O site de arquitetura mais visitado do mundo
Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos
  1. ArchDaily
  2. Projetos
  3. Habitação Coletiva
  4. Argentina
  5. MSGSSS
  6. 2017
  7. PRO.CRE.AR Estação Buenos Aires Setor 10 / MSGSSS

PRO.CRE.AR Estação Buenos Aires Setor 10 / MSGSSS

  • 21:00 - 19 Novembro, 2017
  • Traduzido por Camilla Sbeghen
PRO.CRE.AR Estação Buenos Aires Setor 10 / MSGSSS
PRO.CRE.AR Estação Buenos Aires Setor 10 / MSGSSS, © Javier Agustín Rojas
© Javier Agustín Rojas

© Javier Agustín Rojas © Javier Agustín Rojas © Javier Agustín Rojas © Javier Agustín Rojas + 25

  • Arquitetos

  • Localização

    Barracas, Buenos Aires, Argentina
  • Arquitetos Autores

    Manteola, Sánchez Gómez, Santos, Solsona, Sallaberry, Vinsón arquitectos
  • Área

    13300.0 m2
  • Ano do Projeto

    2017
  • Fotografias

  • Outros participantes / colaboradores

    Georgina Primo, Alan Revale, Federico Valverdi
  • Construção / Engenharia

    COSUD / Constructora Sudamericana
  • Arquiteto Chefe de Obra

    Antonio Franze
  • Mais informações Menos informações
© Javier Agustín Rojas
© Javier Agustín Rojas

TORRES DE BARRACAS / ALTERNANDO OS PAVIMENTOS

Este projeto surge do desejo de retomar a ideia das Torres em La Boca, dos arquitetos Justo Solsona, Josefa Santos, Gian Peani e Ernesto Katzenstein (com a estrutura do Eng. Gallo), do ano 1956. Projeto vencedor de um concurso nacional para a construção de 300 moradias em La Boca, nunca realizado. A ideia principal daqueles edifícios, de concepção metabolista, era o empilhamento de caixas alternadas pavimento a pavimento, que apresentavam uma tipologia habitacional com terraços nas esquinas, permitindo uma visão panorâmica do porto e da cidade. 

© Javier Agustín Rojas
© Javier Agustín Rojas

A ideia para essas torres é reinterpretar, na chave contemporânea, aquele projeto de 4 unidades por pavimento, de 4 esquinas. Por isso, para fazê-lo tivemos, em primeira instância, que resignar uma unidade de 2 dormitórios por pavimento, os quais foram deslocados acima do Edifício K.

© Javier Agustín Rojas
© Javier Agustín Rojas

É deste modo que o interesse central do projeto de torres reside na criação e rotação dos seus pavimentos, o que permite organizar moradias ao redor de um terraço-pátio de dimensões e proporções que o converte em um espaço central da unidade. 

© Javier Agustín Rojas
© Javier Agustín Rojas

O terraço é a expansão, mas ao mesmo tempo é considerado um ambiente a mais. A sala de estar, jantar e a cozinha são expandidos naturalmente em direção a ele que, com dois lados livres e dois protegidos, garante um conforto climático adequado para esta cidade. Assim a unidade é central no projeto, porque é proposta uma moradia não-encaixotada, como uma transição entre um apartamento e uma moradia individual. 

© Javier Agustín Rojas
© Javier Agustín Rojas

Nos pavimentos são distribuídas duas unidades de 2 dormitórios (unidade base), uma de 3 e uma de 1 dormitório. A unidade de 3 dormitórios utiliza um da unidade adjacente, o qual está conectado à sala de estar, e pode funcionar também como escritório ou dormitório separado para o filho adolescente. Mesmo não atingindo grande altura, as torres propostas terão, por suas características formais e arquitetônicas, um forte impacto na paisagem urbana. 

© Javier Agustín Rojas
© Javier Agustín Rojas

EDIFÍCIO K / UM BAR VERDE

Para a tipologia K, originalmente um quiosque térreo, e em nosso projeto um edifício de térreo + 3 pavimentos, propõe-se um edifício verde, com terraço-jardim acessível e fachadas ajardinadas. São 3 pavimentos de 8 unidades de um dormitório cada uma, e o mencionado quiosque/bar no térreo. 

© Javier Agustín Rojas
© Javier Agustín Rojas

Essa ideia surge por dois motivos: por um lado ao deslocar essas 24 unidades de 1 dormitório ao edifício K, nos perguntamos se esses apartamentos não estavam sendo discriminados, ou seja, que não tinham os benefícios da tipologia das Torres com varanda.

© Javier Agustín Rojas
© Javier Agustín Rojas

Por outro lado, abordando o tema dos terraços-jardim verdes requeridos para o projeto PROCREAR Estação BA, pensamos que as Torres não abordam grande superfície verde, e essa é uma maneira de compensar o cimento das torres e naturalizar o conjunto com esse edifício como remate do parque proposto.

© Javier Agustín Rojas
© Javier Agustín Rojas

Desta forma, para unir os critérios projetuais do mesmo ao das Torres, propõem-se ALTERNAR os pavimentos para que as varandas não fiquem empilhadas e tenha também o MOVIMENTO, pavimento a pavimento, que elas possuem.

Ver a galeria completa

Localização do Projeto

Localização aproximada, pode indicar cidade/país e não necessariamente o endereço exato.
Sobre este escritório
Escritório
Cita: "PRO.CRE.AR Estação Buenos Aires Setor 10 / MSGSSS" [PRO.CRE.AR Estación Buenos Aires Sector 10 / MSGSSS] 19 Nov 2017. ArchDaily Brasil. (Trad. Sbeghen Ghisleni, Camila) Acessado . <https://www.archdaily.com.br/br/883631/prrr-estacao-buenos-aires-setor-10-msgsss> ISSN 0719-8906

¡Você seguiu sua primeira conta!

Você sabia?

Agora você receberá atualizações das contas que você segue! Siga seus autores, escritórios, usuários favoritos e personalize seu stream.