Grupo de clientes

    Lisa Sanusi, Jimmy Budiarto, Sugiharto Ongkosurja, Ferry Hendriksen, Yohana Limarno, Iskander Tjahjadi, Enike Novilia Santoso, Rendi Riandi, Jeffery Alexander, Esther WaWang, Budiyono Lenggono.
  • Mais informações Menos informações
© Eric Dinardi
© Eric Dinardi

Descrição enviada pela equipe de projeto. A escola Alfa Omega é um edifício educacional com essência local. A escola está localizada na cidade de Tangerang, em um terreno de 11700 m² alagado e pantanoso. A escolha do terreno foi parte do processo de projeto e teve como objetivo aproximar as crianças da natureza durante suas experiências educacionais. Como resposta às condições naturais do terreno, o projeto é elevado 2.1 m do solo. 

© Eric Dinardi
© Eric Dinardi

O edifício é composto por quatro blocos modulares, que são acessados estrategicamente por um pátio central e sua organização foi definida a partir das regras impostas pela legislação de zoneamento. A solução para responder às restrições, tanto do terreno natural, quanto da legislação, foi combinar técnicas construtivas durante o processo criativo e de construção, utilizando aço, alvenaria e bambu, o que pode potencializar o impacto econômico no seu entorno. 

© Eric Dinardi
© Eric Dinardi
Planta - Térreo
Planta - Térreo
© Eric Dinardi
© Eric Dinardi

A estrutura metálica foi escolhida não somente pela sua resistência à carga, mas também pela agilidade na construção e durabilidade. Todo o edifício é pautado neste esqueleto, da fundação à cobertura. Pela sua variedade de tamanho, espessura e tratamento, o aço pode ser utilizado de diferentes formas no projeto. O bambu, por outro lado, é flexível e requer pouca manutenção, além de ser um produto local e de fácil disponibilidade. Essa disponibilidade também é ponto positivo para elementos como tijolos e concreto.  

© Team Indonesia Creative Media (ICM)
© Team Indonesia Creative Media (ICM)

Na cobertura a estrutura metálica é combinada com o bambu e folhas, que pode ser inclinado ou curvado, trazendo mais dinamicidade, ao mesmo tempo que respeita os limites do orçamento. Os tijolos são fixados em um padrão de cheios e vazios para permitir a ventilação cruzada na fachada. O concreto é utilizado como acabamento do piso, uma vez que é durável e resistente, características importantes para uma escola infantil. 

© Eric Dinardi
© Eric Dinardi

Artesanato Local

Outro objetivo do projeto era criar um elo colaborativo entre as pessoas do entorno e o edifício. A inclusão da população local, que ocorreu a partir da contratação de artesãos, desbloqueou o  processo criativo de projeto e construção. No projeto foi utilizado alvenaria de pedras locais, além do trabalho de soldadores de aço da região de Salembran e artesãos que trabalham com bambu na região de Sumedang. Cada elemento tem uma origem, e combinados a partir da arquitetura formam uma unidade. 

© Eric Dinardi
© Eric Dinardi

Os trabalhadores locais precisavam resolver três problemas:  a otimização de recursos, o tempo de construção e mão de obra. Os recursos materiais estavam disponíveis a 5km do terreno para acelerar o processo de construção e reduzir as taxas de carbono. 

© Eric Dinardi
© Eric Dinardi

Os trabalhadores foram categorizados em dois grupos: Primeiramente as estruturas leves, que estavam concentradas na cobertura, conformadas por estruturas triangulares de steelframe de 60cm, construídas por 40 homens de Sumedang. Seu material mais barato reduziu o orçamento original em 30%, utilizando bambus e cobertura vegetal. O outro grupo, as estruturas pesadas, eram construídas por artesãos de Salembran utilizando alvenaria e estruturas de aço. Nos primeiros 2 meses, o grupo das estruturas leves já haviam construído as bases, a cobertura e detalhes do teto. As estruturas pesadas demoraram 4 meses para serem finalizadas. O tempo total de construção foi de 4 meses. 

© Eric Dinardi
© Eric Dinardi

O projeto foi desenhado como um edifício de resfriamento passivo, dependente de ventilação cruzada natural. As coberturas altas com algumas aberturas, combinadas com o padrão de cheios e vazios das parede de tijolos das salas de aula garantem a circulação do ar interior sem a necessidade de ar condicionado. 

© Eric Dinardi
© Eric Dinardi

Em relação ao aquecimento, os beirais que cobrem os corredores se estendem 2m criando um sombreamento natural e protegendo da chuva. A cobertura vegetal e as paredes de tijolo com padrão de cheios e vazios, o forro de bambu e o piso de concreto se combinam para diminuir a temperatura interna para até 27ºC. O edifício foi pensado para ser iluminado 100% com luz natural até a tarde, e 100% com luzes de LED a noite. 

© Eric Dinardi
© Eric Dinardi

Ver a galeria completa

Localização aproximada, pode indicar cidade/país e não necessariamente o endereço exato.
Sobre este escritório
Cita: "Escola Alfa Omega / RAW Architecture" [School of Alfa Omega / RAW Architecture] 29 Dez 2017. ArchDaily Brasil. (Trad. Martino, Giovana) Acessado . <https://www.archdaily.com.br/br/885609/escola-alfa-omega-raw-architecture> ISSN 0719-8906

¡Você seguiu sua primeira conta!

Você sabia?

Agora você receberá atualizações das contas que você segue! Siga seus autores, escritórios, usuários favoritos e personalize seu stream.