O site de arquitetura mais visitado do mundo
i

Inscreva-se agora e organize a sua biblioteca de projetos e artigos de arquitetura do seu jeito!

Inscreva-se agora para salvar e organizar seus projetos de arquitetura

i

Encontre os melhores produtos para o seu projeto em nosso Catálogo de Produtos

Encontre os produtos mais inspiradores do nosso Catálogo de Produtos

i

Instale o ArchDaily Chrome Extension e inspire-se a cada nova aba que abrir no seu navegador. Instale aqui »

i

En todo el mundo, arquitectos están encontrando maneras geniales para reutilizar edificios antiguos. Haz clic aquí para ver las mejores remodelaciones.

Quer ver os melhores projetos de remodelação? Clique aqui.

i

Mergulhe em edifícios inspiradores com nossa seleção de 360 ​​vídeos. Clique aqui.

Veja nossos vídeos imersivos e inspiradores de 360. Clique aqui.

Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos
Navegue entre os artigos utilizando o teclado
  1. ArchDaily
  2. Projetos
  3. Estação Ferroviária
  4. Espanha
  5. Contell-Martínez Arquitectos
  6. 2016
  7. Reforma Estação de Trem de Burgos / Contell-Martínez Arquitectos

Remodelaçao

Apresentado por the MINI Clubman

Reforma Estação de Trem de Burgos / Contell-Martínez Arquitectos

  • 11:00 - 24 Julho, 2017
  • Traduzido por Camilla Sbeghen
Reforma Estação de Trem de Burgos / Contell-Martínez Arquitectos
Reforma Estação de Trem de Burgos / Contell-Martínez Arquitectos, © Mariela Apollonio
© Mariela Apollonio

© Mariela Apollonio © Mariela Apollonio © Mariela Apollonio © Mariela Apollonio + 30

  • Arquitetos Técnicos

    Vicente Sevila, José Ignacio Maté
  • Estrutura

    Francisco Javier Cases
  • Instalações

    Leing S.L.
  • Antiga Estação de Trem

    2.347,46 m2
  • Pergolado

    226,94 m2
  • Urbanização

    4.853,00 m2
  • Mais informações Menos informações
© Mariela Apollonio
© Mariela Apollonio

Descrição enviada pela equipe de projeto. O projeto tem como objetivo a reabilitação do edifício da Antiga Estação de trem para abrigar usos relacionados ao lazer e ócio destinados fundamentalmente ao público infantil e juvenil. A intervenção se estende, por um lado, até a praça da Estação - antigo pátio de viajantes - tornando este espaço exclusivo para pedestres e transformando-o em um lugar de relaxamento e, por outro, no âmbito das vias de trem, transformadas agora em bulevares. 

© Mariela Apollonio
© Mariela Apollonio

Para contextualizar e integrar o edifício no bulevar foi construído um pergolado que se adapta à trama do projeto e faz a transição entre a escala da edificação e o espaço livre ajardinado - recuperando a lembrança da grande marquise que existia, feita com vidro e ferro, e que protegia as vias e os pedestres. Este pergolado, além de servir de apoio ao espaço do café, dilui o limite do edifício prolongando-se para a área arborizada a oeste. 

Planta de acesso
Planta de acesso

A intervenção feita no Edifício de Viajantes procura recuperar a essência do mesmo, adaptando a construção ao novo uso previsto reinterpretando a concepção espacial do conjunto, assim como a relação física e visual entre as partes que o caraterizam como peça arquitetônica. 

© Mariela Apollonio
© Mariela Apollonio

O edifício se estrutura a partir de um eixo linear e se divide nas diferentes áreas solicitadas no programa. Na ala leste, a zona infantil; na ala oeste, o espaço de restauração; no espaço de acesso, no nível do antigo mezanino, a administração; no primeiro pavimento, a área juvenil, unindo as três torres por meio de passarelas com escadas nos extremos. 

© Mariela Apollonio
© Mariela Apollonio

No corpo central está o núcleo de comunicações verticais e serviços permitindo o uso parcial das diferentes áreas do edifício sem necessidade de duplicar os elementos de comunicação ou banheiros que, por sua vez, possibilita a concentração das instalações. 

© Mariela Apollonio
© Mariela Apollonio

No acesso ao edifício, desde o Pátio dos Viajantes, se recupera o espaço original com a disposição de caminhos cobertos por marquises que penetram no interior do mesmo, servindo para barrar o vento. Esta operação define o acesso e a geometria original reinterpretando tal elemento. 

© Mariela Apollonio
© Mariela Apollonio
© Mariela Apollonio
© Mariela Apollonio

No interior, os muros de carga são seccionados no térreo para conseguir um espaço fluído e contínuo visualmente entre os diferentes volumes. Ao mesmo tempo, se elimina completamente o forro do mezanino executado com um curto orçamento a meados do século XX, fragmentando a altura original do térreo. Esta cota é recuperada de forma parcial no acesso, após cruzar um umbral com a altura original da estação. Com isso, consegue-se a compressão prévia do espaço no acesso dos volumes laterais. 

© Mariela Apollonio
© Mariela Apollonio
Corte
Corte
© Mariela Apollonio
© Mariela Apollonio

São eliminados os revestimentos interiores existentes, tornando aparente a estrutura, seja de pedra seja de tijolo. Essa operação, necessária para a reabilitação dos muros, permite diferenciar claramente as partes existentes do edifício em relação às novas. 

© Mariela Apollonio
© Mariela Apollonio
Localização aproximada, pode indicar cidade/país e não necessariamente o endereço exato. Cita: "Reforma Estação de Trem de Burgos / Contell-Martínez Arquitectos" [Burgos Railway Station Refurbishment / Contell-Martínez Arquitectos] 24 Jul 2017. ArchDaily Brasil. (Trad. Sbeghen Ghisleni, Camila) Acessado . <https://www.archdaily.com.br/br/875902/reforma-estacao-de-trem-de-burgos-contell-martinez-arquitectos> ISSN 0719-8906