Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos
  1. ArchDaily
  2. Projetos
  3. Casas
  4. Argentina
  5. Nicolás Pinto da Mota
  6. 2016
  7. Residência em frente ao lago / Nicolás Pinto da Mota

Residência em frente ao lago / Nicolás Pinto da Mota

  • 21:00 - 29 Setembro, 2017
  • Traduzido por Camilla Sbeghen
Residência em frente ao lago / Nicolás Pinto da Mota
Residência em frente ao lago / Nicolás Pinto da Mota, © Fernando Schapochnik
© Fernando Schapochnik

© Fernando Schapochnik © Fernando Schapochnik © Fernando Schapochnik © Fernando Schapochnik + 20

  • Arquitetos

  • Localização

  • Arquiteto Responsável

    Matias Cosenza
  • Equipe de Projeto

    Tadeo Itzcovich, Esteban Unjold, Agustin Aguirre
  • Área

    890.0 m2
  • Ano do projeto

    2016
  • Fotografias

© Fernando Schapochnik
© Fernando Schapochnik

Terreno

Em um terreno na periferia da cidade de Buenos Aires, dentro de um bairro privado típico da região, situa-se essa residência, um arquétipo reconhecível, um prisma de base retangular que controla sua escala em um entorno caracterizado por sua forte relação com o lago. Com uma leve inclinação no terreno, a moradia se posiciona no sentido longitudinal, norte-sul, evidenciando seu lado mais favorável e permeável. Esse ponto de partida definiu uma configuração espacial de relação interior - exterior, que neste caso acontece através da orientação de lajes de diferentes escalas que compõem um grande volume. 

© Fernando Schapochnik
© Fernando Schapochnik

Forma

Esse tema é de vital importância, seja esvaziando um sólido, compartimentando um único volume, sobrepondo vários ou repartindo o programa em uma série de volumes separados, todos procuram a mesma coisa... mostrar-se humilde e sereno, no momento de expressar a volumetria de um edifício. 

© Fernando Schapochnik
© Fernando Schapochnik
Planta - Térreo
Planta - Térreo
© Fernando Schapochnik
© Fernando Schapochnik

Neste caso, a composição volumétrica é feita através de uma matriz regular que encontra escalas diferenciadas nos componentes programáticos típicos da moradia. Eles são expressados através da relação de lajes. Essa intermitência identifica as escalas dos diferentes usos domésticos, lajes de quatro, oito, simples ou duplas permitem a estes espaços terem visuais controlados em direção ao lago, ventilação cruzada e boa insolação. Esse sistema controlado e preciso, evidencia uma expressão espacial de grande eficiência formal.  

© Fernando Schapochnik
© Fernando Schapochnik

Material 

A produção massiva da arquitetura, nesta região, está relacionada a uma mão-de-obra que tem sua maior destreza vinculada a materiais como a pedra ou o concreto moldado in loco. Esses materiais evidenciam aspectos monolíticos que, por sua densidade e dimensões, expressam melhor a ideia de permanência. Esse tema é de vital interesse, como também é a utilização de um material em função da claridade geométrica dos espaços e da continuidade dos mesmos. Nesse sentido, o interesse prioritário não está naquilo que se constrói mas sim no espaço que, através dessa construção, se define e se configura. Assim o acabamento fino e branco em todas as superfícies define e configura o espaço característico dessa moradia. 

© Fernando Schapochnik
© Fernando Schapochnik

Ver a galeria completa

Sobre este escritório
Cita: "Residência em frente ao lago / Nicolás Pinto da Mota" [Front Lake House / Nicolás Pinto da Mota] 29 Set 2017. ArchDaily Brasil. (Trad. Sbeghen Ghisleni, Camila) Acessado . <https://www.archdaily.com.br/br/880073/residencia-em-frente-ao-lago-nicolas-pinto-da-mota> ISSN 0719-8906

¡Você seguiu sua primeira conta!

Você sabia?

Agora você receberá atualizações das contas que você segue! Siga seus autores, escritórios, usuários favoritos e personalize seu stream.