O site de arquitetura mais visitado do mundo
i

Inscreva-se agora e organize a sua biblioteca de projetos e artigos de arquitetura do seu jeito!

Inscreva-se agora para salvar e organizar seus projetos de arquitetura

i

Encontre os melhores produtos para o seu projeto em nosso Catálogo de Produtos

Encontre os produtos mais inspiradores do nosso Catálogo de Produtos

i

Instale o ArchDaily Chrome Extension e inspire-se a cada nova aba que abrir no seu navegador. Instale aqui »

i

En todo el mundo, arquitectos están encontrando maneras geniales para reutilizar edificios antiguos. Haz clic aquí para ver las mejores remodelaciones.

Quer ver os melhores projetos de remodelação? Clique aqui.

i

Mergulhe em edifícios inspiradores com nossa seleção de 360 ​​vídeos. Clique aqui.

Veja nossos vídeos imersivos e inspiradores de 360. Clique aqui.

Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos
Navegue entre os artigos utilizando o teclado
  1. ArchDaily
  2. Projetos
  3. Hotéis
  4. Cabo Verde
  5. Ramos Castellano Arquitectos
  6. 2017
  7. Hotel Terra Lodge / Ramos Castellano Arquitectos

Hotel Terra Lodge / Ramos Castellano Arquitectos

  • 11:00 - 24 Dezembro, 2017
  • Traduzido por Giovana Martino
Hotel Terra Lodge / Ramos Castellano Arquitectos
© Sergio Pirrone
© Sergio Pirrone

© Sergio Pirrone © Sergio Pirrone © Sergio Pirrone © Sergio Pirrone + 64

  • Supervisão de obras

    Moreno S. Castellano
  • Colaboradores

    Camille Cellier, Marvin Delgado
  • Engenharia estrutural

    Ilidio Alexandre
  • Construtor

    Duka
  • Carpinteiros

    Daniel Cabanas, Rui, Mestre Pulu
  • Ciente

    Terra Lodge
  • Mais informações Menos informações
© Sergio Pirrone
© Sergio Pirrone

Descrição enviada pela equipe de projeto. No meio do Oceano Atlântico, na ilha de São Vicente em um lugar bastante ventilado onde só chove em Agosto, um guia francês decide construir um hotel para receber os turistas que vem fazer trilhas nas montanhas da ilha de Santo Antão. 

© Sergio Pirrone
© Sergio Pirrone
Planta - 4º Pavimento - Geral
Planta - 4º Pavimento - Geral

O guia comprou uma antiga casa colonial no perímetro do centro histórico e pediu aos arquitetos que a casa fosse parte integrante do projeto do hotel.  Seus clientes ficam na ilha usualmente por 2 ou 3 dias, passando pelo hotel antes de pegar o barco para a ilha de Santo Antão. Normalmente, o hotel é um dos primeiros lugares que seus clientes se hospedam na África. O escritório RamosCastellano Arquitectos se inspirou na mesma lógica de implantação de seu entorno, adaptando as unidades separadas à morfologia local. 

© Sergio Pirrone
© Sergio Pirrone
© Sergio Pirrone
© Sergio Pirrone

O escritório RamosCastellano Arquitectos se inspirou na mesma lógica de implantação de seu entorno, adaptando as unidades separadas à morfologia local. Para isso, decidiu-se separar os edifícios e integrá-los ao ambiente construído, criando, com as estruturas rochosas existentes o caminho aos quartos e preparando os clientes para seu próximo destino: Santo Antão. Cada bloco está de frente para diferentes vistas, da cidade e da baía. As varandas foram desenhadas de acordo com o padrão do movimento solar e têm vedação onde há insolação direta durante o dia, além de formarem um espaço protegido para aproveitar a vista. 

© Sergio Pirrone
© Sergio Pirrone

O vento, que normalmente vem do deserto do Sahara na direção nordeste, é suavizado pelo bloco com o restaurante. Todas as aberturas do edifício são estudadas para garantir a ventilação cruzada e um sistema passivo de climatização. As soluções empregadas são simplificadas se adaptando à falta de materiais e recursos da ilha, aplicando somente o que é simples e essencial para satisfazer às necessidades básicas sem se preocupar com preocupações superficiais. Boa parte dos componentes são feitos com mão de obra local, do acabamento do piso, à mobília, na tentativa de distribuir a economia da construção para além do edifício e para dentro da comunidade local. 

© Sergio Pirrone
© Sergio Pirrone
© Sergio Pirrone
© Sergio Pirrone

Os materiais utilizados nas fachadas permaneceram brutos, como a madeira para a varanda e o cal para os edifícios brancos, contrastando com os fatores naturais agressivos do local como a maresia, o sol e o vento. Materiais recicláveis, placas fotovoltaicas nas coberturas e sistema de reuso de água para irrigação enfatizam o viés ecológico do projeto. Os blocos construtivos, por exemplo, são feitos de pedras do terreno, ou ainda o portão é feito de metal reciclado dos barris de petróleo, o qual é utilizado localmente para fazer portas e outros objetos artesanais.  

© Sergio Pirrone
© Sergio Pirrone
Corte B
Corte B

O mobiliário, assim como a iluminação, também foi projetado pelos arquitetos, utilizando técnicas locais e materiais como a madeira, e cabos de aço reciclados. A antiga casa colonial é a sede da agencia de turismo, enquanto nos outros edifícios se distribuem 12 quartos de hotel, mais uma suíte e  um bar restaurante suspenso por pilotis. A cobertura da casa colonial tem uma abertura zenital, que marca a área onde os hóspedes comem seus cafés da manhã e assistem ao por do sol. O percurso entre os dormitórios do hotel e este restaurante acontece por uma ponte que integra o projeto. 

© Sergio Pirrone
© Sergio Pirrone
© Sergio Pirrone
© Sergio Pirrone

Ver a galeria completa

Localização aproximada, pode indicar cidade/país e não necessariamente o endereço exato.
Sobre este escritório
Ramos Castellano Arquitectos
Escritório
Cita: "Hotel Terra Lodge / Ramos Castellano Arquitectos" [Terra Lodge Hotel / Ramos Castellano Arquitectos] 24 Dez 2017. ArchDaily Brasil. (Trad. Martino, Giovana) Acessado . <https://www.archdaily.com.br/br/885504/hotel-terra-lodge-ramos-castellano-arquitectos> ISSN 0719-8906