O site de arquitetura mais visitado do mundo
i

Inscreva-se agora e organize a sua biblioteca de projetos e artigos de arquitetura do seu jeito!

Inscreva-se agora para salvar e organizar seus projetos de arquitetura

i

Encontre os melhores produtos para o seu projeto em nosso Catálogo de Produtos

Encontre os produtos mais inspiradores do nosso Catálogo de Produtos

i

Instale o ArchDaily Chrome Extension e inspire-se a cada nova aba que abrir no seu navegador. Instale aqui »

i

En todo el mundo, arquitectos están encontrando maneras geniales para reutilizar edificios antiguos. Haz clic aquí para ver las mejores remodelaciones.

Quer ver os melhores projetos de remodelação? Clique aqui.

i

Mergulhe em edifícios inspiradores com nossa seleção de 360 ​​vídeos. Clique aqui.

Veja nossos vídeos imersivos e inspiradores de 360. Clique aqui.

Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos
Navegue entre os artigos utilizando o teclado
  1. ArchDaily
  2. Projetos
  3. Arquitetura De Uso Misto
  4. Itália
  5. Pietro Carlo Pellegrini Architetto
  6. 2014
  7. Reforma da Antiga Fornalha di Riccione / Pietro Carlo Pellegrini Architetto

Remodelaçao

Apresentado por the MINI Clubman

Reforma da Antiga Fornalha di Riccione / Pietro Carlo Pellegrini Architetto

  • 17:00 - 9 Julho, 2017
  • Traduzido por Camilla Sbeghen
Reforma da Antiga Fornalha di Riccione / Pietro Carlo Pellegrini Architetto
Reforma da Antiga Fornalha di Riccione / Pietro Carlo Pellegrini Architetto, © Mario Ciampi
© Mario Ciampi

© Mario Ciampi © Mario Ciampi © Mario Ciampi © Mario Ciampi + 30

  • Arquitetos

  • Localização

    47838 Riccione, Província de Rimini, Itália
  • Arquitetos Responsáveis

    Pietro Carlo Pellegrini Architetto, RCF & Partners
  • Área

    3400.0 m2
  • Ano do projeto

    2014
  • Fotografias

© Mario Ciampi
© Mario Ciampi

Descrição enviada pela equipe de projeto. O projeto diz respeito à recuperação da Antiga Fornalha Riccione (40.000 metros quadrados), um complexo industrial para a produção de tijolos, construído em 1908 e desativado em 1970. Os destinos antigos cedem ao novo, aproveitando as possibilidades espaciais dos edifícios que mantêm suas formas, a memória histórica do lugar: nos edifícios, uma escola secundária de 18 salas, um teatro polivalente de 650 lugares (ainda não construído) e um edifício comercial foram projetados. A obra teve como objetivo minimizar o impacto ambiental e por isso privilegiou a substituição de edifícios existentes por novas construções de alta eficiência energética, sem a ocupação de superfícies adicionais.

© Mario Ciampi
© Mario Ciampi
© Mario Ciampi
© Mario Ciampi

O objetivo do projeto é criar volumes arquitetônicos simples e facilmente reconhecíveis, padronizando formas, materiais e cores, reinterpretando os aspectos históricos de sítios arqueológicos preexistentes no caminho do contemporâneo; Seguindo um processo de "adição" nunca concluído, o projeto aspira uma certa continuidade com a história, não tanto em termos estilísticos, como quanto à sintaxe composicional, permitindo a transformação do uso sem perder sua identidade. Queríamos seguir, por fim, a política de recuperação de energia, pesquisando facilmente materiais encontrados em "km 0". As salas do ensino médio consistem em um corpo plano e outro conectado a este com dois pavimentos acima do solo. O projeto geralmente é caracterizado, por um lado pela restauração e aprimoramento dos elementos de alvenaria de tijolos existentes e por outro  por diferenciar o novo do existente, mantendo uma composição global consistente.

© Mario Ciampi
© Mario Ciampi
Planta Baixa
Planta Baixa
© Mario Ciampi
© Mario Ciampi

Externamente, ao longo do perímetro, uma lã de vidro isolante de cor vermelha flui para os pilares, enquanto a vedação das paredes é feita com blocos de tijolos com as cavidades preenchidas com material isolante. A camada de gesso serve como um acabamento. A cobertura será feita com treliças de metal (Polonceau) e um sistema com uma camada de revestimento duplo, isolante e um manto de azulejos de telhas acima da academia. O terraço é fechado pelos brises criando uniformidade com o prédio da escola. O acabamento exterior das paredes será um sistema de brises (usando um material tradicional de forma inovadora) montados em palha seca em terracota: estes asseguram a proteção da luz indireta (com painéis isolantes vermelhos abaixo). A fachada promove também a microventilação que contribuirá para o muro de isolamento. Todo o sistema de aquecimento / ar condicionado / produção de água quente é confiado ao uso maciço de bombas de calor elétricas alimentadas por um sistema fotovoltaico integrado no invólucro do edifício suportado pelo aquecimento do piso radiante.

© Mario Ciampi
© Mario Ciampi

Descrição do Produto. O material mais utilizado no projeto é o tijolo. Foi escolhido como forte evocação ao forno antigo e sua cor; O tijolo, como material, já estava presente na fornalha e também foi fabricado nesse local; O uso de tijolos não como material de alvenaria, mas como brises, atesta sua versatilidade, seu uso contemporâneo e, portanto, sua beleza, filho de um passado que o viu estrela e de um futuro que será capaz de testemunhá-lo devido às suas habilidades.

© Mario Ciampi
© Mario Ciampi
Detalhe
Detalhe
© Mario Ciampi
© Mario Ciampi

Ver a galeria completa

Localização aproximada, pode indicar cidade/país e não necessariamente o endereço exato.
Sobre este escritório
Pietro Carlo Pellegrini Architetto
Escritório
Cita: "Reforma da Antiga Fornalha di Riccione / Pietro Carlo Pellegrini Architetto" [Ex Furnace di Riccione Recovery / Pietro Carlo Pellegrini Architetto] 09 Jul 2017. ArchDaily Brasil. (Trad. Sbeghen Ghisleni, Camila) Acessado . <https://www.archdaily.com.br/br/874273/reforma-da-antiga-fornalha-di-riccione-pietro-carlo-pellegrini-architetto> ISSN 0719-8906