O site de arquitetura mais visitado do mundo
i

Inscreva-se agora e organize a sua biblioteca de projetos e artigos de arquitetura do seu jeito!

Inscreva-se agora para salvar e organizar seus projetos de arquitetura

i

Encontre os melhores produtos para o seu projeto em nosso Catálogo de Produtos

Encontre os produtos mais inspiradores do nosso Catálogo de Produtos

i

Instale o ArchDaily Chrome Extension e inspire-se a cada nova aba que abrir no seu navegador. Instale aqui »

i

En todo el mundo, arquitectos están encontrando maneras geniales para reutilizar edificios antiguos. Haz clic aquí para ver las mejores remodelaciones.

Quer ver os melhores projetos de remodelação? Clique aqui.

i

Mergulhe em edifícios inspiradores com nossa seleção de 360 ​​vídeos. Clique aqui.

Veja nossos vídeos imersivos e inspiradores de 360. Clique aqui.

Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos
Navegue entre os artigos utilizando o teclado
  1. ArchDaily
  2. Projetos
  3. Casas
  4. Canadá
  5. ACDF Architecture
  6. 2016
  7. Casa do Lago / ACDF Architecture

Casa do Lago / ACDF Architecture

Casa do Lago / ACDF Architecture
Casa do Lago / ACDF Architecture, © Adrien Williams
© Adrien Williams

© Adrien Williams © Adrien Williams © Adrien Williams © Adrien Williams + 18

  • Arquitetos

  • Localização

    Magog, Canadá
  • Arquitetos Responsáveis

    Maxime-Alexis Frappier, Martin Champagne, Christelle Montreuil Jeanpois, Clothilde Caillé-Lévesque, Maxime Boisselle, Maxime Boily
  • Área

    360.0 m²
  • Ano do projeto

    2016
  • Fotografias

© Adrien Williams
© Adrien Williams

Descrição enviada pela equipe de projeto. Localizada nas margens do Lago Memphremagog, esta é uma segunda residência projetada para duas irmãs nativas da região, mas residem entre Montreal e Magog. As clientes que são amantes da natureza, da terra e da música expressaram seu desejo para uma casa com área de estar aberta, onde gastronomia é preparada em relação direta com a natureza e o lago. No coração do espaço estão os três elementos fortes e unificadores do projeto: a cozinha, a sala de jantar e o piano. 

Croqui
Croqui

Assim como a paisagem do Lago Memphremagog, a casa é construída com bastante aberturas, sem barreiras físicas. O ponto de partida para a arquitetura é a paisagem imediata; a beleza cênica do entorno composto por terras agrícolas e vales.

© Adrien Williams
© Adrien Williams

Localizada no centro do terreno, a cerca do perímetro é redefinida como uma banda de madeira contínua na casa. Do solo, este elemento emerge e envolve os espaços de estar ao modular as aberturas, que definem as vistas panorâmicas da natureza e do lago. 

© Adrien Williams
© Adrien Williams
Planta - Térreo
Planta - Térreo
© Adrien Williams
© Adrien Williams

A casa naturalmente assume a ideia da paisagem local, e portanto as panorâmicas são utilizadas para definir o espaço, criando um local para o programa. A tipologia vernacular da região turística das Eastern Townships, edifícios rurais em madeira e construção sustentável a partir de pedras naturais estão reinterpretados para redefinir a casa moderna que é generosamente aberta para a paisagem.

© Adrien Williams
© Adrien Williams

A entrada principal está ao sul do terreno. As faixas horizontais que se estendem de leste à oeste destacam o conceito da estrutura em madeira. O painel de madeira alterna de um aspecto semi transparente ocultando o pátio interno na entrada da casa, para uma envoltória mais opaca. 

© Adrien Williams
© Adrien Williams

O objeto resultante é solidamente ancorado ao solo com uma massa de concreto que conserva as características da madeira, como se fosse fossilizada. Na orientação oeste, uma varanda está orientada para as vistas do por do sol por sobre o lago, enquanto na orientação leste uma garagem e oficina incluem os espaços técnicos da casa contribuem na definição do pátio interno, abrigados do vento e agindo como um terraço secundário. Em contraste com os painéis de madeira, a pedra em ambas as extremidades da casa ancora o edifício ao solo. 

© Adrien Williams
© Adrien Williams

As clientes, cansados de acumular bens supérfluos, demonstraram interesse em retornar à um estilo de vida equilibrado, com tecnologias simples e materiais que exigem pouca manutenção. A casa portanto é caracterizada por uma área reduzida, ausência de sistemas mecânicos complexos e uma abordagem vernacular. 

© Adrien Williams
© Adrien Williams

Apenas princípios ativos são propostos para garantir uma ventilação e controle de ganho solar adequada. Para minimizar os ganhos solares no verão, variações no relevo da faixa de madeira algumas vezes atuam como elementos de sombra, ou painel semi-transparente. Combinada com a envoltória e vidros de alto isolamento, a ventilação natural através do eixo norte sul e os grandes beirais da cobertura cuidadosamente orientados de acordo com a luz natural garantem conforto das moradoras. 

© Adrien Williams
© Adrien Williams

A madeira, que é o principal elemento deste projeto é proveniente de fontes locais, e é deixada em seu estado natural, para envelhecer com o tempo e ganhar coloração acinzentada. Assim, a casa lentamente começa a se misturar ao ambiente natural, se mesclando perfeitamente com as árvores existentes no terreno. O uso de materiais locais, como madeira reaproveitada de antigos celeiros para o mobiliário interno e escadaria central, proporcionam conexão direta com os edifício locais que são prova de longevidade e durabilidade. Reciclado a partir dos muros que dividem as propriedades rurais, o piso de pedras polidas cobre todo o pavimento térreo e atua como massa térmica. O conforto, simplicidade e aconchego dos materiais escolhidos são elementos chave para a atmosfera familiar esperada pelas proprietárias. 

Ver a galeria completa

Cita: "Casa do Lago / ACDF Architecture" [Maison sur le Lac / ACDF Architecture] 23 Jul 2017. ArchDaily Brasil. (Trad. Santiago Pedrotti, Gabriel) Acessado . <https://www.archdaily.com.br/br/875783/casa-do-lago-acdf-architecture> ISSN 0719-8906