Estúdio Campo Grande / Garoa

Estúdio Campo Grande / Garoa

© Pedro Napolitano© Pedro Napolitano© Pedro Napolitano© Pedro Napolitano+ 18

Vila Anhanguera, Brasil
  • Arquitetos: Garoa
  • Área Área deste projeto de arquitetura Área:  40
  • Ano Ano de conclusão deste projeto de arquitetura Ano:  2012
  • Fotógrafo Fotografias:  Pedro Napolitano
  • Fabricantes Marcas com produtos usados neste projeto de arquitetura
    Fabricantes: Tatu Pré-moldados
  • Empreiteiro:José Amilton
  • Caixilhos:Alexandre Moura
  • Luminárias:Grupo Garoa Arquitetos Associados
  • Serralheiro:Ricardo Farias
  • Cidade:Vila Anhanguera
  • País:Brasil
Mais informaçõesMenos informações
© Pedro Napolitano
© Pedro Napolitano

Descrição enviada pela equipe de projeto. Situado na zona sul de São Paulo o projeto consiste num conjunto de ações para transformar uma edícula em estúdio/dormitório para um jovem solteiro, o qual desenvolve ampla gama de atividades: design gráfico, tatuagem, desenho, pintura, gravura e ourivesaria.

© Pedro Napolitano
© Pedro Napolitano

A pequena edificação se organiza em dois espaços. Um com oficina para as atividades pesadas e artesanais, outro contendo escritório com banheiro/closet e uma cama acessada por escada marinheiro no mezanino. Em ambos, bancadas e prateleiras estão alinhadas de forma que mesmo com a divisão da porta, haja continuidade entre os espaços. 

© Pedro Napolitano
© Pedro Napolitano

Duas seções do telhado existente foram elevadas em diferentes alturas permitindo a entrada da luz natural que cria iluminação homogênea no ambiente cercado por três paredes cegas. Na cobertura, a face voltada para sul possui grande abertura pela qual se tem a vista das árvores vizinhas e há entrada de luz indireta, enquanto na face voltada para o norte foi feita uma pequena abertura pela qual uma luz direta projeta a sombra dos montantes da janela sob a parede lateral 

Axonométrica
Axonométrica

O desenho das janelas conforma uma espécie de mosaico que tem razão em seu processo construtivo, no qual os quadros de madeira são preenchidos com grandes lâminas de vidros temperado descartadas de outras obras. Caso não sejam completados, são comprados pequenos lâminas para finalizar os quadros. Vidros que antes eram boxes de banheiro agora são grandes portas de correr.

© Pedro Napolitano
© Pedro Napolitano

O piso do interior é o mesmo da área externa, mas difere no tratamento de sua superfície. Nele o bloquete passou por um processo de lixamento, polimento e aplicação de resina. Ou seja, o mesmo piso, fora áspero, dentro liso 

© Pedro Napolitano
© Pedro Napolitano

Fruto de inúmeras conversas com o cliente, foram apresentadas duas propostas: uma mínima, com gastos reduzidos, e outra na qual o telhado de barro dá lugar a lajes de concreto em diferentes alturas. O construído é a junção das duas propostas.

Corte
Corte

Galeria do Projeto

Ver tudoMostrar menos
Sobre este escritório
Escritório
Cita: "Estúdio Campo Grande / Garoa" 27 Jun 2017. ArchDaily Brasil. Acessado . <https://www.archdaily.com.br/br/874023/estudio-campo-grande-grupo-garoa> ISSN 0719-8906

¡Você seguiu sua primeira conta!

Você sabia?

Agora você receberá atualizações das contas que você segue! Siga seus autores, escritórios, usuários favoritos e personalize seu stream.