Estábulos de Pólo Figueras / Estudio Ramos

Estábulos de Pólo Figueras / Estudio Ramos

© Daniela Mc Adden© Daniela Mc Adden© Daniela Mc Adden© Daniela Mc Adden+ 55

General Rodríguez, Argentina
  • Arquitetos: Estudio Ramos
  • Área Área deste projeto de arquitetura Área:  3600
  • Ano Ano de conclusão deste projeto de arquitetura Ano:  2017
  • Fotógrafo Fotografias:  Franco Molinari
  • Fabricantes Marcas com produtos usados neste projeto de arquitetura
    Fabricantes: Ankon Sur, Estudio Ramos, FV, Moras Aberturas
© Daniela Mc Adden
© Daniela Mc Adden

Descrição enviada pela equipe de projeto. O projeto está situado na região argentina denominada "La Pampa". Pampa é uma palavra indígena cujo significado é planalto ou planície. Junto com seu clima temperado e terra férteis, a área resulta ideal para a agricultura. Quando se percorre a zona, a sensação é de uma contundente horizontalidade. O poeta Atahualpa Yupanque se refere à paisagem da Pampa como "serena e pensativa". Com sua pronunciada horizontalidade e simplicidade de elementos, este projeto procura referenciar estes temas. 

© Franco Molinari
© Franco Molinari
Cortesía de Matías Lix Klett
Cortesía de Matías Lix Klett
© Daniela Mc Adden
© Daniela Mc Adden

O projeto encarregado por Ignacio Figueras, jogador profissional de pólo, é um estábulo para 44 cavalos de Pólo com uma superfície de 3850 metros quadrados e uma longitude de 180 metros. Está composto por dois largos volumes e muros que ao serem articulados, criam espaços e situações diversas. 

© Daniela Mc Adden
© Daniela Mc Adden

O térreo conta com dois setores bem diferenciados por suas funções. Um possui um programa social e está voltado ao campo de Pólo, enquanto o outro, orientado ao fundo da propriedade, abriga as instalações de trabalho e habitações dos funcionários. Os volumes com vista para o campo de Pólo estão parcialmente escondidos por trás de extensos muros e desníveis do terreno que não somente conferem privacidade aos estábulos, como também reduzem sutilmente o impacto do edifício na paisagem. Somente o centro da edificação fica visível, onde se localiza um grande espelho d'água, terraços exteriores e o celeiro principal do estábulo. 

© Daniela Mc Adden
© Daniela Mc Adden

Foram plantados pastos silvestres e nativos sobre as coberturas, contrastando intencionalmente com a perfeição da grama do campo de pólo. As partes mais altas funcionam como acesso à cobertura e também como grades naturais para observar as partidas de pólo. 

© Daniela Mc Adden
© Daniela Mc Adden

A água, símbolo universal de vida, pureza e harmonia, é utilizada tanto para conectar e estruturar espaços, como também para criar uma atmosfera serena. 

© Daniela Mc Adden
© Daniela Mc Adden
© Daniela Mc Adden
© Daniela Mc Adden

A totalidade do projeto foi construída utilizando dois materiais básicos: concreto aparente e madeira nativa, Materiais escolhidos por suas propriedades estéticas, pouca manutenção e um nobre envelhecimento. 

© Daniela Mc Adden
© Daniela Mc Adden
© Daniela Mc Adden
© Daniela Mc Adden

Uma conexão muito especial e íntima é criada entre os cavalos e seus treinadores que são responsáveis pelo seu tratamento. O objetivo do projeto foi desenhar os estábulos como espaços que contém e nutrem essa relação. 

© Franco Molinari
© Franco Molinari

Galeria do Projeto

Ver tudoMostrar menos

Localização do Projeto

Endereço:General Rodríguez, Província Buenos Aires, Argentina

Clique para abrir o mapa
Localização aproximada, pode indicar cidade/país e não necessariamente o endereço exato.
Sobre este escritório
Cita: "Estábulos de Pólo Figueras / Estudio Ramos" [Caballerizas de Polo Figueras / Estudio Ramos] 28 Set 2017. ArchDaily Brasil. Acessado . <https://www.archdaily.com.br/br/880241/estabulos-de-polo-figueras-estudio-ramos> ISSN 0719-8906

¡Você seguiu sua primeira conta!

Você sabia?

Agora você receberá atualizações das contas que você segue! Siga seus autores, escritórios, usuários favoritos e personalize seu stream.